Últimas

Sexta-Feira, 11 de Setembro de 2009, 09h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

TRAJETÓRIA

Eu fui engraxate e faxineiro, dramatiza o novo senador

   Quem assistiu ao discurso dramático, emotivo e, ao mesmo tempo, empolgante do novo senador Oswaldo Sobrinho (PTB), em sessão no Congresso Nacional na última quarta (9), não imagina que aqueles tempos difíceis em que ele lembra como, por exemplo, de filho de sem-terra e de peão da roça, ficaram muito distante da realidade de hoje. Sobrinho, que ocupa a cadeira no lugar de Jayme Campos, que se licenciou por 120 dias, é um homem rico. Possui ao menos duas fazendas, uma em Sinop e outra em Acorizal, comanda 15 rádios em municípios como Sinop, Peixoto de Azevedo, São José do Rio Claro, Colíder, Juína, Paranatinga, Itiquira e Matupá, e ainda engorda o bolso com aposentadorias que, juntas, chegam a R$ 40 mil mensais.

   No discurso, Sobrinho discorreu sobre sua trajetória como pequeno agricultor e professor primário, antes de entrar na vida pública. Lembrou que exerceu mandato de deputado constituinte, de vice-governador, candidato derrotado governador, ocupou posto de secretário e de adjunto tanto do Estado quanto da Prefeitura de Cuiabá. "Sou filho de um homem sem-terra, trabalhador rural, peão de roça, homem que teve 14 filhos, dos quais nove sobreviveram e que, no cabo da enxada, conseguiu dar oportunidade para que todos tivessem dignidade e oportunidade de seguir um caminho na sua vida". Sobrinho disse mais. Lembrou que foi engraxate, sapateiro, doceiro e faxineiro.

   Como é daqueles políticos que tentam agradar a todos, Sobrinho prestou homenagem a Jayme, a Luiz Pagot, que era o primeiro-suplente e se viu obrigado a renunciar para poder continuar na direção-geral do Dnit, e ao prefeito cuiabano Wilson Santos, de quem é primo. Afirmou acumular 34 anos de vida pública. "Para mim, é um momento muito feliz chegar ao Senado Federal, mesmo que seja por quatro meses. Deus quis me reservar este momento de alegria, de emoção e de aqui ter a felicidade de, na ausência do senador Jayme Campos, representar o meu Estado de Mato Grosso".

   Oswaldo Sobrinho não gosta de tocar no assunto, mas é um privilegiado. Ele ganha pensão do Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC), extinto em 1988 pós-Constituição e ainda aposentadoria como ex-governador. Desde a década de 1980, ocupa função pública e, de lá para cá, sempre esteve do lado do poder. Foi vice-governador da gestão Jaime Campos e assumiu o comando do Estado por menos de 15 dias, o suficiente para assegurar-lhe o direito à aposentadoria. No mesmo governo, comandou a Educação. Também exerceu mandato de deputado na década de 80. Foi um dos que ajudaram o então presidente da República, José Sarney, a expandir as concessões de rádios por todo o país. Hoje, Sobrinho é proprietário de várias emissoras. Possui fazendas e uma série de outros imóveis.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Você merece estar aí!, sempre foi bom de voto. Justiça foi feita, a primeira suplencia teria que ser sua professor!
    Um homem que ocupou cadeira de Deputado Federal, foi vice-Governador, Secretário de Educação e outros cargos, aposentado, ainda se preocupa em Estudar, e com essa idade! Se fosse comodista, estaria na sua fazenda balançando na rede e tomando guaraná.
    Parabens Dr. Osvaldo Sobrinho.
    Sou teu fã.

  • maga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Milton Ribeiro fan e colecionador de aposentadoria, só verificar na folha de Rosário Oeste, se não me engano na de Arenapolis também. Tal aluno, tal professor, só espero que faça mas que o Jaime e o tal Goling, larapio de emenda de nossos bairros, aqui de Cuiabá. Credo.

