Últimas

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2007, 15h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Enock condena agressão e nega panfleto apócrifo

 

    O jornalista Enock Cavalcanti classificou de absurdas as agressões sofridas pelo sindicalista Gilmar Brunetto, um dos integrantes do Movimento Cívico de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE). Assegura que o material que seria alvo de apreensão não é apócrifo. Enock explica que trata-se de um jornal do MCCE, redigido e editado por ele próprio, retratando denúncias do Ministério Público contra deputados da Assembléia Legislativa. O material, destaca o jornalista, tem apoio e respaldo de vários segmentos, como da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT) e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Enfatiza também que o MCCE foi criado com base na Lei 9.840 e está constituído nacionalmente - clique aqui e confira.

     Foram confeccionados cinco mil exemplares com denúncias contra parlamentares mato-grossenses. Militante do PT, Enock Cavalcanti observa que, primeiro, o MCCE levou as denúncias aos deputados, para os quais foram distribuídos cópias e disquetes com todo conteúdo das acusações do MP. Agora, numa segunda etapa, foi editado um jornal para distribuição à população. Ele acusa dois funcionários da Assembléia de agredir Gilmar Brunetto. Enock conta que quando chegou ao local encontrou Eduardo Jacob, que atua na Assembléia, e este interviu para que o caso fosse resolvido de forma pacífica. Disse que Jacob, no instante em que interceptava Brunetto próximo da Assembléia, afirmou que o deputado José Riva havia conseguido na Justiça um mandado de busca e apreensão do material.

     Brunetto foi detido é encaminhado à Delegacia Metropolitana, sob acusação de distribui panfletos apócrifos. Foi submetido a exames de corpo delito.  O MCCE manteve contato em busca de apoio com várias entidades e com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

Bolsonarista esperançoso no Patriota

roberto franca curtinha   Roberto França (foto) decidiu fazer uma aposta arriscada com vistas às urnas de outubro. Aos 71 anos, metade deles ocupando cargos eletivos, como de vereador, deputado estadual e federal e prefeito de Cuiabá, ele trocou um partido nanico por outro, do PV para o Patriota. A esperança do...

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.