Últimas

Domingo, 07 de Janeiro de 2007, 09h:42 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

MINISTÉRIO PÚBLICO

Estado foi notificado sobre caos em penitenciária

   

     Desde novembro do ano passado, o Ministério Público já havia alertado e notificado a Estado quanto à necessidade de promover reformas na penitenciária de segurança máxima Major Zuzi Alves, em Água Boa (a 720 km de Cuiabá). Nenhum providência, porém, foi tomada, lamenta a promotora de Justiça, Michelle de Miranda Villela.

     A omissão do Estado agravou ainda mais a situação da unidade presional com a rebelião dos presos a partir da última quinta. Num clima de tensão, 61 deles exigem transferência imediata para a penitenciária Pascoal Ramos, em Cuiabá, e estavam mantendo como reféns dois agentes carcerários, um deles ferido levemente. 

    Ao constatar os danos causados no interior da penitenciária na rebelião de setembro do ano passado, a promotora Michelle notificou a secretaria de Justiça e Segurança Pública para providenciar as reformas, o que não foi feito. Ela alertava, na ocasião, que a estrutura física estava precária. Além de faltar duas das três portas de contenção, os buracos feitos na parede durante o motim não tinham sido tampados. "A situação é grave. Todas as vezes que os carcereiros precisam ter contato com os presos é necessário o acompanhamento de policiais militares, cuja função seria somente de assegurar a vigilância externa do estabelecimento prisional", informava a promotora. Ela também alertou que os cerca de 300 detentos estavam sem assistência médica e odontológica, o que obriga a utilização do posto de saúde do município para a prestação desses serviços.

     "O fato tem causado insegurança à população. O direito constitucional de ampla defesa do encarcerados não está sendo cumprido já que não há defensor público na Comarca", completa a promotora, para, em seguida, concluir: "Se tais situações persistirem, o MPE poderá pedir a interdição do local até que sejam cumpridos os direitos básicos garantidos pela lei".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Políticos e prisões nos últimos 2 anos

gaspar lazzari 400 curtinha   Vários políticos, que exerceram mandatos eletivos, como de vereador, prefeito, deputado e de governador, foram em cana nos últimos dois anos em MT. Eis alguns deles com passagem pelo cárcere: ex-governador Silval Barbosa, ex-deputados José Riva, Mauro Savi e Gilmar Fabris e o hoje...

Contratos da MTI vão ser suspensos

kleber geraldino mti curtinha 400   O governador Mauro Mendes vai determinar que o presidente Kleber Geraldino Ramos dos Santos (foto) suspenda todos os contratos da Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI - ex-Centro de Processamento de Dados do Estado), após ser informado de irregularidades em pelo menos dois...

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.