Últimas

Quinta-Feira, 12 de Novembro de 2009, 14h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CÂMARA DE CUIABÁ

Em sessão, grupos de Lutero e Deucimar trocam acusação


Vereadores protagonizam intensos bate-bocas, troca de acusações, ameaças e o clima fica tenso na Câmara

   Troca de acusações, ameaças, frases dúbias e um clima tenso marcaram a sessão desta quinta (12) na Câmara de Cuiabá. Mesmo no pequeno expediente, o presidente Deucimar Silva (PP) e o vereador Chico 2000 se “estranharam”. O republicano encabeçou um movimento para criar uma CPI contra Deucimar. “Eles têm todo o direito de me investigar, mas o momento que isso é proposto é muito estranho. Prefiro morrer ou perder o meu mandato do que ceder às ameaças que estão fazendo. Isso está acontecendo porque querem que a votação seja por dois terços”, afirmou o progressista, numa referência ao julgamento do ex-presidente Lutero Ponce (PMDB).

  Deucimar se refere ao fato de haver um suposto movimento encabeçado por Chico para "salvar" Lutero na próxima segunda (16), quando será votado o relatório final da Comissão Processante, que pode culminar na cassação do peemedebista. Ele é acusado de chefiar uma quadrilha que causou um rombo superior a R$ 7,5 milhões ao erário. Chico garante que uma coisa não tem nada a ver com a outra. “Eu estou tranquilo, quem não deve não treme. Existem denúncias graves, por isso, temos que investigar”, declarou o republicano.



Parlamentares aproveitam sessão para conversas ao "pé do ouvido" sobre CPI e investigações contra Lutero

  Até o final da sessão, dez vereadores haviam assinado a CPI que investigará suposto superfaturamento de materiais já na gestão de Deucimar. “Vou provar nas próxima terça que todas essas acusações feitas por este veículo eletrônico são inverdades”, afirmou Deucimar, referindo-se às reportagens veiculadas em um site da Capital. Além de Chico 2000, assinaram o pedido Lueci Ramos (PSDB), Lúdio Cabral (PT), Francisco Vuolo (PR), Lutero Ponce (PMDB), Cloves Hugueney, o Clovito (PTB), Néviton Fagundes (PRTB), o próprio Deucimar Silva (PP), Toninho de Souza e Washington Barbosa (PRB).

  Toninho e Washington assinaram o requerimento, mas compõem a ala que defende Deucimar. Um detalhe que chamou a atenção foi o fato de todos os membros da Comissão Processante que investiga Lutero (Lueci, Lúdio e Vuolo) terem assinado o pedido de CPI. “É pratica que a pessoa que apresenta o requerimento seja o presidente da CPI. Torço para que não hajam interferências e que isso seja mantido”, cutucou Chico 2000.

  Apesar de todos os vereadores estarem conscientes sobre a criação da CPI há alguns dias, a oficialização da criação da comissão caiu como uma “bomba” no Legislativo e dividiu opiniões. “Eu acho essa CPI desnecessária e inoperante. Precisamos julgar primeiro o caso do Lutero Ponce”, disse Ivan Evangelista. Já Lueci Ramos, que não costuma fazer discursos “apimentados” durante a sessão, protagonizou uma discussão com o vereador Everton Pop. Ela ficou na bronca depois que o parlamentar, que é do mesmo partido de Deucimar, reclamou do fato da CPI ter sido proposta a poucos dias da votação que pode cassar o mandato de Lutero.


Deucimar Silva minutos após a discussão; Lueci, Ivan, Chico e Fernandes aproveitam sessão para articular


  “Na época de Lutero não houve nenhuma denúncia e ninguém tentou abrir nenhuma CPI contra ele, por isso que não foi instaurada”, cutucou Lueci, sobre Deucimar, enquanto vereador, não ter denunciado Lutero. Lueci, que também é membro da Comissão Processante que investiga suposto rombo de R$ 7,5 milhões provocados por Lutero, é tida como amiga pessoal do peemedebista. “Tenho um RG e só falo em meu nome, não no nome do presidente Deucimar Silva. Eu acho tudo isso estranho e pronto”, bradou Pop.

