Últimas

Terça-Feira, 09 de Junho de 2009, 15h:59 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

Unemat

Estudantes de Sinop encerram greve iniciada em maio

   Após 20 dias de paralisação, estudantes da Universidade do Estado (Unemat), campus de Sinop (a 481 km de Cuiabá), retornaram às aulas na manhã desta terça (9). A decisão foi tomada na noite desta segunda (8), na assembleia geral conjunta de estudantes e professores . Eles haviam deflagrado a greve em 18 de maio para cobrar melhorias nas estuturas física e humana do campus, além da renúncia do reitor Taisir Karim do cargo. Na avaliação do reitor, os estudantes perceberam que estavam sendo usados politicamente pelo grupo de professores ligados ao deputado petista Alexandre César. "Não tinha razão alguma para esta greve. Na verdade, alguns professores deflagraram antecipadamente a campanha para a disputa ao cargo de reitor, prevista somente para junho do ano que vem, e, já temendo que eu consiga eleger meu sucessor, usaram os alunos para tentar manchar a minha imagem. Mas, com o tempo, os alunos foram percebendo a manobra", disse Taisir ao RDNews.

   Com o fim da greve, o reitor disse que o próximo desafio será a elaboração de um o novo calendário da instituição. "A legislação prevê 100 dias letivos por semestre e vamos cumprir o dispositivo. Agora precisamos conversar sobre a melhor maneira de recuperar o atraso", apontou o reitor. A presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) do campus da Unemat em Sinop, Graciele Marques dos Santos, contudo, disse que a comunidade acadêmica da instituição no município vai elaborar um calendário diferenciado. "Vamos pensar um calendário com base na nossa realidade. Não aceitaremos este calendário que o reitor está impondo", alegou.

   Conforme a presidente do DCE, o movimento que cobra melhorias na Unemat e a saída de Taisir da reitoria não terminou com o fim da greve. "Voltamos às aulas, mas continuaremos a lutar contra os desmandos deste reitor", frisou. Ela adiantou que representantes do DCE e da Associação dos Professores da Unemat (Adunemat) se reúnem na próxima terça (16) com o governador Blairo Maggi (PR), presidente da Assembleia (AL), deputado José Riva (PP), e o presidente da Comissão de Educação da AL, deputado Alexandre César. Nós entendemos que a paralisação foi importante para chamarmos a atenção da mília e dos políticos. Agora vamos continuar cobrando as devidas providências dos gestores públicos e órgãos competentes", disse Graciele.

   O DCE do campus da Unemat ingressou com representação contra o reitor Taisir no Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas do Estado, secretaria estadual de Ciência e Tecnologia, além da AL. No documento, as entidades apontam 29 irregularidades supostamente ocorridas na gestão de Taisir, dentre elas o atraso na implantação do novo estatuto da instituição, elaboração ilegal de um calendário escolar com quatro meses a menos de aulas, sucateamento da infraestrutura da universidade e a criação de um curso sem o cumprimento dos trâmites internos da entidade - saiba mais aqui. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • michelle | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quanto a materia, foi muito bem elaborada mas agora dizer que a greva foi desnecessaria eu nao concordo ate mesmo porque somos nos q estamo aqui todos os dia e vemos o que realmente se passa, a nossa biblioteca encontra-se defasada os funcionarios do administrativo que estao trabalhando a noite para nos atender isso não é certo. O sr reitor nao presta contas como deve ser, e vai querer eleger sucessor??? essa é boa!!!!

  • Graciele Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Usados politicamente??

    Não tinha razão para greve???? Se fosse apenas pelos motivos de fato, ainda estariamos em greve excelentissimo reitor!!! O que aconteceu foi uma mudança de estratégia...

    Com todo o respeito que vc não merece, pro espaço voçê e suas convicções sobre quem quer alguma coisa!!!

    Essa luta é pelos estudantes e pelo povo matogrossense que financia a UNEMAT pelo qual voçê não demosntra nenhum respeito!!!

    Agora, quer saber a minha avaliação???....voçê (Taisir) precisa de tratamento!!! E digo mais, voçê manifestou em outra ocasião, curiosidade em relação a quem financia o movimento, pois bem, o movimento pode também financiar seu tratamento..voçê se afasta para se tratar, colocamos alguém competente em seu lugar e todos ficarão felizes...

    Abraços solidários

  • Ivan Deluqui | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    So podia partir deste deputado ANARQUISTA que não tem compromisso com a Educação e avanços da nossa querida UNEMAT, tentar tumultuar o ano letivo só pra tirar proveito politico e bem sua cara, porque trabalho que e bom na assembleia não tem nem um, à não ser moção de apluso ou repudiu, com uma atuação pifía copmo a dele não tera respaldo para seu projeto a reeleição, por isso esta ai, e falo mais o nobre deputado esta BANCANDO um cara que e a discordia do movimento estudantil secundarista AME que acabou com a entidade e usurpou dinheiro dos estudantes atraves da carteirinha, esse e o povo que esse deputado trabalha sem compromisso com a comunidade Academica e Secundarista

  • RONEI DUARTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estou curioso para saber qual é o montante do orçamento destinado para a UNEMAT Campus Sinop. Pelo visto deve ser uma razoável quantia para justificar total apego ao cargo de reitor.
    Gostaria de saber, também, porque nos períodos de disputas eleitorais partidárias municipais ou estaduais, os estudantes universitários e suas entidades representativas de todas as Instituições não se mobilizam para lutar por melhores condições no ensino? Estarão ocupados defendendo outras bandeiras? Não vejo melhor momento para se cobrar compromissos dos candidatos com a educação!

