Últimas

Domingo, 15 de Junho de 2008, 22h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

Artigo

Estamos assombrados

   Há perigo quando a sociedade se assombra ante o desmando com a res pública.

  O Rio Grande do Sul, com sua história de lutas em defesa de ideais e princípios éticos e morais, anda nauseado com o odor que exalou dos esgotos governamentais destampados pela ação da polícia federal.

  Gabavam-se os gaúchos de que neste solo havia seriedade, honradez e honestidade com a gestão pública. Aos poucos, como em quase todos os Estados Federativos foram sendo desnudadas as táticas maquiavélicas e repugnantes de agentes políticos os quais, por anos a fio, foram tidos como autoridades sem a mácula da corrupção.

  O castelo foi bombardeado tão de repente que o assombro abraça o dia e a noite de toda a sociedade. Foi-se a última flor do lácio. O Rio Grande é um mar de corrupção, com enormes somas desviadas para contas pessoais e suprimento de campanhas eleitorais. Enquanto isso a gestão pública se arrastou pesadamente porque não havendo recursos no tesouro todos os serviços públicos apresentaram deficiência. Servidores públicos das mais diversas categorias há muito não conseguem sequer repor as perdas inflacionárias e os serviços de saúde estadual não recebem o percentual de repasse previsto constitucionalmente, apresentando enormes deficiências e eivando de morte prematura muita gente, apenas para citar alguns dos maus exemplos de como administrar só para os interesses pessoais.

  O problema, segundo as informações que vão se apresentando, não é recente. Mais provável que seja de décadas, apesar de que há um viés de defensores que diz que os homens do passado foram incapazes de cometerem ilicitudes com a proporção que hoje se apresenta. Mesmo em tempos de repressão alguma coisa teria vindo à tona.

   A perda da confiança na autoridade constituída pelo próprio povo, obrigado ao voto, é coisa muito grave, porque o ente público passa a ser contestado e o respeito às regras se esvaece. A sociedade fica frágil, com fendas abertas capazes de deixar que adentre qualquer ilusionista que venda uma nova esperança.
A estação fria do inverno trouxe para os gaúchos um redemoinho de desgraças como os ventos uivantes nas noites geladas e cobertas de geadas. O descrédito toma conta das famílias e as crianças não conseguem ter heróis.

  Os partidos políticos foram soterrados pela ganância do poder, apesar do discurso de cada um tentando convencer o que os fatos escancaram e deploram.
O governo, combalido, tenta ressurgir das cinzas. Não sendo uma fênix vai mancar até o fim. E tudo isso se dá porque somos omissos politicamente.

   Sandra Silva é socióloga, jornalista e articulista e reside em Alegrete (RS) - sandrasilva33@yahoo.com.br

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.