Últimas

Sexta-Feira, 22 de Maio de 2009, 17h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

TRANSPORTE COLETIVO

Estudantes protestam contra greve e elevação de tarifa

  Inconformados com a suposta elevação da tarifa do transporte urbano, 200 estudantes fizeram uma passeata pelas ruas do centro de Cuiabá nesta sexta (22). Os manifestantes protestaram com frases como “Wilson, ladrão, não aumenta meu busão” e “contra a tarifa municipal, chegou à hora de parar a Capital”. Outro ponto questionado pelos estudantes é a greve de motoristas e cobradores, marcada para segunda (25). Segundo eles, esta greve não passa de um movimento político para aumentar o preço da passagem de ônibus em Cuiabá.
 
  Os manifestantes eram dos colégios estaduais Nilo Povoas e Mário de Castro. O ato foi organizado pelo Fórum de Discussão do Transporte, que reúne várias entidades, entre elas o Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública (Sintep), Instituto de Defesa do Consumidor (IDC), União Nacional dos Estudantes (Une) e União Brasileira dos Estudantes (Ubes). “O objetivo foi denunciar à sociedade essa tramóia entre prefeitura e empresários. Eles querem usar a greve dos trabalhadores do setor para sensibilizar a justiça e conseguirem o aumento”, rechaçou o diretor de Políticas Públicas da Ubes Rarikan Heven da Silva Dutra. “Esse foi só um aviso ao prefeito e aos empresários do transporte. Vamos voltar às ruas se eles continuarem tentando sabotar a população”, afirmou um estudante de Comunicação Social da UFMT e diretor da Une, Pablo Rodrigo. Os funcionários das empresas de transporte coletivo reivindicam 13% de aumento. Os empresários oferecem 2%. 
 
  Hoje a tarifa do ônibus coletivo é de R$  2,05. O Conselho Municipal de Trânsito autorizou a elevação da passagem para R$ 2,42. Este é o limite a que pode chegar o reajuste. Para a decisão do conselho ser efetivada, basta o prefeito Wilson Santos (PSDB) assinar um decreto tornando-a pública.  Ocorre que uma liminar impede a fixação da nova tarifa – confira mais aqui. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Marcio Barao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    será que sao estudantes o bando de bagunceiros ou pessoas manipulados por grupos politico? primeiro a prefeitura nao tinha que bancar o passe livre e sim o estado! segundo que somos nos; a classe trabalhadora que pagamos pelo passe! terceiro que falta coerencia a vcs que deveria estar em sala de aula estudando e nao manifestando desta forma! afinal a porcentagem desse aumento vem tambem pela gratificação ou nao? eu pago por essa(diferença) com muito orgulho e que é bem investido(educação é tudo) e nem por isso eu vou me manifestar desta forma porque eu tenho sobrinhos que faz o uso desta ferramenta chamado de passe livre que pra gente de livre nao tem nada.

  • Jerry Santana Barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nós temos que parar de dar atenção a estes estudantes bagunceiros, eles não pagam ônibus, tá servindo de brinquedinhos de alguem que nós sabemos quem é.

  • João Nepomuceno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Peraí...estudantes manifestando contra o aumento na tarifa...esse mundo tá maluco...eles não pagam tarifas...são beneficiários do vale transporte gratuito (100%)...Ora, todo mundo é contra qualquer aumento..tarifa, água, luz, imposto....mas...cada macaco no seu galho....coerência estudantes.

  • Jose Dias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses estudantes não pagam passagem! o que tem que protestar sobre aumento, eles estão sendo usados por oportunistas. Deveriam pagar pelo menos a metade da passagem como pagam os de Várzea Grande, aí sim poderiam protestar.

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...