Últimas

Quarta-Feira, 21 de Março de 2007, 02h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Em silêncio, PGE contesta decisão do governo

 Virgílio é contra privatização dos R$ 3 bi da dívida ativa, mas não se manifesta para evitar contrariar governador 

    O procurador-geral do Estado, João Virgílio do Nascimento Sobrinho, se vê numa saia-justa. Está no meio de um tiroteio. De um lado, o governador Blairo Maggi, a quem é subordinado, decidido a privatizar ou repassar à iniciativa privada a competência para executar os devedores inscritos em dívida ativa. De outro, encontram-se os procuradores do Estado, que contestam a decisão e ameçam ingressar com ação na Justiça para impedir que os cerca de R$ 3 bilhões de créditos fiquem sob responsabilidade de negociação da inicativa privada.

    João Virgílio é contra a decisão do governador, mas não externa essa posição publicamente. Exerce cargo de confiança e prefere cumprir ordens. Já nas  conversas com seus colegas procuradores, Virgílio colocou, porém, que não considera correto Maggi jogar a culpa pelo alto índice de inadimplência à PGE e usar isso como pretexto para entregar as pendências existentes entre devedores e o Tesouro Estadual.

   Como da forma que está hoje a PGE não consegue recuperar anualmente 10% da dívida ativa, o governador resolveu, então, pedir autorização ao Tribunal de Contas do Estado para contratar empresas de serviços de recuperação de créditos, a ser pago com base em percentual sobre os valores de dívidas a serem recuperadas. Os conselheiros deram aval. Agora, o governo encontrou uma fórmula de tentar recuperar com a eficiência do setor privado as dívidas públicas que a ineficiência da máquina estatal não consegue receber e ficam gerando encargos e despesas desnecessárias.

   Atuando como advogados do Estado, os procuradores, por sua vez, argumentam que a execução e recuperação da dívida podre é competência exclusiva deles. Entendem que o governo, ao optar pela iniciativa privada, está gerando despesas e ainda corre risco de enfrentar problemas jurídicos.

   Enquanto na PGE a reclamação é geral, o secretário de Estado de Administração, Geraldo de Vitto, que fez a consulta ao TCE em nome do Executivo, já começa a preparar  processo de licitação para contratar os serviços. Vão funcionar como uma concessão.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS