Últimas

Domingo, 17 de Junho de 2007, 14h:59 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

PALÁCIO ALENCASTRO

Empresário Mendes admite disputar prefeitura

    Sem alarde, o empresário Mauro Mendes, presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiemt), está a caminho do Palácio Alencastro. Nos bastidores, ele admite entrar no páreo, mas, publicamente, prefere dizer que ainda é cedo para se pensar numa candidatura à Prefeitura de Cuiabá.

    Mendes tem recebido incentivo do governador Blairo Maggi para encarar o projeto político. Ambos são velhos amigos e militantes do mesmo partido, o PR. Duas situações no cenário político têm deixado o empresário animado. Primeiro, percebeu que há um vácuo na oposição ao prefeito Wilson Santos (PSDB), que deve tentar um novo mandato. Segundo, porque considera inconsistente o projeto do deputado Sérgio Ricardo de tentar novamente a Prefeitura da Capital. Acha que Sérgio está blefando. No fundo, o deputado deseja é garantir o cargo de primeiro-secretário da Mesa Diretora, após cumprir os dois anos de mandato na presidência da Assembléia Legislativa.

     Trajetória

     Mauro Mendes é um empresário bem sucedido. É dono da Bimetal, fundada em Cuiabá em 89. Trata-se de uma das principais indústrias brasileiras no segmento de estruturas metálicas. Atua nas áreas de telecomunicações, energia e construções. Possui clientes até no exterior.

   A estratégia de Mendes é seguir o exemplo de Maggi, maior produtor individual de soja do mundo e que conquistou o governo do Estado, inclusive duas vezes, pregando um novo jeito de se fazer política. Desta já, o presidente da Fiemt adota o discurso do novo e explora a necessidade de se ter alguém na administração com perfil técnico e empresarial.

   Como ainda restam 15 meses para as eleições municipais, Mauro Mendes continua se articulando nos bastidores para, futuramente, anunciar a candidatura. Não quer cometer a mesma falha de 2004. Lançou seu nome a prefeito com muita antecedência, não suportou as pressões e as refregas políticas e, por fim, acabou desistindo no meio do caminho.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • aristóteles potter | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O mauro pode surpreender, pois estamos muito carentes de candidatos que venham proporcionar segurança quanto a junto a população em relação a capacidade de propor e executar propostas. O problema do mauro é que ele não é nada carismático, meio elitizado mesmo e pelo seu discurso defende a tese do "Estado Mínimo". Embora seja até um candidato com conteúdo a apresentar, o que não acontece com rabello (entende de musica sertaneja), sérgio ricardo (sabe vender carros), anildo lima barros (gosta de boi),wilson santos (sabe fazer discurso), etc., mas, para ser prefeito não é preciso ser político, mas, ter uma identificação com as causas populares, ter sensibilidade para governar com o povo, ter projeto de desenvolvimento sem esquecer a valorização do funcionário público e da cuiabania. Devido a esses critérios, que acredito que sejam indispensáveis para escolher o prefeito, que até o momento não tenho candidato.

  • rondon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É iso ai !!
    Temos que dar chance para os novos e sem vícios na politica.
    Politicos profissionais levaram Cuiabá para o buraco.

  • gumercindo cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se esse "almofadinha" não começar a sentir logo o cheiro do povo, já era...

  • gumercindo cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se esse "almofadinha" não começar a sentir logo o cheiro do povo, já era...

  • DONIZETE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VOCES ESTÃO VENDO O QUE ESTA ACONTECENDO COM O BLAIRO.PEGOU GOSTO DA POLITICA E NÃO LARGA MAIS, SEM ESSA DE IMPRESARIO QUERER SER POLITICO DIZENDO QUE VAI AJUDAR OS POBRE?????????????? SO BALELLA?????

  • paulo gioli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    por essas e muito mais que estarei com dona iraci franca
    esta sim é seria e competente, carismatica e do povo, de
    pessoas como os que foram citados estamos cansados. temos
    que dar um basta.

  • Mara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MAURO sempre se mostrou uma pessoa inteligente, articuladora e é uma pessoa nova na vida pública, conheci sua temporada acadêmica e sei que ele tem condições de retomar todos o carisma que existe em seu coração, ele precisa ter jogo de cintura com suas futuras alianças e não deixar a vaidade transcender sua essencia, é isso aí, precisamos de gente nova, com idéias avançadas para governar nossa cuiabá.Chega de mesmice, vamos arriscar...

  • Maria antônia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não podemos tratar a "coisa pública" como se estivessemos fazendo serviço voluntário ou caridade. A Gestão Pública é extremamente complexa e necessita de bons profissionais para fazê-la. Administrar empresa privada nada tem a ver com administrar o Estado. Vejam só o Blairo. Já cansou. Já quer passar o processo político para seu vice. Se ele não quer ouvir nem deputado, imagine o povo!!
    Também não podemos ter mais esses Zé-ninguem que querem enriquecer através do Estado.
    Até o Wilson que eu julgava ser preparado, faz uma administração longuinqua do povo e com uma meia duzia de amigos.
    Cadê os partidos que o ajudaram na eleição?
    Wilson trocou os aliados por empregados!!
    O processo eleitoral deve ter comprometimento. Esse negócio de politico profissional e não profissional não existe.
    o que precisa são de gestores públicos para cuidar do dinheiro público, economistas, administradores,assinstentes sociais, geografos, historiadores, engenheiros, arquitetos.Enfim, equipe de profissionais para as cuidar da coisa pública. Todo resto é balela!!

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com um na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha uma voz na Câmara. Trata-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista. Já vinha atuando como...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.