Últimas

Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2007, 22h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Em reunião, governador anuncia filiação ao PR

    Em reunião nesta segunda (29) à noite com a cúpula nacional do Partido da República (ex-PL), em Brasília, o governador Blairo Maggi decidiu que ingressará mesmo na legenda. Antes de se reunir com os futuros aliados, Maggi manteve contato com o presidente Lula (PT), de quem obteve aval para se filiar ao PR.

     A reunião aconteceu no apartamento do deputado federal Wellington Fagundes, presidente da nova sigla em Mato Grosso. Para 'amarrar' a filiação de Maggi participaram também do encontro o dirigente nacional do PR, Waldemar da Costa Neto, e os líderes do partido no Senado, João Ribeiro (TO) e,  na Câmara, deputado Luciano de Souza Castro (RR).

    Com essa decisão, o governador mato-grossense pôe fim a uma longa novela sobre seu futuro partidário. Ele chegou a encomendar um estudo para fundar um novo partido. Descobriu que enfrentaria vários obstáculos, entre eles a necessidade de quase 500 mil assinaturas em todo o país, num processo lento, burocrático e que exigiria muita articulação política. Optou, então, por aderir ao PR. Agora, todo seu grupo da turma da botina irá seguí-lo. O PR, que nasce da fusão do PL com Prona, será o terceiro partido a receber a filiação de Blairo Maggi, maior produtor individual de soja do mundo. Ele começou sua trajetória política no então PPB (hoje PP), em 98, quando concorreu e venceu a eleição como primeiro suplente do senador Jonas Pinheiro. Depois, em 2001, ingressou no PPS, onde permaneceu até o mês passado.

   Com Maggi, o PR se transformará agora na maior legenda do Estado, com mais de 40 prefeitos, pelo menos 5 deputados estaduais e dois deputados federais (Wellington e Homero Pereira). Um dos mais apressados para a filiação é Homero, que toma posse nesta quinta, 1º de fevereiro, como deputado federal.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

PP não quer se desgrudar do prefeito

vanderlucio 400 curtinha   O PP de Cuiabá está mergulhado na gestão Emanuel Pinheiro, inclusive, comandando três secretarias com Vanderlúcio Rodrigues (foto), de Obras Públicas e que preside a legenda na Capital, Francisco Vuolo (Cultura, Esporte e Turismo) e Débora Marques (Agricultura, Trabalho e...

1º projeto beneficia a Grande Cáceres

leonardo 400 curtinha   O deputado Leonardo (foto) conseguiu aprovação de um projeto na Câmara Federal que amplia prazo sobre registro de imóveis na fronteira, beneficiando a região Oeste, especialmente Cáceres, que faz fronteira com a Bolívia. A matéria agora segue para o Senado. A...

Denúncia, psiquiatria e agora atestado

elizabeth 400 curtinha   Lotada como técnico-administrativo do RH do Hospital Metropolitano da Capital, Elizabete Maria de Almeida (foto), recorreu a um psiquiatra uma semana depois de registrar um BO e, sem apresentar provas, acusar o prefeito Emanuel de negociata, inclusive com dinheiro vivo para vereadores, com vistas a...

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.