Últimas

Terça-Feira, 11 de Março de 2008, 08h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ÁGUA BOA

Em desvantagem, petista é o principal adversário

 Se as eleições fossem hoje, o prefeito de Água Boa, Maurício Cardoso Tonhá (PR), o Maurição, bateria todos os adversários e seria reeleito com 65,6% dos votos. É o que aponta a pesquisa Mark feita nos últimos dias 26 e 27 de fevereiro em 12 bairros do município. A aceitação ao nome do prefeito se mantém há 10 meses, quando já liderava com quase 40% das intenções de voto - leia mais aqui. A margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos. O republicano aparece à frente em 11 amostragens estimuladas.

   Em segundo lugar figura o ex-vereador Edilson Penthof (PT), bastante atrás de Maurição. Foi citado por 12,8% dos 227 entrevistados pela Mark. Já o vereador Sandro Lúcio Aleixo, o Papagaio (PSDB) é preferido por 7% do eleitorado, enquanto o empresário Beto Basso (PMDB) aparece como lanterna com 4,4%. Num outro cenário sem Beto Basso, Maurição permanece à frente com 66,5%. Nesse quadro tem a inclusão do nome do empresário Naévio Basso (PMDB), que foi lembrado por 3,1%.

   Na estimulada 03, em que aparecem como concorrentes Maurição, o ex-prefeito Luiz Elias Abdala (DEM), Edilson e Papagaio, o prefeito republicano sairia vitorioso com 62,1%. Maurição também aparece em vantagem num quadro sem o nome de Abdala e com participação do vereador Ari Zandoná (DEM). Detém 65,6% da preferência.

   Já numa outra simulação feita pela Mark, somente entre os dois maiores virtuais candidatos (Maurição e Edilson), o prefeito é tido como preferido por 69,6% em detrimento ao nome de Edilson (18,5%). Em seguida, o atual prefeito bateria o eventual adversário Beto Basso com uma frente ampla: 70,5% a 12,8%. O ex-prefeito de Água Boa, Celso Carvalho (PMDB) também perderia para Maurição, com uma desvantagem de 60 pontos percentuais (estimulada 07).

  Por sua vez, Naévio seria derrotado num suposto confronto com o prefeito. Perderia com 5,7% dos votos, enquanto o seu virtual concorrente teria 75,3%. Para 72,7% dos entrevistados pela Mark, o prefeito deveria ser reeleito, caso disputasse a prefeitura com Papagaio, que foi mencionado por 10,6% do eleitorado. Já numa disputa com Abdala, reduziria alguns pontos percentuais de Maurição, porém continuaria à frente. Seria reconduzido à cadeira com 66,1%, ao passo que Abdalla teria 20,3%.

    Num confronto só com Ari Zandoná e Maurição, o prefeito seria reeleito com 78%, enquanto Ari teria 4,8% dos votos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.