Últimas

Sexta-Feira, 08 de Maio de 2009, 20h:07 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

ECONOMIA

Em São Paulo, secretário reforça renegociação das dívidas


Na Assembleia Legislativa de São Paulo, Éder de Moraes fala aos parlamentares e pede apoio político e empresarial à campanha lançada pelo governo de MT há um ano em defesa de menos juros e mais empregos 

   O secretário de Fazenda Éder de Moraes disse nesta sexta (8), em pronunciamento na sessão solene da Assembleia Legislativa de São Paulo, dirante o VI Encontro de presidentes de legislativos estaduais do país, que "Mato Grosso vem travando uma luta por menos juros e mais empregos aos Estados e municípios brasileiros e pediu apoio à proposta de restruturação das dívidas. "É uma luta um pouco inglória, mas que não desistimos. Lutamos com muita força e disposição, angariando ao longo do caminho muitos adeptos, como políticos, empresários, movimento sindical, estudantes, entre outros, que acreditam em nossa proposta”.

    O evento foi aberto pelo presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), que defendeu a descentralização da União, chegando aos Estados e municípios. “Esta é a melhor forma de governar", disse o parlamentar. O presidente da AL de Minas e presidente do Colegiado dos Presidentes de Assembleias Legislativas e da Câmara Distrital, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), elogiou a iniciativa do governo de MT. Lembrou que a proposta reforçada por Éder foi aprovada por unanimidade pelo Conselho Nacional de Política Fazendária. "Essa é uma proposta que representa a  vontade conjunta dos gestores fazendários de todo o país".

   Segundo Alberto Coelho, o colegiado tem interesse na celeridade da tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 351/09, que altera o artigo 100 à Constituição Federal e acrescenta o regime especial de pagamento de precatórios pelos Estados, Distrito Federal e municípios. Ele também leu a minuta de um documento de defesa dos Estados federados, que trata da revisão da dívida dos Estados com a União, com redução dos juros.

   Para Éder, a campanha por redução dos juros terá de ganhar as ruas. "Os caras pintadas vão ter de voltar às ruas e pedir mais empregos e menos juros". Destaca que a reivindicação de MT não é pela prorrogação do prazo para pagamento das dívidas, mas sim pela mudança do indexador para o IPCA, índice oficial que mede a inflação do Brasil. “Atualmente a correção da dívida feita pela União é de juros sobre juros”, diz o secretário de Fazenda, ao mostrar dados da dívida pública de Mato Grosso.

   Dívidas sem fim

   Segundo os números apresentados, em 1998 a dívida do Estado com a União era de R$ 3,17 bilhões, foram pagos R$ 5,13 bilhões e o Estado ainda devia, em 2008, R$ 5,38 bilhões. "Temos que colocar um fim nisso, sob pena de travar o desenvolvimento do Brasil. É insuportável, por isso a importância da mobilização", diz Éder, que estava em São Paulo acompanhado do assessor econômico da Sefaz, o economista Vivaldo Lopes, ex-secretário de Finanças de Cuiabá na gestão Roberto França.

   A dívida de Estados com a União está estimada atualmente em R$ 348 bilhões. Os municípios devem R$ 52,4 bilhões. O arranjo estabelecido em 1997 entre governo federal e os entes federados definiu a taxa de juros de 6% ao ano para os Estados e 9% ao ano para os municípios.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Maurelio Costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho um absurdo essas ofensas que só mostram rancor e dor de cotovelo de alguns recalcados. falar que Eder Moraes tem problemas com banco é no minimo desconhecer sua história, senão vejamos: teve seu nome aprovado por unanimidade pelo BANCO CENTRAL DO BRASIL para ocupar a presidencia da MT FOMENTO e vice presidencia do conselho de administração.
    Como pode alguem ter problemas com instituicão financeira e ser aprovado pelo mais alto colegiado financeiro do Brasil.
    Então para os recalcados , que estão sem a teta que o Eder secou, porque ele é severo e austero na sua administração justamente porque não deve nada a ninguem.
    EDER MORAES PARA GOVERNADOR JÁ!!!!!!

  • Maria Helena | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Pobre Mato Grosso, que passa por uma crise de representação política!!!

    Nunca, na história deste Estado, se teve um secretário da Fazebda tão aparecido, tão patrocinador da mídia para colocá-lo sempre em evidência. Nunca se fez tanta propaganda irregular dessa Secretariia de Fazenda, e o incrível é que o Ministério Público só assiste e não toma nenhuma providência. Até quando MP???? È PRECISO INVESTIGAR E PUNIR TAIS ABUSOS!!!

    Tivemos bons secretários de fazenda, estes sempre discretos e zelozos com as suas responsabilidades, ao contrário desse senhor Éder Moraes, cachorro caído de mudança, que não pode abrir a geladeira, pois, começa a dar entrevista.

    Nós mato-grossenses não somos bobos, não somos manipulados e no momento certo saberemos dar a devida respostas a estes senhores que se apossaram provisóriamente dos cargos públicos de nosso Etado!!!

    Somos povo e esta BANDA vai passar!!!!!!

    Viva o povo mato-grossense!!!! Fora os oportunistas que colocam um monte de puxa-sacos para elogiá-los nesse site.

  • Adriano Luis Alves Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse é o meu candidato a Governador.

    Continue assim Secretário.

  • marcos stringini | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os mais resistentes ao nome de Éder Moraes para governador de mato grosso já declaram apoio e eu tambem devo reconhecer que o Eder Moraes é persistente, lutador, excelente gestor e realmente merece um olhar mais atencioso do povo de mato grosso. Não podemos deixar de renovar a politica com nomes como esse, parabens Eder Moraes voce me conquistou pela sua luta, mato grosso está toda hora na midia nacional gracas ao seu trabalho decente e honesto!
    Voce conquistou seu lugar na historia de mato grosso e agora brilha para o Brasil.

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mato Grosso sendo administrado por alguém que se preocupa em arrecadar corretamente, investir corretamente, pagar em dias as contas do estado, certamente será referência no país.

    Com o Blairo Maggi já é assim. Isso traz credibilidade para o estado para o seu povo. Para nós trabalhadores que aqui vivemos e investimos o nosso suor é honroso vermos uma administração honesta, austera, voltada de fato para o povo.

    O Eder Moraes tem o aval do povo de Mato Grosso. Se sair a candidato, certamente vencerá aqueles com discursos comprados de marqueteiros, por um simples motivo, já tem serviços prestados e é inteligente, honesto.

    Se as administrações anteriores não tivessem sumido com CINCO BILHÕES DE REAIS dos cofres de MT, na administração de Blairo teríamos despontado em todos os indicadores como o melhor estado para se viver.

    Infelizmente a conta tem que ser paga, enquanto isso a Justiça engaveta os processos que poderiam trazer de volta parte desse dinheiro que sabe-se que está compondo indevidamente o patrimônio de alguns em MT e em contas correntes em paraísos fiscais.

  • Manoel bispo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse cara adora aparecer. Cobrador de impostos todos sao assim, querem provar que sao santinhos; cuidado com esse eder.
    Nao o conheço mas sei que ele passou por problemas quando foi gerente de banco. Alguem tem coragem de falar disso?

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS