Últimas

Sexta-Feira, 11 de Abril de 2008, 16h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

VÁRZEA GRANDE

Entre Júlio e Maksuês, Neto avisa que fica neutro

Deputado Campos Neto  Apesar de pertencer ao PP e já ter dito anteriormente que apoiaria o democrata Arilson de Arruda, que já jogou a toalha como pré-candidato a prefeito de Várzea Grande, o deputado Campos Neto (PP), licenciado por 121 dias da Assembléia, resolveu se manter neutro. Ele adianta que, independente dos candidatos, não vai subir em nenhum palanque durante as eleições no município onde reside e já foi vereador, inclusive presidente da Câmara Municipal.

    "De um lado tem Júlio Campos com quem tenho uma ligação forte pelo parentesco e, por outro, um colega de partido a quem respeito. Por isso não vou subir no palanque", destacou Campos Neto, numa referência ao também deputado Maksuês Leite. Apesar disso, Neto afirma que pretende ajudar os dois na campanha. Disse que ainda não recebeu incubência do deputado José Riva, a que chama de orientador político. Enquanto se mantém afastado do legislativo, Campos Neto percorre municípios do interior. Quer ampliar sua base, além da Baixada Cuiabana.

  Sobre a possibilidade de Wallace Guimarães vencer Júlio Campos na briga interna no DEM por candidatura à sucessão do prefeito Murilo Domingo, Campos Neto preferiu se calar. Limitou-se a dizer apenas que ambos (Júlio e Wallce) são seus amigos. "Não quero deixar ninguém magoado ou bravo comigo. Podem me interpretar errado e preciso do apoio dos deputados", enfatiza.

   Na AL, Campos Neto tem uma atuação meio apagada, sem grande representatividade e é muito criticado por não fazer projetos que beneficiem a população de Várzea Grande, seu colégio eleitoral. Questionado sobre o assunto, o parlamentar argumenta que suas ações são feita à "mineira", sem precisar de grandes estardalhaços. "Fico quieto, não me exponho, mas vira-e-mexe aparece uma obra de Campos Neto. As respostas vêm nas urnas. A votação me deixa sempre nas cabeças", ressalta. 

    Campos Neto chegou a entrar na disputa a prefeito, em 2004. A um mês do pleito e em meio a divergências internas no então PFL (hoje DEM), resolveu desistir. O PFL, então, lançou Wallace, que perdeu para Murilo por uma diferença de 588 votos. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • ajsantos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quem que nao sabe que incopetente do campos neto e primo ou tem uma ligacao muito forte com a familia do macsues leite leite, como chama a tia do campos neto casada com um tal de joao federal [TIO DESTE INCOPETENTE}ah me lembrei!zilda leite de campos! tem mais como chama mesmo o pai deste imcopetente?ah me lembrei ARI LEITE DE CAMPOS,só muda a cor do saco os gatos sao os mesmos!

  • Carlos Wilson Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou eleitor do deputado Campos Neto e quero lhe parabenizar pela forma lúcida de suas colocações. Nem sempre políticos jogam limpo e falam abertamente o que pensam e sentem. Quero também parabenizar este blog, no meu conceito um dos melhores veículos de comunicação da imprensa de Mato Grosso.

    Carlos Wilson Souza - Advogado

  • SILVIO G RODRIGUES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É DO PP?? EU JÁ SABIA

  • Marcos Santa Rita | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    interessante,como esses politicos mudam de posição de acôrdo com o vento. Trabalho no TCE-MT e até sou colega das duas irmãs do nobre deputado Campos Neto, e até poucos dias atráz o Conselheiro Ary Campos e seu filho C.Neto viviam bajulando o então Cons.Julio Campos para sair do TCE e ser candidato a Prefeito de Várzea Grande pelo DEMOCRATAS, com apoio do PP. O conselheiro ARY que sempre fala alto demais, gritava pelos corredores,SAIA candidato JULIO por que senão um desses dois sem-vergonhas Wallace ou Macksues viram Prefeito e terminam de acabar com V.grande,que esta´uma bosta na gestão do Murilão. VOU apoia-lo e o Neto vai indicar o Pente Fino ou Arilson para ser o seu Vice. E pelo visto o Dr.Julio ,acreditou....tanto que deixou o TCE e foi para luta em V.Grande, agora leio no RDNews que o Dep.C.Neto esta roendo a corda e dando uma de Poncio Pillatus, durma com esse barulho. Crie vergonha seo ARY,embora pelo que tenho lido o Julio Campos ganha essa eleição mesmo sem apoio dessa dupla de caipirasARY E NETO;...

  • Zé Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem vai querer o apoio de um deputado, que quando teve a chance de ser prefeito de sua cidade, fugiu do pau!
    Quem vai querer o apoio de um deputado, que deve suas eleições ao trabalho persuasivo do pai, lá no TCE!
    Quem vai querer o apoio do pior deputado estadual de Mato Grosso de todos os tempos.
    Aceite um conselho de alguém que não quer mais o estado tendo despesas com um deputado que nada faz. Arrume suas coisas e vai trabalhar moço...

    Zé Cuiabano - Quero ver este deputado ser eleito, quando seu pai aposentar do TCE... Para bom entendedor, uma frase basta!

  • IMAOS DE CUIABA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O DEP COMPOS NETO ESTA APENAS PAGANDO COM A MESMA MOEDA NA ELEIÇÃO DE 2004 A DUPLA JULIO E JAIME DEU CORDA PARA COMPOS NETO SER CANDIDATO A PREF. DE VARZEA GRANDE E DEPOIS O ABANDONOU NEM NO PALAQUE SUBIU ALEGANDO QUE ESTAVA STRESSADO CANSADO OBRIGOU C. NETO A DESISTIR PARA ELE(JAIME) LANÇAR WALACE E NO FINAL APOIOU O MURILO E SE CAMPOS NETO FALAR TUDO EU SOU TESTEMUNHA

  • Paulo Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa postura incoerente do Deputado é muito ruim para a cultura partidária do país. Mas é boa para o Julio que não o terá no palanque. E boa também para o Maksues que estará longe dele.

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUERO PARABENIZAR O LEITOR ZÉ CUIABANO, PELO SEU COMENTARIO SOBRE O DEPUTADO C. NETO E SEU MOR PAI, FAÇO DE SUAS, MINHAS PALAVRAS,E DIGO MAIS, NAQUELE TRIBUNAL, ATÉ OS GARÇONS ANDAN DE NARIZ EMPINADO, COMO SE FOSSEN GENTE IMPORTANTE, É PRA ACABAR.!!!

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...

Kalil, ausência e críticas de educadores

gilmar ferreira 400 curtinha   O candidato a prefeito de Várzea Grande Kalil Baracat (MDB) não foi a um evento realizado pelo Sintep para apresentar suas propostas aos técnicos e professores da educação básica. A ausência e sem apresentar justificativa deixou professores na bronca. O sindicalista...