Últimas

Segunda-Feira, 03 de Dezembro de 2007, 13h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VARIEDADES

Encontrado morto empresário Osmar Borges

Osmar Borges esteve envolvido no escândalo da Sudam   O empresário José Osmar Borges, acusado de desviar pelo menos R$ 100 milhões da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), foi encontrado morto nesta segunda em sua mansão na Chapada dos Guimarães (a 110 km de Cuiabá). Em princípio, supõe-se que ele tenha sido vítima de enfarto. O corpo não traz sinais de violência.

   Segundo informações, Osmar Borges chegou em seu helicóptero neste domingo. Seus familiares desconfiaram de algo errado porque o empresário não retornou a Cuiabá nesta segunda. Neste momento, a perícia está na casa. A região foi isolada.

     O nome de Osmar Borges virou sinônimo de irregularidades. Até há três anos, seu nome frequentava o noticiário como maior fraudador da Sudam. Acusam-no de ter desviado mais de R$ 100 milhões em verbas da autarquia. Ele mantinha forte relações com políticos, como Jader Barbalho (PMDB-PA). Ele era dono de empresas como Pyramid Confecções, Royal Etiquetas,  Pyramid Agropastoril, Santa Júlia, Moinho Santo Antônio e Saint Germany. (Romilson Dourado e Simone Alves)

(Às 13h55) - Borges pode ter cometido suicídio

O delegado da Polícia Civil, João Bosco Ribeiro, já está no local acompanhando o trabalho da perícia criminal. Segundo informações da PM, o delegado trabalha com a hipótese de suicídio.

(Às 15h40) - Morreu envenenado, diz delegado

  O delegado João Bosco Ribeiro, de Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, confirma que o empresário José Osmar Borges morreu por envenenamento. O corpo foi encontrado no final da manhã desta segunda na mansão do próprio Borges, em Chapada dos Guimarães. O corpo já está sendo levado para o Instituto Médico Legal (IML).

(Às 15h43) - Empresário tinha ligação com o poder

   José Osmar Borges morreu aos 48 anos. Ele chegou a Cuiabá em 1990. Idealizava vários projetos. Construiu um império de fachada simples e financiado com dinheiro público. Evitava colunas sociais e fotos nos jornais. Em 2001 ele acabou chamando atenção pela rapidez com que acumulou investimentos. Foi alvo de oito processos, em Cuiabá e Várzea Grande. Chegou a ficar preso por dois dias. Investigações da Receita, realizadas entre 1997 e 1998, revelaram notas fiscais e recibos falsos ou superfaturados em até 400% nas suas empresas. No fim de 98, ao concluir as apurações, a Secretaria de Controle Interno do Ministério do Planejamento e Orçamento revelou que as empresas de Borges tinham R$ 111 milhões em aplicações irregulares.

(Às 16h10) - Mansão de Borges é vizinha da de Josino

   A mansão do empresário Osmar Borges, encontrado morto nesta segunda, fica ao lado da do também empresário Josino Guimarães, que esteve envolvimento em denúncias sobre supostas venda de setenças judiciais. As duas mansões estão localizadas no centro de Chapada dos Guimarães. Uma terceira pertence a Antonio Figueiredo, ex-secretário de Finanças do ex-prefeito e ex-governador Frederico Campos. Osmar Borges comprou a casa com uma paisagem cinematográfica de Valdir Piran, outro empresário envolvido em escândalo. Nela, ele construiu até um heliporto. Assim, chegava e saía a hora que bem entendesse sem despertar atenção da vizinhança.

(Às 17h13) - Borges deixa bilhete e toma veneno de rato

   José Osmar Borges deixou um bilhete que confirma o suicídio. Segundo o delegado João Bosco, o bilhete e restos de veneno de rato foram encontrados próximos ao corpo do empresário. "A dor é muito grande. Não deu", diz o bilhete. A polícia apurou que o veneno foi comprado por um funcionário da casa há pelo menos um mês a pedido de Borges. "Tudo indica suicídio. O empregado da casa também não viu nenhum movimento estranho, além de confirmar que havia comprado o veneno a pedido da vítima", declarou o delegado João Bosco em entrevista ao RDNews.

(Às 17h29) -  Velório será em Cuiabá

   Borges estava deprimido devido ao avanço de um câncer no cérebro, revelam as primeiras informações repassadas à polícia. O velório vai acontecer na Capela Jardins, sala das Orquídeas, ao lado do Pronto Socorro de Cuiabá. O corpo ainda está no IML de Chapada dos Guimarães.

(Às 18h50) - Borges já foi sequestrado 2 vezes 

   José Osmar Borges já figurou como sócio e amigo do ex-governador do Pará, ex-presidente do Senado e atual deputado federal, Jader Barbalho (PMDB-PA). Os dois compraram uma fazenda juntos, mas a sociedade ia além. O empresário teria desviado R$ 133 milhões de incentivos fiscais do Fundo de Investimento da Amazônia (Finam) em projetos aprovados por conta do apoio de Jáder Barbalho. A amizade foi assumida após a acusação de que aplicavam golpes milionários na Sudam. Em 2001, Borges foi preso pela Polícia Federal e teve seus bens sequestrados pela Justiça Federal, mas conseguiu um habeas corpus dois dias depois e continuou milionário.

   Ele foi indiciado por formação de quadrilha, falsificação de documentos e crime contra o sistema financeiro. Abafada a repercussão sobre o caso Sudam, o empresário ainda figurava como alguém que sabia demais. Tanto que, por duas vezes, somente no ano passado, foi sequestrado. Pelo menos no primeiro caso, a Polícia Militar suspeitou de um acerto de contas. No segundo sequestro relâmpago, ele foi roubado e espancado. Já no motivo de sua morte, a polícia não enxerga a mesma hipótese, pois ele deixou claros vestígios de suicídio.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • ze oreia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse ai pelo tanto que roubou ja foi tarde.. e outra coisa.. desde qdo chapada fica a 110 km de cuiaba??

  • cardosao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    somente um ze oreia como voce pra falar assim de uma pessoa que ja se foi, no minimo nao tem coragem pra gritar com um cao.

  • MARILDES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • lampião | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rafael Damian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse senhor é um dos maiores fraudadores individuais do Brasil quiçá da América Latina, responde a diversas ações penais na justiça estadual (todas prescritas PELO TEMPO MÁXIMO, OU SEJA, O ESTADO NÃO CONSEGUIU EM 12 ANOS CONDENÁ-LO), por sonegação fiscal e outros crimes, responde a algumas ações civis públicas também, fraudou a SUDAM, e conseguiu uma fortuna impressionamente, mas suicidou-se. Essa morte me fez refletir demais, parece que os erros que você comete acabam sendo pagos de alguma forma, infelizmente foi desta forma.

  • Benedito Fernandes de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Apesar dessa alegada má fama, Osmar Borges esteve em Nobres há uns dois anos atrás e chegou até a ser paparicado pelo staff de Maggi na oportunidade em que doou o linhão da Fazenda São Lucas para que o governo atenda moradores da região com o Luz no Campo. Era um homem cheio de problemas e com muitas soluções e até poderoso dado o tratamento que teve.

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.