Últimas

Domingo, 10 de Maio de 2009, 21h:41 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CONFRONTO

Em pré-campanha, Jayme acusa Maggi de ignorar aliados

  O senador Jayme Campos, cacique do DEM (ex-PFL), passou a adotar discurso de pré-candidato ao Palácio Paiaguás e, em entrevista neste domingo à noite ao Ponto de Vista, apresentado por Onofre Júnior na TV Rondon (Rede TV!), disparou críticas ao governo Blairo Maggi (PR). Disse, por exemplo, que o DEM ficou de escanteio na hora da composição do secretariado. Segundo Jayme, Maggi preferiu cooptar o PT, que não o apoiou nem na primeira campanha de 2002 e nem no projeto de reeleição em 2006 e empurrou o DEM para escanteio. "Certamente, o governador deve ter lá suas razões. O Blairo Maggi preferiu ter o PT e abandonar os velhos aliados", disparou o parlamentar.

   O curioso é que o DEM participa do primeiro escalão, com Neldo Egon, secretário de Desenvolvimento do Turismo, José Aparecido, o Cidinho, do Projetos Estratégicos e MT Regional, e comanda outros cargos importantes, como a Empaer, como Leôncio Pinheiro. Mesmo assim, Jayme não considera que são indicações do partido, mas sim escolha pessoal do governador.

   Ex-prefeito de Várzea Grande por três mandatos e ex-governador (91/94), Jayme Campos se elegeu senador, em 2006, no palanque de Maggi. Apesar disso, constantemente dispara sua metralhadora verbal a atual gestão e se mantém no muro, ou seja, ora critica, ora elogia a administração. Perguntado sobre eventual candidatura ao Paiaguás em 2010, Jayme afirma que está na fase das conversações. "Política é a arte de gastar saliva e é o que estamos fazendo". O cacique democrata destaca que a tendência é do DEM fechar composição com o PSDB, de quem em nível nacional é aliado, mas é adversário histórico em Mato Grosso, e buscar outros parceiros, como o PPS e o PTB. Anunciou até um fórum de discussões, que vai começar por Cáceres, envolvendo representantes destas legendas.

   Na avaliação de Jayme, uma aliança DEM-PSDB precisa ser bem articulada e explicada para não haver rejeição nas urnas, como em 1998, quando o antigo PFL se juntou com o então adversário PMDB e levou o líder nas pesquisas Júlio Campos a levar uma "surra de votos" como candidato a governador. "Uma coligação tem de ser transparente e bem conversada. O DEM tem pretensão de disputar o governo, mas não necessariamente precisa ser eu porque temos outros nomes".

-----------------------------------------------------------------------------------
Clique no play e ouça o que diz Jayme sobre a possível aliança do DEM com o PSDB
e quanto à decisão de Blairo Maggi de cooptar o PT e, segundo o senador, ignorar DEM 

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • G. Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Históricamente sabemos que em Mato Grosso certas alianças políticas não dão certos, um exemplo foi o antigo PFL DEM quando se uniu com o PMDB, uma campanha para governo, ganha pelo Julio Campos contra o falecido Dante de Oliveira, depois dessa falida união Julio e Bezerra, o Titanic não aguentou.
    Outra união falida foi a do PSDB de Antero e compania justamente com PMDB de quem?...rsrs, do Bezerra e mais uma vez a sociedade não aceitou, foi mais uma do navio Titanic.
    Por tanto senador Jaime Campos, não seja mais um tripulante do Titanic, essa aliança com o PSDB do Wilson Santos e Antero já nasce falida. Peço-lhe encarecidamente como eleitor dos irmãos Julio e Jaime Campos, não se junte com essa gente que só lembra da Cuiabá de Zé Bolo-Flor, Maria Taquara e Zé Petete na epoca de campanha política né prefeito Wilson Santos.

  • ROBSON ANTUNES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A cuiabanada ajudou o Brairo a chegar no poder e a se manter no poder. Blairo se arranjou com lula e manteve o PTzinho faminto por cargos no poder. O Jaime tem razão, as escolhas do DEM no governo foi da cota do próprio governador, como o ex AMM Cidinho, que constantemente ignora o DEM em função do seu gosto pelo poder! Acorda Cuiabá, temos que manter o poder político na baixada. Já tá provado que o Blairo não quebrou paradigma algum, ou será que o tar de paradigma é comprar combustível em MS e alugar carros de PE, Ê HÁ!!!!

  • Jacyara - A procura do Estadista. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SOU JAYME, fiz campanha para ele e todos sabem disso.
    A falha que acho em Jayme é a demora em tomar atitudes politicas, às pessoais são rapidas e as vezes até grosseiras, porem as politicas demandam muito tempo e muitas vezes nem são tomadas.
    Jayme não consegui as vagas todas, que queria, porem mantem um bom numero de correligionários no estado.
    Nunca foi prestigiado por Blairo, Dr.Pagot é inimigo de primeira ordem, então pergunto? O que que o senador ainda está fazendo ao lado de sua excelencia? Vamos para o confronto, vamos mostrar que mato grosso tem idéias e pessoas que fazem.

  • cirlenecandia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Um alerta!!!!! O cargo de Secretaria Adjunta da SECITEC pertence também ao DEM é Adriana Leão esposa do Leonardo Leão Assessor Número 01 de senador Jaime Campos..........e tem muito mais em cargos importantes do Governo Blairo Maggi........pesquisem.

  • José A. Filgueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Senador Jaime queria que o DEM assumisse o cargo de Governador como se fosse um cargo em comissão , só pde. olhem que todos os cargos de DAS do primeiro e , segundo e terceiro escalão que seu partido ytem Ele sempre diz que foi escolha pessoal do Governador então a que partido pertence toda diretoria da EMPAER e SEDER e vários outros? conversa pra boi dormir sr. Jaime.

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...

Nivelando para cima o debate em VG

emanuelzinho 400   Em discurso na Câmara Federal, Emanuelzinho (foto), 3º colocado a prefeito de Várzea Grande, disse ter ajudado a nivelar, por cima, o debate eleitoral, com grandeza e altivez e se mostra entusiasmado. Destaca que "política se faz com seriedade, transparência e com o coração sintonizado...