  • marcio brandao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nada contra a pessoa do professor osvaldo sobrinho, mais eu pergunto a ele , será que como professsor ele estaria com todo esse patrimonio?

  • Gilmar Maldonado Roman | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meus parabéns ao Senador Oswaldo Sobrinho, pela posse como senador da República do Brasil. Sua trajetória políca ha mais de três décadas, nos imite plena confiança que irá representar nosso Estado com competencia, responsabilidade e sobretudo respeito ao nosso povo.

  • Luis de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Apenas para reforçar o Brandão, engraxate, faxineiro e professor com todo esse patrimonio e grana?

  • Carlos Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E eu me pergunto, qual o milagre da multiplicação??? Afinal é público e notório que servidor público, no sentido amplo da palavra, tem limites em seus vencimentos, hoje com teto de aproximadamente R$ 25.000,00, equivalente aos Ministros do STF, então cara pálida, como amealhar um patrimônio dessa envergadura, ainda que ganhando R$ 40.000,00?? Resposta, SÓ NO BRASIL!!!
    E o professos Oswaldo ainda quer se fazer de coitadinha, ÔÔÔÔ DÓ!!! E a Receita Federal não cruza essas informaçãoes, já que se o que ele mesmo disse for verdade, não teve herança como alguns outros dizem ter.
    ACORDA BRASIL!!! tem mais políticos que não suporta 30 segundos de pressão para explicar a origem de sua furtuna. No ano que vem essa corja de lobos vão te procurar com cara de cordeirinhos, cuidado.

  • luis medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUANTO AO PATRIMONIO dO PROFESSOR OSVALDO SOBRINHO, É CLARO E NOTÓRIO QUE PROFESSOR GANHA MUITO BEM. O PROBLEMA É QUE A GRANDE MAIORIA DOS PROFESSORES SÃO MAUS ADMINISTRADORES DE DINHEIRO.
    OSVALDO SOBRINHO SOUBE DE FORMA COMPETENTE APLICAR MUITO BEM OS SALÁRIOS RECEBIDOS COMO PROFESSOR E ARQUITETOU UM PATRIMONIO DE 8 EMISSORAS DE RÁDIO, FAZENDAS E MUITO, MUITO GADO.
    PARABENS OSVALDO.

  • pedrolazari | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Besta é tu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou cuiabano e estou na faixa dos 60 anos. A maioria dos meus contemporâneos, quando adolescentes, mesmo os de classe média, ganhavam um trocado vendendo jornais ( O COMBATE, O SOCIAL DEMOCRATA, O ESTADO DE MATO GROSSO E A FÔLHA MATOGROSSENSSE), engraxando sapatos e vendendo as tradicionais rifas na porta das suas casas. Nenhum dêles colocou isso na seu curriculum para vencer na vida, já que era uma coisa natural.
    A grande maioria tem uma velhice tranquila, com casa própria, carro, normalmente 1.0, e viagens fora de temporada e com promoções. Nenhum conseguiu ter fazendas e imóveis que não fossem herança. Mas também nenhum entrou para a política e nem governou Mato Grosso por 11 dias (descontados dos quinze dias dois sábados e dois domingos). Tenho muito orgulho dos meus amigos.

  • pedro vargas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É um seguidor do Jaime e do Riva, gente que só faz política e consegue ficra milionário.
    Qual é a mágica, Só com o salário dá para fazer tudo isso?
    Evão dizer que foram eleitos pelo povo e bla, blá, blááááááá...............................

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

Mauro e os "cabeças chatas" do CE

mauro mendes 400   O governador Mauro Mendes está disposto a conhecer a experiência da  educação pública  do Ceará, que há anos apresenta os melhores índices no Ideb e é orgulho dos irmãos Ciro e Cid Gomes, ex-prefeitos de Sobral e ex-governadores. Até pretende...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.