Últimas

Quinta-Feira, 21 de Fevereiro de 2008, 11h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

PESQUISA MARK

Em Rondonópolis, Muniz lidera para governador


    O ex-prefeito de Rondonópolis por dois mandatos e  deputado estadual Percival Muniz (PPS) seria eleito  governador hoje se dependesse único e exclusivamente do eleitorado rondonopolitano. Pesquisa Mark, feita nos dias 14 e 15 deste mês, aponta que o nome de Muniz tem a preferência de 38,9%. O segundo colocado em Rondonópolis à sucessão do governador Blairo Maggi (PR) é o senador Jaime Campos (DEM). Ele figura com  22,7%. Já em Várzea Grande, Jaime, que já foi prefeito do município por três vezes, é o líder nas pesquisas rumo a 2010 - confira aqui.

   Como ainda restam dois anos pela frente para as eleições gerais, não se formou ainda nem a lista de pré-candidaturas majoritárias. Dessa forma, os dados da amostragem limitados um dos 141 municípios do Estado servem apenas de termômetro para medir os nomes preferidos para o pleito de 2010. A pesquisa foi registrada na 45ª Zona Eleitoral, sob número 05/2008. O instituto entrevistou 758 eleitores em 46 bairros rondonopolitanos.

   O nome da senadora Serys Marly (PT), que já disputou o governo em 2006, aparece em terceiro, com 5,5% das intenções de voto, seguido por Luiz Antonio Pagot, pré-candidato do PR, com 2,2%, e pelo prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB), com 2,1%. O deputado estadual Otaviano Pivetta (PDT) é lembrado por 1,3% pela população de Rondonópolis, terceiro maior colégio eleitoral do Estado. Como a margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos, constata-se que, em Rondonópolis, há empate técnico entre Serys, Pagot e Santos.

   Num outro cenário da pesquisa estimulada com os seis virtuais concorrentes a governador - desta vez o nome do PR seria o prefeito Adilton Sachetti e não Luiz Pagot -, Percival Muniz também surge na liderança à sucessão estadual. Conta com 37,7%. Jaime vem na segunda colocação, com 21,9%, seguido de Serys (5,7%) e pelos prefeitos Adilton Sachetti (2,1) e Santos (2%). Pivetta também tem 2%.

   Rejeição

   Dos nomes cogitados para disputar a cadeira de governador em 2010, Adilton Sachetti é o que mais enfrenta rejeição. O curioso é que a Mark fez essa constatação junto aos eleitores de Rondonópolis, que desde janeiro de 2005 é administração pelo próprio Sachetti. Se as eleições fossem hoje, 17,3% não votariam no republicano de jeito nenhum. O segundo nome com maior rejeição é da senadora Serys: 11,7%. Com 10,9%, Jaime Campos aparece empatatado tecnicamente com a petista. Pela ordem de rejeição vem em seguida Pivetta (7,3%), Pagot (5,7%), Santos (5%) e Muniz (3%).

   A rodada da pesquisa Mark dos dias 14 e 15 deste mês apresentou também outros resultados:

  • Veja aqui quem lidera a disputa estimulada para prefeito
  • Aqui o resultado da amostragem espontânea
  • Confira os nomes mais rejeitados aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • zezinho da vila operaria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    coitado do adirton, ele não ganha mais aqui na cidade de rondonopolis nem para presidente de associação de bairro, será que a população de itiquira esta sorrindo atoa, pois se livraram das unhas do adilton tatuzão quando ele se candidatou a vereador e teve apenas 87 votos.

    se para governador o Dp. Percival esta assim, imagine quando ele colocar a campanha dele nas ruas para prefeito neste ano...
    baiano neles.

  • maria aparecida ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    acho otimo Percival alavancar essa corrida para o governo,pq tem politicos que acham que são tudo,pode ser tudo,que atropelam processos políticos limpos,e não correspondem ´á expectativa do povo,só fazendo obras que duram tempo limitado para dizer que o governante atual é ruim.Acho que esse passado tem que ficar no passado.Não podemos ressucitar nomes que já fizeram(pouco e porco)
    AVANTE PERCIVAL.

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...