Últimas

Sábado, 05 de Setembro de 2009, 09h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

COMUNICAÇÃO

Época destaca disputa política pela exploração do pré-sal

   O jogo de interesses em torno da exploração do pré-sal, tida como uma verdadeira miragem para 190 milhões de brasileiros, é destaque na revista Época desta semana. O governo tenta colocar regras na exploração da camada do pré-sal, uma extensa área de 149.000 quilômetros quadrados, ao longo da costa que vai do Espírito Santo a Santa Catarina, onde se pode achar petróleo de alta qualidade a profundidades entre 5.000 e 7.000 metros no fundo do mar.  Até agora, não houve nenhum acordo porque políticos disputam a “tapas” a possibilidade de explorar o local.

  A princípio, o Planalto só assegurava a distribuição dos royalties e participações especiais aos Estados produtores. “Isso deixou três governadores (Rio de Janeiro,  São Paulo e Espírito Santo) irritados e poderia dar margens a contestação no Supremo Tribunal Federal”, revela a revista Época, que chega as bancas, neste domingo (6). Pensando nisso, o governo federal resolveu redigir um novo artigo, onde os direitos consagrados na distribuição dos royalties aos produtores também são garantidos. Resta saber se o projeto será aprovado.

   A Época desta semana destaca também as mudanças na legislação eleitoral, que podem valer já para 2010 e foram aprovadas por unanimidade pelas comissões de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).  Se aprovada pelo Congresso, a lei vai restringir o uso livre da internet durante os períodos eleitorais. A ideia é que sites de notícia funcionem da mesma maneira como o rádio e a televisão: os veículos informativos, sejam portais ou blogs, só poderão fazer menção a um candidato cedendo o mesmo espaço a todos os outros. Também ficam vetadas opiniões. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • THIAGO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na verdade o Pré - sal é apenas politcagem, pois os engenheiros ainda nem sabem como vão retirar o óleo que esta nas profundezas da terra, e a Petrobrás já esta gastando milhões do nosso suado dinheiro em propagandas ridículas, refiro nosso suado dinheiro por somos nós que bancamos a Petrobrás com o preços elevados de seus derivados, muito além dos padrões internacionais. Então amigos fiquem de olho, pois até a agora só estamos ouvindo barulho mas nada de concreto foi realizado. Para mim é uma grande farsa para os políticos perdurarem no poder.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...