Últimas

Domingo, 26 de Agosto de 2007, 09h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

RUMO A 2010

Eraí Maggi admite pré-candidatura ao Senado

    O empresário Eraí Maggi, primo do governador Blairo Maggi e o novo rei da soja, revelou neste domingo que deve concorrer ao Senado em 2010. Apesar disso, considera muito cedo abrir essa discussão agora. No ano passado, Eraí chegou a ensaiar o mesmo projeto pelo PDT. Acabou desistindo de última hora. Hoje, se vê fora da militância política, apesar de atuar forte nos bastidores. Ele nem sabe se está mais filiado à legenda pedetista. "Estou mais fora do que dentro (do PDT). Partido não importa muito. Não é como antigamente, que existia ideologia. Hoje, a cada ano surgem novos partidos. Tem até o PT do PT (numa referência ao Psol)". A decisão de se distanciar da legenda pedetista pode ter sido motivada pelas críticas ao governo advindas do presidente estadual, deputado Otaviano Pivetta.

   O primo do governador destaca que tem recebido incentivo do empresariado ligado ao agronegócio para disputar cargo eletivo. Por isso, não descarta uma candidatura majoritária. Em 2010, estarão em jogo duas das três cadeiras de senador por Mato Grosso. Entre outros possíveis candidatos estão o próprio governador Maggi, o deputado federal Wellington Fagundes (PR), o vice-governador Silval Barbosa (PMDB), os atuais senadores Jonas Pinheiro (DEM) e Serys Marly (PT), além do deputado estadual José Riva (PP).

    Mesmo com a pretensão política para 2010, o empresário não entende que deva mergulhar nas eleições municipais do próximo ano em defesa de candidaturas a prefeito e a vereador. Destaca que a cada pleito o cenário muda. Cita como exemplo o que aconteceu com o hoje governador Maggi. "Antes de ser candidato pela primeira vez, o Blairo, ainda no PPS, correu o Estado inteiro e ajudou na eleição de 21 prefeitos e 19 vice. Depois, ele chegou ao governo do Estado com apoio de apenas cinco prefeitos".

   Na concepção de Eraí, o primo Maggi realiza "um bom governo". Questinado sobre as críticas ao governador, segundo as quais a administração está cansada e muita lenta em relação à do primeiro mandato, o empresário dispara: "Quem fala isso é porque já quer pegar o governo. Mato Grosso é um canteiro de obras. Pode não ter o mesmo ritmo das obras do começo do governo por causa da crise, mas as parcerias com os consórcios estão acontecendo".

   Eraí Maggi é diretor-presidente do Grupo Bom Futuro, que planta próximo de 200 mil hectares de soja no Estado, além de 70 mil hectares de algodão. Somente na exploração da oleaginosa emprega mais de 3 mil funcionários. Na produção de soja já supera o Grupo Amaggi, do primo Blairo.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    di novo, di novo, di novo....

  • alonso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse senhor pode até ser candidato a senado ,mas duvido que o pessoal do pdt o deixem sair pela sigla pois o mesmo roeu a corda na eleição passada, covardemente deixou o partido a ver navios, é uma pessoa vacilante e sem direção politica sem norte.

  • stenio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    KKKKKKKKKKKKKK...outra vez?? duvido na hora H ele vaza nem os produtores rurais acreditam nele ele deve fazer dupla com o otaviano piveta outro vacilão que desistiu da senatória com medo, os dois são tremulos não são de decisão.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A primeira pergunta que devemos fazer é quem é esse Erai Maggi, com certeza a resposta da população será:Primo do Governador Blairo Maggi.
    A segunda pergunta é oque este senhor já fez para o estado de Mato Grosso ou qual o trabalho prestado para a sua população, com certeza a resposta será nada.
    A terceira pergunta é como que este cidadão sonha em ser senador pelo nosso estado?
    Será que ele acha que o povo mato - grossesse é formado por idiotas!
    Sr. Erai Maggi não substime a sabedoria do povo!

IFMT e novo laboratório pra testagem

deiver 400 curtinha   Numa iniciativa inédita, o Campus do IFMT Cuiabá - Bela Vista, sob o diretor-geral Deiver Alessandro Teixeira (foto), terá um novo laboratório a ser utilizado para análise sorológica da Covid-19, através da pesquisa de IgG e IgM. A obra, orçada em R$ 1 milhão,...

Comitê chama órgãos fiscalizadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Para colocar fim às críticas sobre suposta falta de transparência na aplicação dos recursos transferidos a Cuiabá pelo governo federal com vistas ao enfrentamento à pandemia, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) determinou que seu secretário de Saúde, Luiz...

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.