Últimas

Sexta-Feira, 23 de Março de 2007, 08h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Envolvido em escândalo dá consultoria a Jaime

    O ex-assessor da senadora Serys Marly (PT), João Policena Rosa Neto, agora mudou de endereço de trabalho. Está lotado no gabinete do também parlamentar mato-grossense Jaime Campos (PFL). Policena é aquele que teve o nome envolvido na máfia dos sanguessugas como sendo, segundo os Vedoin, a pessoa do gabinete da petista que supostamente intermediara negociação de emendas.

   Um dos especialistas em matéria orçamentária, Policena já prestou assessoria para o ex-senador e hoje deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) e depois passou a auxiliar no gabinete de Serys. Com o envolvimento do seu nome no escândalo, a senadora o afastou do gabinete. Agora, ele trabalha para a liderança do PFL no Senado e presta consultoria no gabinete de Jaime.

  Em julho do ano passado, durante depoimento ao juiz federal Jefferson Schineider, da 2ª Vara Federal de Mato Grosso, o empresário Luiz Antônio Vedoin citou o nome de Policena e também do genro da senadora Serys, Paulo Roberto, como supostos interlocutores de negociação de emendas. Vedoin havia observado que, à época, cobrou de Policena "o fato de não estar conseguindo fazer as licitações como havia combinado". O combinado teria sido com o genro da senadora. Vedoin afirmou ter pago R$ 35 mil a Paulo Roberto com a promessa deste articular a apresentação de emendas de Serys com vistas a compra de ambulâncias. Dois meses depois, Roberto e Policena, além de outros assessores da senadora, foram ouvidos pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Negaram qualquer ligação com Vedoin.

  A ex-secretária da Planam, Maria Estela da Silva, em depoimento ao Conselho, disse que Policena ligava para o celular pessoal de Darci Vedoin que, junto com o filho Luiz Vedoin, liderava a chamada máfia dos sanguessugas. Policena revelou em seu depoimento que era ele o responsável pela formulação do texto das emendas orçamentárias assinadas por Serys, admitiu conhecer pessoalmente os Vedoin, mas negou que os empresários tenham feito cobranças a ele em relação à execução das emendas da parlamentar. Reconheceu, porém, ter encontrado Luiz Vedoin, filho de Darci, entre o final de 2005 e o início de 2006 nos corredores do Congresso, e que conversou sobre a não-execução das tais emendas.

   Por fim, o Conselho mandou arquivar as acusações contra a senadora Serys por falta de provas. Hoje, Serys processa cível e criminalmente os Vedoin pelas denúncias 'infundadas'.

   Reação

   O senadora Jaime Campos confirmou que Policena é seu consultor e o classifica como uma pessoa que 'entende bem de orçamento'. "Faço parte de várias comissões temáticas e sou relator de uma delas. É importante ter alguém com amplo conhecimento técnico para nos auxiliar", disse o parlamentar, há três meses no cargo.

    Jaime observou que João Policena é funcionário efetivo do Senado e que 'apenas está cedido para o gabinete e para a liderança do PFL'. Perguntado sobre o envolvimento do servidor no escândalo dos sanguessugas, o parlamentar mato-grossense esquivou-se: "Não sei disso. Juro por Deus que eu não sabia!".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...