Últimas

Quarta-Feira, 09 de Maio de 2007, 07h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Empresário Berté nega trabalho escravo

   O empresário Vilmar José Berté, proprietário da Berté Florestal Ltda, com 18 fazendas em sete municípios do Estado, nega prática de trabalho escravo em suas propriedades. Ele explica que a decisão do juiz Ivan José Tessaro, da Vara do Trabalho de Juína, sede de sua empresa, foi mais no sentido de alertar para não haver mais contratação de mão-de-obra por meio dos chamados "gatos".

   Essa terceirização, de acordo com o empresário, só ocorreu junto à Carvão Ouro Branco para o trabalho de manutenção das fazendas. Por descumprir a legislação, a empresa acabou penalizando a Berté junto à Justiça Trabalhista. "Tenho 21 anos no mercado e minha principal atividade é plantar floresta. Não corto uma árvore nativa para plantar uma exótica. Não trabalhamos com nenhum colaborador (funcionário) sem registro. Todos têm suas casas e alojamentos dentro do que preceitua a legislação trabalhista", garante o empresário.

    Em sua decisão, o juiz Ivan Tessaro, ao deferir o pedido de antecipação de tutela, com caráter inibitório, proibiu contratos por meio de gatos e determinou também que a empresa não aloje trabalhadores em barracos de lona e garanta a eles o fornecimento de água potável, filtrada e fresca, sob pena de pagamento de multa de R$ 20 mil. A Berté também foi punida com multa de R$ 1 mil por trabalhador encontrado em situação irregular.

   "Foi a única terceirização que fizemos e não vamos fazer mais. Infelizmente cometi essa besteira de contratar uma empresa para fazer a manutenção das fazendas sem exigir dela o cumprimento rigoroso da legislação. Como ela não cumpriu, sobrou para a gente", lamenta o empresário Vilmar Berté. Para ele, não houve condenação, mas sim orientação.

    O empresário destaca que as 18 fazendas nos municípios de Brasnorte, Juína, Dom Aquino, Juscimeira, São Pedro da Cipa, Alto Araguaia e Juruena, desenvolvem as mais modernas tecnologias. A Berté Florestal Ltda foi fundada em 86. Atua no ramo madeireiro. Desde 90 desenvolve pesquisas e plantio de floresta, cujos trabalhos se basearam no plantio de diversas espécies, dentre elas a Teca e o Eucalipto. Já plantou mais de 12 milhões de árvores em áreas degradadas do Estado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Esforço de ex-senadora para eleger 2

rafael ranalli curtinha 400   Eleita no pleito de 2018 e cassada em definitivo em abril deste ano, a ex-senadora Selma Arruda, presidente do Podemos de Cuiabá, pode deixar o partido após o processo eleitoral deste ano. Segundo informações, a juíza aposentada se afastaria da política partidária para...

6 parlamentares já foram infectados

wilson santos 400 curtinha   Desde o início da pandemia, em março, seis dos 24 deputados estaduais já testaram positivo para Covid-19. O último foi Wilson Santos (foto). Ele disse que recebeu medicação e está em isolamento. Observa que a doença está no início e segue trabalhando...

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.