  Lutero Ponce, por sua vez, aproveitou que o “circo” estava armado e os ânimos exaltados para fazer insinuações. “O senhor não diz que a sua administração é pautada pela transparência? Essa CPI é uma boa oportunidade de provar”, afirmou Lutero. Ainda segundo o peemedebista, não se deve fazer pré-julgamentos, mas as denúncias são graves e precisam ser investigadas. “Durante os 24 meses que eu presidi essa Casa, ninguém nunca fez sequer uma denúncia contra mim. Deucimar só tem 9 meses”, cutucou. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • fernanda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cadê meu comentário postado dia 12 a tarde senhores? Exijo respeito e quero crer q o site ao permitir q se faça comentário nao deixe de postá-lo sem justificativa plausível . Grata.

  • marcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este foi o ano das baixarias e o ano que nossos politicos não fizeram nada,só acusando um ao outro,Cuiabá esta abandonada,vamos ver na hora da pedir o voto como vai ser,pena que o brasileiro esquece tudo nesta hora.

  • carlos roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E O DENTINHO ?? A CHICA ?? O MARCELO ?? O LUIZ MARINHO ?????? ETC. ETC..

  • Geraldo J. M. Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso é uma vergonha, mas cada povo tem o político que merece, pois ajudou a elegê-lo. Que houve desvios, houve sem sombras de dúvidas. Mas só o Lutero vai pagar o pato ? E os outros ... Entendeu... Então ele será absolvido, pelos atuais e pelos outros que já se foram, ou melhor, já encheram o bolso !

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Advertência: A ausência de cidadania provoca danos irreparáveis à saúde dos cidadãos e da pátria.


    CONVITE PARA VIGÍLIA CÍVICA


    O MCCE,Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, convida as donas de casa, os estudantes, os professores, os trabalhadores em geral e enfim, todos os cidadãos preocupados com o destino da nossa cidade.


    É chegada a hora! Cuiabá precisa de você! Cumpra o seu dever! Exerça a sua cidadania, comparecendo à Câmara Municipal de Cuiabá nesta segunda feira (dia 16 de novembro), às 09h30 da manhã para exigir a CASSAÇÃO JÁ do vereador Lutero Ponce de Arruda, acusado pela Justiça de desviar R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) dos cofres públicos quando foi presidente do legislativo.


    Em companhia da deputada Chica Nunes, Lutero está sendo processado pelo Tribunal de Justiça pelo desvio de R$ 7.000.000,00 (sete milhões de reais). Quinze milhões de reais é muito dinheiro! Só a presença dos cidadãos no plenário da Câmara Municipal na manhã desta segunda feira pode afastar a impunidade e impedir um vergonhoso acordão pela absolvição de Lutero Ponce.


    Compareça! Esteja vigilante! A cidadania precisa de você! Dê a sua contribuição para a condenação dos atos de corrupção e seus agentes! Todos Juntos neta segunda feira (dia 16 de novembro), às 09h30 da manhã na Camara Municipal de Cuiabá



    MCCE – MOVIMENTO DE COMBATE À CORRUPÇÃO ELEITORAL

  • jualice santana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    caraca, parece que a baixaria reinou!!
    aff

  • Alberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na verdade, no proximo pleito a camara
    tem que sofrer uma renovação de 100%, pois nenhum que está ali presta!

  • MARIA DA PENHA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • marilda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A camara não é fraca hein ... com rombo de 7,5 milhoões do vereador lutero e nunca houve nenhuma denuncia os vereadores estavam fazendo o que? brincando de legislar ´´fico triste em ser cuiabana e ter de ver os próprios cuiabanos e matogrossense fazendo essas roubaleiras essa vereadora mudou muito quem te viu ,quando veio de ponte branca toda humilde hoje com essa arrogância apoiando quem faz farra com nosso dinheiro.Tenho vergonha desses vereadores mas haverá próxima eleição.....

  • Maria Jorgina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Issooo, temos que cassar esses calhordasss

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...