Últimas

Sexta-Feira, 19 de Outubro de 2007, 11h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

Artigo

EUA querem transformar o Líbano em base militar

    O jornal libanês As Safir publicou ontem matéria exclusiva que denuncia a intenção do governo Bush de transformar o Líbano em base militar “para contrabalançar a presença de forças russas na cidade de Ladikia, norte da Síria”.
    As Safir informa que os americanos apresentaram rascunho de um acordo para instalar bases aéreas, marítimas e terrestres no país. O acampamento de Naher Al Bared, às margens do mar Mediterrâneo, seria transformado num centro de treinamento marítimo. Perto da localidade, está o aeroporto de Al Klailat. As terras em seu redor seriam desapropriadas pelo governo para transformar o local numa base aérea americana.
    As informações coincidem com a visita de uma comitiva de chefes militares do Pentágono a Beirute. Eles foram recebidos pelo primeiro-ministro libanês Fouad Saniura, pelo ministro da Defesa, Elias Al Mor e pelo comandante do Exército Michel Sleiman, aos quais foi apresentado oficialmente o plano.
    Na semana passada, Saad Hariri, deputado e filho do assassinado Rafic Hariri, que comanda de fato o governo libanês, e as chamadas forças 14 de março, foi recebido como herói pelo presidente americano George W. Bush e por todos os secretários e chefes militares americanos. Nesta semana quem está nos Estados Unidos é Walid Jumblat, do grupo de Hariri. Também está tendo uma recepção de chefe de Estado.
     Pelo plano, a base aérea de Riak, no Vale de Bekaa e a planície de Damour ao sul de Beirute, também seriam transformadas em bases militares americanas.
     Em troca, os Estados Unidos querem anular os acordos militares entre a Síria e o Líbano e o país receberia uma ajuda financeira inicial de meio bilhão de dólares.
     O projeto, ainda de acordo com o jornal, remontaria a 2003, pouco antes do assassinato do então premiê Rafic Hariri.Os americanos instalariam estações de monitoramento por radar nas montanhas dos Cedros, Yarmuk e Dahr Al Baidar (são as regiões mais altas do Líbano).
     O desarmamento do Hizbollah ficaria para uma próxima etapa a ser comandada pelos próprios americanos.
     O fato é que milhares de pessoas foram expulsas do acampamento de Naher Al Bared, outras centenas assassinadas. Os motivos da destruição do campo, ainda são obscuros. Os alegados grupos terroristas como o chamado “Fateh Al Islam” foram armados e financiados pela Arábia Saudita, justamente para combater a Resistência Libanesa comandada pelo Hizbollah. Agora se explica porque o Fateh Al Islam buscou abrigo no acampamento de Naher Al Bared: deixar a área livre para a futura base militar.
     Resta saber como o povo libanês vai reagir a mais essa agressão.

Lameh Smeili é jornalista e articulista do Blog do Bourdoukan

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.