Últimas

Domingo, 29 de Julho de 2007, 10h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Eu, a golpista, e Tales

    O jornalista Tales Faria, diretor da Sucursal de Brasília do Jornal do Brasil, acha que sou uma golpista. Ele comentou em sua coluna que meu blog é golpista por iniciar a campanha "Vou vaiar Lula". É claro que não posso deixar de expressar todo meu contentamento ao ser chamada de golpista pelo diretor do JB em Brasília, mas, apesar do orgulho, isso é teoria da conspiração.

     Mas que coisa! Não se pode ser firme, convicta e declarada que essa turma vem logo dizendo que é golpismo contra um presidente operário, cuja mãe nasceu analfabeta, blablablá. Pois bem, golpe é gastar mais com a reforma da parte estética dos aeroportos e deixar de lado a segurança, colocando milhares de pessoas em risco. Golpe é encher as burras dos banqueiros como nunca antes "nestepaiz" e discursar contra as elites. Golpista não sou eu, golpista é quem mente para o povo com belos discursos e por trás rouba, mata.

     Vaio Lula por cada um dos mortos nos acidentes aéreos. Vaio Lula por cada mentira contada e por cada covardia cometida. Vaio Lula por cada gesto ou palavra obscena dos seus assessores. Vaio Lula por cada cidadão que morre pelo descaso com a saúde pública.

     Vaio e assumo.

     Mas como é difícil ter atitude neste Brasil!?! É impressionante como a falta de coragem aguça a imaginação de algumas pessoas. Bastou eu escrever que estava confeccionando adesivos dizendo que vou vaiar Lula para transformarem o que eu e um grupo de amigos fizemos é conspiração. "É uma ação partidária", disseram alguns com fértil imaginação.

     Gente, nunca fui e nunca serei mulher de esconder meus atos atrás de partidos, igrejas ou qualquer tipo de entidade. Faço e assumo cada ato meu, cada opinião que tenho. Sou uma cidadã e quero cada vez mais exercer os meus direitos. Erros?, cometo aos montes, mas se erro é pela ação, jamais pelo omissão.

    Não me coloquem, por favor, na vala comum dos covardes. Não me confundam com populistas sensacionalistas que batem e escondem a mão. Não contem comigo para agir na surdina. Sou transparente e como eu disse, passível a erros, mas por agir. No ano passado me expus ao defender a senadora Serys que estava sendo envolvida numa arapuca, mesmo ela sendo do PT. Fui criticada por muitos que me ligaram ou escreveram dizendo: "e se ela estiver mesmo envolvida"? Respondi a todos que se eu estivesse errada me retrataria com os leitores, mas a minha consciência mandava que eu me posicionasse. Ficou provado que era uma arapuca mesmo, pena vê-la hoje unida com seus algozes. Mas, cada um com sua consciência.

      Cada palavra que escrevo, cada projeto que encampo, podem ter certeza, só faço aquilo em que acredito. Ajo por paixão, por fé, por vontade própria. Por mais que isso possa incomodar, eu sou assim, e, convenhamos, já passei da hora de mudar. Sou intransigente com a transgressão, não compactuo com ela, venha de quem vier.

     Espero ter deixado claro aqui que os adesivos distribuídos por Cuiabá com o slogan "eu também vou vaiar Lula", saíram da cabeça minha e de um grupo de cidadãos comuns, independente de filiações partidárias, cidadãos indignados com os desmandos do Brasil. Se os outros não sabem exercer seu papel de cidadão, nós sabemos, sem que seja preciso ter por trás um partido, uma igreja ou uma televisão.

     Podem me criticar pelo ato, mas jamais me confundam com covardes, venham de onde vierem.

Adriana Vandoni é economista, especialista em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas/RJ (blog: www.prosaepolitica.com)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...