Últimas

Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2009, 12h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

INSTITUTO MARK

Em Juara, Jayme é 1º para governador; Silval fica em 2º

   Se as eleições para a escolha do sucessor do governador Blairo Maggi (PR) fossem hoje em Juara, o senador Jayme Campos (DEM) venceria todos os seus virtuais adversários, conforme aponta pesquisa do instituto Mark feita nos três primeiros dias deste mês. Esta é a primeira vez que o democrata retoma a liderança nas pesquisas feitas pelo instituto Mark nos últimos oito meses. Jayme estava no topo em alguns municípios até final do ano passado. Depois passou a perder espaço para o prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB). Agora, em Juara, o senador figura em primeiro lugar. A Mark ouviu  266 moradores de 23 bairros. A pesquisa é estimulada, situação em que os entrevistadores apresentam uma relação com nomes de possíveis candidatos.

   A margem de erro é de 5% para mais ou para menos. Os pesquisadores fizeram várias simulações, já que não se sabe quem serão os candidatos ao Palácio Paiaguás. Um dos quadros apresenta sete nomes como eventuais candidatos, sendo eles: Jayme, Wilson Santos, o vice-governador Silval Barbosa (PMDB), os deputados estaduais Percival Muniz, presidente regional do PPS, e Otaviano Pivetta, da Executiva do PDT, e o presidente da Fiemt, empresário Mauro Mendes (PR), além do juiz federal Julier Sebastião da Silva. Com esses pré-candidatos, o que figura em primeiro lugar é Jayme, com 21,4%. Em segundo lugar, está Silval, com 12,4 e, em terceiro, Muniz, com 12%.

   Num segundo cenário (estimulada 2), em que disputam o governo o presidente da Assembleia, José Riva (PP), Muniz, Santos, Pivetta e Julier, o socialista lidera com 11,3% das intenções de voto. Muniz está empatado tecnicamente com Santos e Riva, ambos na casa dos 10%.

   Se a disputa fosse entre Jayme, Santos e Mauro Mendes (estimulada 3), o cacique do DEM venceria com ampla vantagem. Chegaria a 30,1%. O prefeito tucano ficaria em segundo, com 18,8%, seguido por Mendes, que tem 3,4%. Os indecisos somam 44,4%. Outros 3,4% votariam em branco. Numa virtual disputa entre Jayme, Silval e Santos (quadro 4), o democrata venceria com 28,6%. O vice-governador ficaria em segundo, com 16,2%, empatado tecnicamente com Santos, que tem 15,8%.

   Num embate eleitoral entre Riva, Santos e Julier (cenário 5), o presidente da Assembleia venceria com 29,3%, seguido pelo tucano, que tem 18,8% da preferência. Julier teria irrisórios 0,4%. Já numa disputa entre Silval, Santos e Mendes (estimulada 6), o peemedebista ganharia com 24,8%, seguido pelo tucano, que tem 17,3%. O nome de Mendes figura na última colocação, com 3,4%. O índice de indecisos é de 49,6%.

   Confrontos

   Num confronto entre Jayme e Santos (estimulada 7), o democrata veria com uma vantagem apertada de 6,4 pontos percentuais: 27,8% a 21,4%. O universo de indecisos seria de 46,6%. Numa outra simulação de segundo turno entre Santos e Mendes, que já se enfrentaram em 2008 na briga pela Prefeitura de Cuiabá, o prefeito tucano venceria com 26,7% (quadro 8). Mendes teria apenas 6,4%. 

  Se a briga eleitoral fosse hoje entre Santos e Silval (cenário 9), o peemedebista venceria com 24,4%. Santos teria 20,7%. O índice de indecisos seria de 48,1%. Caso a disputa fosse travada entre Santos e Pivetta (estimulada 10), o ex-deputado e hoje prefeito da Capital chegaria a 23,3%. O pedetista teria 15,4%. Entre Santos e Julier (quadro 11), o tucano venceria com frente "elástica": 28,6% a 2,3%. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Guilherme | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PQ NÃO FAZ UMA PESQUISA EM CUIABÁ E NA BAIXADA CUIABANA ?

  • Olavinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Wilson pegou o PAC, a PF pegou o Wilson.

  • zequinha da V. Operária | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esta pesquisa é em Juara, se vir fazer uma pesquisa em Rondonópolis aqui é Jayme e Wilson, o candidato do governador Silval vai perder feio - coitado.

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...