Últimas

Segunda-Feira, 17 de Março de 2008, 19h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ARTICULAÇÃO

Em discurso ensaiado, Sérgio diz "não" ao DEM

Deputado Sérgio Ricardo recebe DEM  Cortejado pelo DEM, PSDB e PP, legendas que trabalham candidatura própria à Prefeitura de Cuiabá, o presidente da Assembléia, deputado Sérgio Ricardo (PR), se valoriza ao máximo politicamente. Ele renunciou a pré-candidatura por falta de apoio da cúpula do PR, que tem como principal líder no Estado o governador Blairo Maggi. Agora, enquanto os republicanos tentam reconstruir projeto próprio na Capital e empurrar o empresário Mauro Mendes à disputa, Sérgio sinaliza para um palanque de oposição.

  Nesta segunda, ele recebeu a visita de membros da cúpula do DEM, sob articulação do presidente regional Oscar Ribeiro. O Democratas está levando a sério a idéia de disputar o Palácio Alencastro com a ex-vice-governadora Iraci França. A esperança do DEM é atrair o apoio de Sérgio. Recebeu, porém, "não" do deputado, na reunião desta segunda. Depois de pedir calma ao PSDB, que empurra o prefeito Wilson Santos à reeleição, o deputado repetiu para o DEM que só definirá quem vai apoiar em junho, quando as legendas se reunem para as convenções.
 
    Sérgio garante que assim que definir o nome daquele que vai acompanhar no palanque se transformará num disciplinado cabo eleitoral e, para  decidir, vai usar dois meios. “Quando chegar a hora vou para as ruas saber da população quem eu vou apoiar (uma espécie de consulta popular) e também fazer campanha”, afirmou.

    Mesmo obtendo uma resposta negativa, o que já era esperado, a "prefeiturável" Iraci vê na falta de um pré-candidato republicano com visibilidade eleitoral do PR a possibilidade de fechar um acordo com o partido do governador Maggi. “Estamos esperançosos. Sérgio vai ser importante e sempre fomos aliados e amigos de tempos. Vemos na dificuldade do PR nossa possibilidade”, disse a esposa do ex-prefeito e hoje deputado estadual Roberto França.

   Insistência

   Uma aliança com o PR é cobiçada devido ao número de votos que Sérgio obteve nas eleições de 2004. Ele ficou em terceiro lugar nas urnas. Foi "barrado" logo no primeiro turno com pouco mais de 60 mil votos. "Sua votação foi importante e seus eleitores podem ser os nossos", disse Iraci. O presidente municipal do DEM, Toninho Espósito, afirma que o Democratas vai insistir com Sérgio e também organizar mais conversas com outros partidos, porém, pelo menos por enquanto, elas serão sigilosas para não atrapalhar as articulações. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...