Últimas

Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2009, 20h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

INVESTIGAÇÃO

Ex-deputado e ex-candidato a prefeito é preso por fraudes

  O ex-deputado estadual constituinte Pedro Lima, que entrou na disputa e desistiu da candidatura já no período de campanha a prefeito de Alto Araguaia pelo PDT no ano passado, está na lista de 26 pessoas presas na operação Mala Preta, deflagrada pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra Administração Pública. Lima é fiscal aposentado da secretaria de Fazenda e foi preso em Cuiabá. Ele é acusado de integrar uma quadrilha que desde 2005 vinha fraudando o Fisco, com emissão de notas fiscais no segmento de grãos. Os prejuízos ao Estado chegam a R$ 3 bilhões, segundo cálculos da Sefaz. Outras três pessoas contra as quais existem mandados de prisão são procuradas pela polícia. Os acusados começaram a ser interrogados nesta sexta.

   Os crimes foram descobertos a partir de cruzamento de dados. Descobriu-se volume de mercadorias comercializado e declarado nas notas fiscais eletrônicas incompatível com o potencial de arrecadação de ICMS no segmento de grãos. A Sefaz recebeu denúncias de que notas fiscais estariam sendo comercializadas, em média, por 5% do valor total do produto. Também foi informado ao Fisco que as fraudes estariam ocorrendo na emissão de notas fiscais eletrônicas, referentes a operações de vendas de milho e soja, entre Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo. A partir dessas informações, a Delegacia Fazendária entrou em ação. As investigações duraram seis meses.

   Foram abertas várias empresas em nome dde laranjas ou de "testas de ferro" com a finalidade de fraudar o Fisco estadual. Assim, empresários declaravam, nas notas fiscais, a operação como de exportação ao exterior, com o intuito de não pagar ICMS, mas os produtos eram comercializados no próprio país. A delegada Fazendária, Lusia de Fátima Machado, disse que que algumas empresas utilizavam-se de regimes especiais de tributação para comercializar notas fiscais de 3,5% a 5,5% do valor total do produto. Dessa forma, além do regime especial, o empresário que comprava a nota usufruía do benefício do diferimento do ICMS nas operações internas, ou seja, da desoneração do imposto na etapa primária. No esquema, empresários incentivavam os motoristas de transportadoras de cargas com recompensa financeira a "furar" os postos fiscais.

   A Delegacia Fazendária cumpre 30 mandados de prisão temporária e 54 de busca e apreensão em empresas e residências. Destas, 27 foram presas, entre elas dois servidores da Sefaz. Um é o ex-deputado Pedro Lima. O outro nome não foi revelado.

 ------------------------------------------------------------------------
O site Midianews traz a relação dos que já estão em "cana" - confira aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • mariateresa rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • TININHA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    gentem.....3 bilhoões????vote olha quem estiver com a parte de papai pedro lima favor devolver....olha a sacanagem..ele nem tem mais idade pra isso...vamos unir galera....dividir este bolo recheiado......rsrsrsrrsrsrsr

  • TININHA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    BENEDICTO VAI VER SE TO NA ESQUINA COMENDO PICHÉ................RSRSRS

  • RONEI DUARTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tanta pirotecnia midiática com prisões sensacionalistas ,quando poderiam apenas intimar os acusados para prestarem seus depoimentos. Fica para o leigo a sensação de impunidade e descrédito para com O Poder Judiciário. Quando na verdade a presunção de inocência é que foi vilipendiada com as prisões antecipadas sem julgamento. O bloqueio de todos os bens dos envolvidos seria uma ótima medida protetiva mais eficaz para o interesse público do que prisões instântaneas que são relaxadas na mesma rapidez do que são decretadas. A prioridade deveria ser o ressarcimento dos valores sonegados do que a simples prisão cautelar dos indiciados.

  • Gil... | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    3 bilhõs, fala sério, essa delegacia fazendária viaja demais. O PIP total do Estado é de 8 bilhões, isso contando até os repasses do Gov. Federal, o setor de grãos não arrecada 1 décimo disso. Mais uma vez a delegacia quer aparecer.

  • neudo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É a cara do novo pdt de mt.

  • ondino lima neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    essa cifra de 3 bilhoes que o estado deixou de arrecadar e pura fantasia e propaganda politica do secretario de fazenda para desviar a falta de estrutura da propria sefaz.

  • edgar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse pedro lima nao é aquele que escreve artigos para o site olhar direto? hummmm .

  • benedito augusto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é seu pedro , vc pensou que ia ate quando isso? conheci o pedro desde a epoca em que foi deputado, era um deputado estremamente arrogante, dono da verdade, ( julio campos que o diga) e la atras ele ja mostrava esse lado dele de conviver e associar com pessoas discredenciadas. agora isso acontece mostrando quem realmente és tu.

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Putz que errada a sua Romilson fazer essa matéria condenativa, provavelmente a sua resposta com certeza vai vir depois. Ja estou até com dó sua da articulaçao que a sua familia vai fazer a sua pessoa, mexeu com a pessoa errada....nao gostaria de estar na sua pele.....

Avaliar realiza pesquisa em Cuiabá

antero 400   O instituto Avaliar Pesquisa e Comunicação Estratégica, vinculado ao ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto), foi contratado pelo site Preto no Branco, do próprio Antero, para realizar uma pesquisa sobre intenções de voto para prefeito e vereador de Cuiabá....

Patriota, vários evangélicos e cantor

oscemario daltro 400 curtinha   O nanico Patriota, hoje sem um assento na Câmara de Cuiabá, lançou chapa completa para vereador, com 38 nomes. E pode eleger até dois. A proporcional acaba se fortalecendo porque o partido tem cabeça de chapa ao Executivo, o ex-prefeito por dois mandatos Roberto França. Entre...

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...