Últimas

Quarta-Feira, 09 de Maio de 2007, 07h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Empresário Berté nega trabalho escravo

   O empresário Vilmar José Berté, proprietário da Berté Florestal Ltda, com 18 fazendas em sete municípios do Estado, nega prática de trabalho escravo em suas propriedades. Ele explica que a decisão do juiz Ivan José Tessaro, da Vara do Trabalho de Juína, sede de sua empresa, foi mais no sentido de alertar para não haver mais contratação de mão-de-obra por meio dos chamados "gatos".

   Essa terceirização, de acordo com o empresário, só ocorreu junto à Carvão Ouro Branco para o trabalho de manutenção das fazendas. Por descumprir a legislação, a empresa acabou penalizando a Berté junto à Justiça Trabalhista. "Tenho 21 anos no mercado e minha principal atividade é plantar floresta. Não corto uma árvore nativa para plantar uma exótica. Não trabalhamos com nenhum colaborador (funcionário) sem registro. Todos têm suas casas e alojamentos dentro do que preceitua a legislação trabalhista", garante o empresário.

    Em sua decisão, o juiz Ivan Tessaro, ao deferir o pedido de antecipação de tutela, com caráter inibitório, proibiu contratos por meio de gatos e determinou também que a empresa não aloje trabalhadores em barracos de lona e garanta a eles o fornecimento de água potável, filtrada e fresca, sob pena de pagamento de multa de R$ 20 mil. A Berté também foi punida com multa de R$ 1 mil por trabalhador encontrado em situação irregular.

   "Foi a única terceirização que fizemos e não vamos fazer mais. Infelizmente cometi essa besteira de contratar uma empresa para fazer a manutenção das fazendas sem exigir dela o cumprimento rigoroso da legislação. Como ela não cumpriu, sobrou para a gente", lamenta o empresário Vilmar Berté. Para ele, não houve condenação, mas sim orientação.

    O empresário destaca que as 18 fazendas nos municípios de Brasnorte, Juína, Dom Aquino, Juscimeira, São Pedro da Cipa, Alto Araguaia e Juruena, desenvolvem as mais modernas tecnologias. A Berté Florestal Ltda foi fundada em 86. Atua no ramo madeireiro. Desde 90 desenvolve pesquisas e plantio de floresta, cujos trabalhos se basearam no plantio de diversas espécies, dentre elas a Teca e o Eucalipto. Já plantou mais de 12 milhões de árvores em áreas degradadas do Estado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.