Últimas

Sexta-Feira, 16 de Maio de 2008, 20h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Estado embarga 15 mil ha de áreas desmatadas


Imagens mostram 3 das 8 áreas embargadas no Araguaia, uma delas de assentamento e outra de reserva legal
Fotos: Sema

  A secretaria estadual de Meio Ambiente anunciou nesta sexta o embargo de 8 propriedades que tiveram áreas desmatadas ilegalmente. A Sema montou uma força-tarefa com fiscalização in loco na região do Araguaia. Promete outras ações nesse sentido para combater o desmate ilegal, depois do alerta geral do Inpe e da repercussão negativa internacional.

   O secretário de Meio Ambiente, Luis Henrique Daldegan, diz que as áreas, em sua maioria, têm como proprietários pessoas que não são do Estado. Segundo ele, 4 proprietários são de Goiás e outros 2 de São Paulo. Aproveitou para defender os produtores mato-grossenses. “Os produtores de Mato Grosso estão atentos à legislação e cada vez mais vêm diminuindo o desmatamento. Nas áreas embargadas, por exemplo, há 2 propriedades de fazendeiros mato-grossenses que estavam com Licença Ambiental Única (LAU) e foram vendidas para pessoas de outros Estados que, mesmo com a LAU, desmataram áreas de Reserva Legal, ato que é proibido”.

   As áreas embargadas correspondem a 15 mil hectares e estão localizadas em São Félix do Araguaia, Vila Rica, Querência e Gaúcha do Norte. Os proprietários foram autuados. As multas somam R$ 4,5 milhões. Uma área com 446 ha de desmate dentro de reserva legal gerou multa de R$ 2,3 milhões. O desmatamento em áreas passíveis de exploração varia de R$ 100 a R$ 300 por ha. Já em áreas de reserva legal, o valor fica entre R$ 1,5 mil a R$ 5 mil. Essa foi a única área detectada como de reserva legal.

   Áreas embargadas não podem ser vendidas ou mesmo manter atividades produtivas. Os crimes ambientais foram detectadas pelos dados do sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter) de janeiro e fevereiro deste ano. Foram fiscalizados 8 municípios em um total de 65 pontos que, de acordo com o Deter, estariam desmatados. A derrubada de mata ocorreu de fato em 17 destes pontos, que estão nas 8 propriedades com áreas embargadas e em locais de assentamentos.

   Durante a ação de fiscalização da Sema, os técnicos também verificaram desmatamentos de 729 ha em assentamentos feitos pelo Incra. Nesse caso, as áreas devem ser autuadas pelo Ibama. (Simone Alves com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • felipe souza dos anjos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que se pode esperar da politica ambiental deste Estado com um cidadão deste na frente da secretaria de meio ambiente???absolutamente nada, omissão e descaminho.

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Onde há fumaça há fogo né Daldegan e Maggi.
    Querem contestar o Governo Federal, porém invés de prepararem relatórios para uma defesa que somente interessa a quem destrói a natureza deviam ficar mais atentos e proteger o meio ambiente no estado, afinal de contas, vocês e seus familiares também dependem do meio ambiente para sobreviver. O dinheiro é necessário, mas dinheiro sem meio ambiente não vale nada.

  • Amelio dias gonzales | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tudo conversa fiada, uma fraca jogada de marketing ambiental. Dias desses, o governador veio com um discurso formatado em brasilia, em reunião de seus apaniguados sem conhecimento técnico, dizendo que o desmatamento é necessário até pelo questão de segurança alimentar, e que o mundo está ficando sem alimento,e o resultado foi uma repulsa nacional e internacional com sua desastrosa declaração. E agora, o governador, usando a sua secretaria de meio ambiente para declarar que os produtores rurais de mato grosso são santos, não desmatam, e vêm a público anunciar áreas embargadas, todas de proprietários de outros estados, escolhidos a dedo pela sua incompetente assessoria na área ambiental, e aproveitam as reuniões com a comissão de senadores para anunciar mais esse fato que tentam escamotear a irresponsabilidade do setor agropecuário do Estado, que em todos estes anos gerou um passivo ambiental capaz de triplicar a produção agrícola brasileira sem nenhuma necessidade de derrubar uma árvore. E como fato novo, os agricultores inescrupulosos, ansiosos por ampliar ainda mais o passivo ambiental e legalizar a irregularidade cometida ao longo dos anos na subtração das áreas de reserva legal, que atualmente é 80%, estão articulando para retornar a 50% da área total de uma propriedade, ou seja, com promoção de nova devastação e regularização dos crimes ambientais já cometidos. Esse pessoal não têm jeito, e esperamos que o novo ministro de meio ambiente realmente intensifique mais a fiscalização e deflagre mais operações, pois pelo jeito têm muito gente que não aprendeu a respeitar a legislação ambiental ou se preocupar com as futuras gerações.

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

Mauro e os "cabeças chatas" do CE

mauro mendes 400   O governador Mauro Mendes está disposto a conhecer a experiência da  educação pública  do Ceará, que há anos apresenta os melhores índices no Ideb e é orgulho dos irmãos Ciro e Cid Gomes, ex-prefeitos de Sobral e ex-governadores. Até pretende...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.