Últimas

Domingo, 27 de Dezembro de 2009, 11h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

ARTICULAÇÃO

Estilo trator de Éder pode tirar votos do governista Silval

  O executivo Éder de Moraes, um dos secretários que vão permanecer no primeiro escalão mesmo com a renúncia do governador Blairo Maggi a partir do final de março e com a posse de Silval Barbosa como chefe do Executivo, está numa função técnica e tem tomado posicionamento político que, ao invés de ajudar o peemedebista na pré-campanha ao Paiaguás, pode atrapalhá-lo. Éder resolveu transformar em saco de pancada o prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB), que se firma como principal nome da oposição na corrida sucessória.


Secretário de Fazenda Éder de Moraes, trator do governo Maggi e porta-voz do pré-candidato Silval

   Em artigos e nas entrevistas, Éder desce o porrete no tucano e, por outro lado, como não poderia ser diferente, exagera nos elogios à figura do vice-governador. Se o ex-presidente da MT Fomento foi destacado para essa missão de porta-voz do Palácio Paiaguás, agindo como trator na tentativa de patrolar opositores de forma dura e um tanto agressiva, está sendo um erro estratégico. Um secretário de Fazenda já enfrenta naturalmente a ira de alguns segmentos, principalmente do empresariado, por causa da pesada carga tributária. A gestão Éder tem incrementado as receitas e isso é um grande mérito, mas, por outro lado, tem criado instabilidade por causa das operações de combate à sonegação fiscal. Essa linha dura de Éder, de mesclar o técnico com o político, deve tirar voto de Silval.

   Num artigo intitulado "Silval Barbosa e a cegueira dos parasitas", Éder faz propaganda do seu futuro chefe. "É impressionante o grau de cegueira conveniente, parasitismo, críticas infundadas e, sobretudo, ignorância disfarçada da oposição, que a qualquer preço tenta desvirtuar as ações de sinergia entre Silval Barbosa e a população de Mato Grosso, mais precisamente da Baixada Cuiabana. Tentam confundir o jeito sereno, conciliador, objetivo, sincero e determinado do nosso vice-governador como alguém que precise de brutalidade para se impor".

    Em outro artigo, com título "Silval Barbosa humaniza a relação com o cidadão", Éder pinta o pré-candidato do PMDB como o melhor gestor do mundo. Afirma que Silval adotou uma forma inovadora de fazer política e governar em parceria com o cidadão. "Tenho acompanhado Silval em várias visitas, principalmente nos bairros, feiras-livres e movimentos sociais, cuja receptividade e empatia com a sociedade cuiabana tem sido a marca desses encontros", escreve o secretário.

   "Autofagia tucana"

   Numa outra abordagem, desta vez com o artigo "Alerta aos cuiabanos: autofagia do PSDB", Éder de Moraes afirma que "(...) Cuiabá está sendo violentada pela política tributária de São Paulo". Afirma que "cidades governadas pelo PSDB, que em tese deveriam compartilhar de experiências inovadoras e de uma relação de co-irmãs, até porque o prefeito da Capital defende com unhas e dentes a candidatura de José Serra à Presidência da República em 2010, (...) não estão tendo convivência honesta, unida pela naturalidade e pela convergência partidária", diz Éder. Depois, prossegue: "(...) No caso dessa relação, Cuiabá está sendo violentada por São Paulo ou Wilson está sendo sendo lesado por José Serra? Parece um jogo combinado, onde um faz caixa em cima do outro".

    Pelo visto, enquanto não chegar 31 de março, quando tomará posse como governador e nomeará o seu secretário-chefe da Casa Civil com perfil para político, convergente e conciliador, Silval manterá na linha de frente o trator Éder de Moraes. Quando acordar, poderá ser tarde demais.

Postar um novo comentário

Comentários (39)

  • José Carlos de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como pode a matéria dizer que ele é apenas técnico se fica o tempo todo dando palpites politicos??

  • CARLOS ALBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSA É PARA SORRIR,,,,TIRAR VOTOS DO SILVAL?????QUE VOTOS,ESSE CARA TEM????/CARA QUE LUTA PARA DIVIDIR O MEU AMADO MT.....SAI FORA SILVAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Gertrude Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Todos os Czares da Rússia começaram como cordeiros e terminaram como grandes déspotas. “Que os diga o sanguinário Ivan o terrível”. Assim é esse moço chamado Eder Moraes, começou apadrinhado do já falecido Vetoratto, mas dada a sua hábil forma de servir e ser servido pelo poder chegou aonde chegou. Hoje num ato de desespero, vem com arrogância tentando impor um candidato ao Governo do Estado, já totalmente refugado pelos Cuiabanos e pelos Mato-grossenses. Refugado por força de seu passado e por carregar o enorme desgaste do atual Governo de Blairo Maggi. Claro que a população não recebe de bom grado carta consulta nesta altura, uma vez que o Silval ficou o tempo todo no poder, e se nada fez, não é agora que irá resolver o problema social de Mato Grosso, principalmente da baixada Cuiabana. Ressaltamos também que o secretariado do Blairo Maggi, capitaneado pelo Eder são extremamente antipáticos, arrogantes e despreparados tecnicamente e politicamente. Para os adversários políticos do Silval vai ser uma benção se o secretariado do Blairo Maggi fizer campanha para o Silval e para o próprio Maggi, se vier a ser candidato a Senador. Será como já dizia o ditado popular “É como jogar cachorro na boiada, o estouro vai ser geral”. Para encerrar Gertrude recomenda para o neo butinudo mais fineza na sua forma de expressar.

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EDER SÓ DIZ BOBAGENS!

  • Leide | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Ricardo Anzil | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Li esse artigo e a conclusão que tirei é que as eleições do ano que vem vai ser de muita baixaria , como ja é histórico no estado, vai ter de tudo um pouco. E o governo ja esta escalando o seu exercito e ja esta nomeando os coronéis que vão comandar a linha de frente e o secretário Éder pelo jeito vai ser um dos coronéis. Tudo esta indicando para uma vitória do PSDB tanto para Presidencia , quanto para o Governo de MT . E ja da para perceber qual vai ser a principal arma usada por esse governo. Que toquem os tambores que pelo jeito a festa das eleições de 2010 ja começou. 

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • alberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Outro dia me perguntaram, pra quem o Eder Moraes esta trabalahndo? a favor ou contra Silval? se for afavor ele tem que mudar seu jeito de falar, pois desta forma ele só esta ajudando os adversários, e aí é que esta o x DA QUESTÃO A QUE ADVERSARIO ESTARIA AJUDANDO?...

  • Prof. Shimizu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns, Éder de Moraes, temos que falar a verdade. Falando em verdade, dia 31 teremos mais uma promessa não cumprida pelo prefeito de Cuiabá pois, está completando os seis meses para término da Av. das Torres. Foi o próprio prefeito que prometeu em alguns canais de Radio, televisão e placas espalhadas nas imediações da avenida. Será que são as chuvas? Todos sabemos que na época de chuva, chove mesmo! Por favor , prefeito, procura outra.

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.