Últimas

Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2008, 12h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

QUEBRA-QUEBRA

Encurralado, Lutero reage e acusa perseguição


Presidente da Câmara, Lutero Ponce (à esq.) bate-boca com Edivá Alves, sob observação de Dilemário Alencar e de Domingos Sávio
Foto: Delcio JB

  Colocado contra a parede pelos vereadores em reunião tumultuada nesta quinta, inclusive marcada por bate-boca, o presidente da Câmara de Cuiabá, Lutero Ponce (PP), declarou que está sendo vítima de uma conspiração por parte dos colegas. Segundo ele, a intenção é derrubá-lo da Mesa Diretora. "Eles (vereadores) estão achando que eu vou perder o mandato por infidelidade partidária e querem antecipar a eleição da Mesa", disse Lutero.

    Segundo o presidente, está havendo uma perseguição política por parte dos manifestantes. Foi um recado aos vereadores Edivá Alves (PSDB), Ivan Evangelista (PPS), Dilemário Alencar (PTB), Domingos Sávio (PMDB), Júlio Pinheiro (PTB) e Deucimar Silva (PP).

   Lutero enfrentou os vereadores na sala de imprensa, ao lado do plenário. Em princípio, cinco se reuniram para cobrar da Mesa o reinício imediato das sessões, cujo início deveria ser nesta quinta. Eis que Lutero flagra o "motim". Começa, então, a troca de farpas. Frente-a-frente, Edivá deu uma prensa em Lutero, ao cobrar o motivo pelo qual não foi publicado na Gazeta Municipal o projeto de lei que reduz o recesso parlamentar de 90 para 55 dias - leia mais aqui.

    Na defesa, Lutero joga a culpa nos vereadores Marcus Fabrício (PP) e Mário Lúcio (PMDB), que também fazem parte da Mesa Diretora. "Eles (Fabrício e Mário) saíram antes do dia 15 sem assinar o documento e só voltaram depois do Carnaval". O presidente da Câmara alega que o retorno não será possível, pois, não houve a reformulação do Regimento Interno. A mudança se deu apenas na Lei Orgânica do Município. Alega ainda que não sabia que a proposta não havia sido publicada. "Quando saí de férias deixei assinado. Só fiquei ciente que não havia sido publicado no Carnaval", diz Lutero, que curtiu vários dias as praias do Rio.

   Em meio ao bate-boca, o vereador Ivan Evangelista disse a Lutero que a culpa da falha de envio para publicação era toda do presidente, ou seja, do próprio Lutero. "Você (Lutero) que é culpado, porque você que é presidente da Câmara", atacou o socialista. Os vereadores disseram que telefonaram para Lutero, mas nunca foram atendidos.

   Mais uma vez, Lutero se defende: "Ninguém nunca me ligou. Se quiserem posso até pedir a quebra de sigilo do meu telefone. Só não me encontrou quem não quis". Numa tentativa de encerrar o "barraco", Lutero resolve assumir a culpa. "Então tá, assumo o erro e começamos a sessão no dia 15".

   O presidente avalia que não há lógica o Legislativo retornar nesta quinta, já que a Assembléia retoma as atividades em 12 de fevereiro. "Não há razão para iniciarmos as atividades praticamente uma semana antes da AL", argumenta Lutero. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • DONIZETE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o mp tenhe que abrir as cortina da camara para a populaçao sabe a realidade desta casa do povo ai so tenhe coroneis.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Atenção muita atenção respeitado publico!!! O Gran-Circo Politicalhas tem a grata satisfação de apresentar mais um horroroso espetáculo no tragicômico palco da Câmara Municipal de Cuiabá. Não percam esse grandioso show eleitoral 2008!!! Venham todos e tragam a sua família!!! Se somos nós que pagamos com o nosso suor as taxas, para ter o direito de assistir todas as palhaçadas, vamos participar e dá boas gargalhadas.

    Desculpem-me cidadãos se exagerei... Infelizmente é assim que me sinto neste ano eleitoral. Cada um desses vereadores canditados não passam de personagens de picadeiros circenses.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Parlamento brasileiro, de um modo geral, é pródigo em não trabalhar durante o ano todo e, ao final, se autoconcederem generosas férias de dois a três meses. A Câmara Municipal de Cuiabá, hoje composta por alguns cidadãos incapazes de cumprir com suas atribuições e que servem somente para denegrir ainda mais esse parlamento circundado por denúncias de corrupão e nepotistamo, não poderia ser diferente das demais instituições similares do país. Para o povo cuiabano, verdade seja dita, pouco se lhe interessa o dia em que esses eternos preguiçosos retornarão ao trabalho (???), porque nunca fizeram nada em benefício desse próprio povo e sequer cumprem os nobres vereadores com a sua tarefa constitucional, que é legislar em benefício da coletividade; Para a nossa sociedade, pouco nos importamos com esses incompetentes travestidos de políticos; afinal, o que eles querem mesmo é aparecer nas páginas dos jornais, na televisão, no rádio, na internet. Trabalhar que é bom mesmo, necas de catibiribas. Por falar em trabalho, qe a nossa operosa Justiça Pública, Ministério Público e outros, terminem logo as apurações sobre os crimes que teriam sido praticados pelos atuais e anteriores membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal da Capital. Afinal, se todos os que praticaram corrupção e se enriqueceram ilicitamente nas duas legislaturas forem condenados por seus crimes, certamente num futuro que espero próximo, poderão estar descansando (não é disso que eles gostam ?)tranquilamente e por período muito mais longo numa das "confortáveis" penitenciárias de nosso Estado.

  • Anti " SAFADO" | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em minha opniao tinha que TROCAR todos esses vereadores ... só tem gente despreparada neste meio , alias , só MARINHEIRO de primeira viagem !!! Xô safadeza ...

  • JUCA DO GUARANA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O MINISTERIO PUBLICO DEVERIA DESOLVER ESTA CASA QUE DEVERIA SER A CASA DE LEIS MAIS HOJE É CASA DA VERGONHA

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SETIA BOM SE ESTES VEREADORES ESTIVESSEN DISCUNTIDO POR MELHORIAS PARA O POVO, E NÃO POR MAIS PODER. PRA MIM SÃO TODOS FARINHA DO MESMO SACO !!

Avaliar realiza pesquisa em Cuiabá

antero 400   O instituto Avaliar Pesquisa e Comunicação Estratégica, vinculado ao ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto), foi contratado pelo site Preto no Branco, do próprio Antero, para realizar uma pesquisa sobre intenções de voto para prefeito e vereador de Cuiabá....

Patriota, vários evangélicos e cantor

oscemario daltro 400 curtinha   O nanico Patriota, hoje sem um assento na Câmara de Cuiabá, lançou chapa completa para vereador, com 38 nomes. E pode eleger até dois. A proporcional acaba se fortalecendo porque o partido tem cabeça de chapa ao Executivo, o ex-prefeito por dois mandatos Roberto França. Entre...

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...