  • Graciele Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agora o reitor quer mudar o calendário novamente?

    Não era pra ter criado essa vergonha, simplismente ignorou todo um planejamento prévio dos docentes e departamentos, criou o maior tumulto, ignorou o fato de que dentro da universidade temos uma classe trabalhadora e que fica inviável seguir essa coisa que vc (Taisir) chama de calendário... e agora percebeu q tem q fazer alterações?

    Ora, é claro que esta com medo de uma ação judicial diante da ilegalidade de seu calendário!!! Até porq ja foi solicitada a ata do CONEPE onde deveria ter sido aprovado o calendário mágico...acontece que essa ata simplismente não existe!!! O CONEPE NÃO ACONTECEU!!! O CALENDÁRIO É ILEGAL!!

    Mas é isso, tem mais é que mudar mesmo e parar de prejudicar os estudantes..

    Não esquecendo que as pessoas que vc tem prejudicado são eleitores!!!

  • Mayara Rosane | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em nada me assusta as declarações tendênciosas feitas pelo reitor Karim de Pau a este site, a greve acabou não por percebermos que estavamos sendo manipulados pelo Deputado Alexandre César, pelo contrário, ficamos muito gratos pelo apoio declarado deste deputado, e também pelo apoio dos demais deputados de legendas variadas que nos manifestou apoio no ultimo sábado 06/06 na reunião sobre Z.S.E.E. em Sinop.

    A reitoria a todo momento tenta manipular acontecimentos com a explanação ilusoria sobre o ocorrido, porém isso já é de praxe e em nada nos espanta.

    Voltamos às aulas porque nossa luta sempre foi pelo direito de termos melhores condições de estudo, e a luta está apenas começando, apenas mudamos as estratégias para retornarmos ao combate ainda mais fortes e estamos conseguindo de forma digna e pacífica alcançarmos nossos direitos.

    Mais dia menos dia o Estatuto terá que ser homologado, e quero ver a partir deste momento o pedestal do reitor começar desabar, pois daí por diante ele começará a perder apoio já que não terá como comprar mais nenhuma coordenação de campus a privilegiando na distribuição de orçamento como ele tem feito até agora.

    Será decretado na UNEMAT o dia da comemoração pelo direito a uma universidade Democrática e Autônoma, e estaremos lá no Campi todo ano nesta mesma data comemorando a queda do DITADOR TAISIR MAHMUDO KARIM, que representará não só a vitória de um movimento contra mais uma administração corupta e sim o marco de uma nova era na Universidade do Estado de Mato Grosso

  • Maria da Dores França | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ate agora nao entendi o motivo da real greve aqui em Sinop a nao ser atrapalhar quem realmente quer estudar, ou melhor ate sei que toda essa movitação é porque meia duzia de petista nao suporta ter como sede administrativa a cidade de Cáceres é puro orgulho ferido, o que so vem atrapalhar os acadêmicos que realmente prezam pela educação séria. Ainda bem que esta greve acabou, apesar de que nos que ficamos prejudicados por causa de meia duzia comandanda pelo senhora Presidente do DCE Sinop que tem por tras o senhor Darlan. Pena que o pessoal comprometido não enxerga isso. Vamos acordar meu povo de Sinop e deixar vir a proxima eleição ai voces lançam um canditado aqui de Sinop e o elegem se é isso que querem.

  • Graciele Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Maria das Dores, o pessoal comprometido ao qual vc se refere esta indo frequentemente a reuniões para tratar de assuntos de interesse da UNEMAT e participa das assembléias!!! Foram eles (que são maioria) que optaram pela paralisação, ELES estão REALMENTE comprometidos com educação séria e mais do que isso, comprometidos com a sociedade que financia esta universidade e não apenas com SEU DIPLOMA. E se nesse meio tem Darlan´s, Marias´s ou Joaos´s...ÓTIMO!!! Quanto mais pessoas comprometidas melhor!!!!

Ibope vê falha na pesquisa de Cuiabá

abilio 400   A  última pesquisa Ibope sobre intenção de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada na sexta passada (16) pela TVCA, cujo resultado destoa muito de outras amostragens, foi feita por telefone. E, por causa disso, o próprio instituto, em nota de esclarecimento publicada no próprio site,...

Medeiros x Fernanda e o bolsonarismo

jose medeiros 400 curtinha   Não são apenas Carlos Fávaro (PSD) e Nilson Leitão (PSDB), que se auto-combatem, com um tentando desconstruir a candidatura do outro na corrida pela única vaga em disputa ao Senado. Como num ringue de boxe, José Medeiros (foto), do Podemos, e coronel Fernanda (Patriota)...

Leitão x Fávaro sob efeito-Bolsonaro

nilson leit�o 400   O ex-vice-governador e hoje senador interino Carlos Fávaro (PSD) e o ex-prefeito sinopense e ex-deputado federal pelo PSDB Nilson Leitão (foto) travam uma guerra eleitoral, com críticas mútuas, como se só existissem os dois na disputa para o Senado, quando, em verdade,...

Leverger e ex em palanque separado

francieli magalhaes 400 curtinha   Dois candidatos em chapas majoritárias em Santo Antonio de Leverger, hoje em palanques diferentes, já estiveram juntinhos na vida particular. O empresário Ademilson Dantas de Matos (PV), vice da chapa de Franklin Luis Carvalho (PSDB), foi casado com a petebista Francieli Magalhães...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

MAIS LIDAS