Últimas

Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2007, 20h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EDUCAÇÃO

Em nota, Ságuas questiona resultado do provão

    Preocupado com a repercussão nacional de uma matéria veiculada no Fantástico, da Rede Globo, neste último domingo, que revelou que os estudantes terminam o terceiro ano do Ensino Médio despreparados para enfrentar uma prova do vestibular, o secretário estadual de Educação, Ságuas Moraes Sousa, divulgou uma nota. Ele diz lamentar a forma de avaliação adotada e que a reportagem "Provão do Fantástico" pode ter mostrado um resultado falso negativo.

     Leia a nota abaixo.

    "A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), as direções das Escolas Estaduais Liceu Cuiabano Maria de Arruda Muller e Presidente Médici e a comunidade escolar das duas instituições de ensino lamentam a forma da avaliação veiculada pela Rede Globo neste domingo, 11 de novembro, no programa Fantástico. Na reportagem “Provão do Fantástico”, as duas maiores escolas estaduais de Cuiabá são apontadas como piores do Brasil a partir de uma avaliação realizada com apenas dez alunos num universo de 1.500 matriculados no 3º ano das instituições de ensino citadas. Portanto, foi uma amostragem pequena, com chances de culminar num resultado falso positivo ou falso negativo.

   Esclarecemos que a média nacional da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2006 foi de 39,5; Na Escola Liceu Cuiabano foi de 38,94; e na Escola Presidente Médici a média foi de 36,03. Observa-se que os resultados do Enem nas duas escolas estão próximos da média nacional. Ressaltamos ainda que a média nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é de 3,8; a de Mato Grosso é de 3,6; O índice do Liceu Cuiabano é de 3,9 (maior que a média nacional) e a do Presidente Médici, 2,7.

    Portanto, números reais indicam que as duas escolas estão com indicadores muito próximos da avaliação realizada pelo Ministério da Educação, que, vale ressaltar, é baseada em critérios e metodologia científica abrangendo todos os alunos das escolas públicas urbanas do País. Sendo assim, os números apresentados pelo Fantástico não reproduzem, de modo fiel, a realidade dessas escolas. Sem dúvida, a avaliação apresentou um resultado falso negativo.

    Em nenhum momento a Secretaria de Estado de Educação e o Governo de Mato Grosso omitiram para a sociedade os dados reais da Educação no Estado, que são preocupantes sim, mas, no entanto há um esforço enorme do Governo, da Seduc e de toda comunidade escolar a fim de garantir uma Educação pública de qualidade em nosso Estado". 

SÁGUAS MORAES SOUSA
Secretário de Estado de Educação 

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TEM Q RANCAR TODO ESSE POVO RUIM DE SERVIÇO DA DIRETORIA DO COLÉGIO E COLOCAR GENTE CAPACIDADE QUE NAO Q FICAR ESPERANDO O SÁLARIO PIFIO MAS QUE CONTENTA ESSES POBRES DE ESPIRITO!!!FORA DIRETORIA...RENOVAÇÃO URGENTE

  • Regina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Achei que eu iria ler algo que me convenceria de que o fantastico errou, mas acabei de crer que nós estamos caindo de um precipicio.
    Gente é o fim da picada. Estamos literalmente fritos. A minha esperança acabou, imaginem como será o futuro desses jovens? Quanta bolsa, auxilio e etc será preciso pra sustentar a quantidade de pessoas desempregadas e sem qualificação em um futuro muito próximo????
    Vou para a Bolivia, Argentina, Venezuela, Iraque, Haiti, sei lá qualquer país deve ser melhor que o Estado de Mato Grosso.

  • Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vamos seguir o exemplo do presidente que não estudou e chegou lá.

  • Marcos Tavares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    JUSTIFICAR O QUE SR. SECRETÁRIO? O PROVÃO FOI IGUAL PARA TODOS. NINGUÉM ESCOLHEU MATO GROSSO PARA APLICAR UMA PROVA MAIS DIFÍCIL. O QUE É PRECISO ENTENDER É QUE O EXEMPLO VEM DE CIMA. UM PAÍS ONDE O PRESIDENTE É IGNORANTE FUNCIONAL, QUEM É QUE VAI VALORIZAR A ESCOLA? PARA O PT ESTA ÓTIMO, O RESULTADO DO PROVÃO É GARANTIA DE DOAR CESTA BÁSICA POR MUITO TEMPO E ASSIM GARANTIR VOTO ÚTIL DE UM CURRAL ELEITORAL ANTES EXPLORADO POR CORONÉIS E AGORA POR COMUNISTAS.

  • washington luis de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eu quero o resultado do provao 2008 em cuiaba

  • Marcelo Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nossos estudantes estão dentro da média nacional.

    A TV Globo é suspeita para colocar essas matérias que carecem de comprovação de veracidade e que denigrem a imagem de nosso estado neste momento.

    A TV Globo tão logo descobriu que o Partido da República (PT) lançaria Blairo Maggi candidato a sucessão do presidente Lula resolveu veicular matérias desse tipo.

    Lamentável que a TV Globo se ache no direito de interferir nos destinos políticos do país.

    Se faz necessária verificar a serviço de quem está esta rede de televisão.



  • Carlos S. da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Marcelo Arruda vc tem que pisar no chão, vc tá viajando na maionese, Blairo Maggi não consegue mais se eleger nem prefeito da cidade dele quanto mais presidente da República.

  • Benedito LEITE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que falta para esse pessoa da butina seria trabalho. Nao adianta dizer q nao concorda, isso mostra q voces nao fazem nada. Pior, so a educacao, e as estradas, a saude etc. Ja ficou evidente q o pessoal do PT agora virou motossera.

  • ANA LUIZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SAGUAS TENTA JUSTIFICAR O PÉSSIMO RESULTADO DO PROVÃO DO FANTÁSTICO, COM OUTRO PÉSSIMO RESULTADO, JÁ QUE 3. ALGUMA COISA NÃO É UMA BOA NOTA, POIS O RECOMENDADO É DE PELO MENOS 6.0. TUDO O QUE NÃO PRESTA ACONTECE EM MT. IMAGINA SE A EDUCAÇÃO TAMBÉM NÃO ESTARIA ENVOLVIDA EM MARES DE LAMA? O SECRETÁRIO DEVERIA RECONHECER QUE ISSO É MESMO UMA LÁSTIMA E PROPOR MUDANÇAS RADICAIS. ISTO, CLARO, CONJUNTAMENTE COM A COMUNIDADE ESCOLAR.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.