Últimas

Quinta-Feira, 05 de Março de 2009, 13h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CAIU NA REDE

Ex-deputado pode ser preso por tráfico de influência


Ex-deputado estadual Walter Rabello (PP) é réu em processo por envolvimento com organização criminosa

   O ex-deputado estadual Walter Rabello (PP), derrotado à Prefeitura de Cuiabá no ano passado, pode ser preso a qualquer momento por suposto envolvimento em uma organização criminosa do ramo de hortifrutigranjeiros. O juiz da Vara Especializada do Crime Organizado e da Ordem Tributária, José Arimatéia, avalia o pedido de prisão preventiva solicitado por promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Como não é mais parlamentar, Rabello perdeu a prerrogativa do foro privilegiado. Ele está tão preocupado com o risco de ir para a cadeia que já se encontra "incomunicável". Nesta quinta (5), ele não apresentou o Programa Walter Rabello, na TV Rondon (Rede TV!). Em seu lugar, apareceu a diretora de Jornalismo da emissora, Shoelly Rezende, que justificou no ar a ausência do apresentador. "Ele (Rabello) está muito abalado com as informações que saíram na imprensa", disse a diretora aos telespectadores.

   Segundo informações do Gaeco, Rabello seria o intermediário entre a organização criminosa e servidores de secretarias estaduais, na liberação de carretas apreendidas por fiscais da pasta da Fazenda. O ex-deputado foi denunciado por tráfico de influência.  Conforme o promotor Joelson de Campos Maciel, em conversas com membros da organização, Rabello se intitulava uma pessoa com livre trânsito no alto escalão do governo do Estado. "Isso é o que ele dizia. Estamos investigando se, de fato, pessoas do alto escalão da administração estadual tinham envolvimento no esquema", pondera o promotor.

  Denominada Gafanhoto, numa alusão ao inseto que ataca plantações, a operação foi deflagrada para combater uma organização criminosa do ramo de hortifrutigranjeiros que supostamente aplicava golpes em produtores rurais e fornecedores de outros Estados e do exterior, a partir de empresas de fachada e "fantasmas". Segundo informações do Ministério Público Estadual, os denunciados compravam produtos em grande quantidade e parcelavam os pagamentos. Inicialmente, os débitos eram quitados, "mas depois os cheques emitidos eram sustados causando enorme prejuízo aos fornecedores". Quando caminhões com carregamentos da organização eram apreendidos nos postos fiscais da Sefaz, Rabello supostamente "entrava em cena" para fazer contatos com pessoas do alto escalão da administração pública estadual para que os veículos fossem liberados.

   Vinte e três pessoas foram denunciadas por suposto envolvimento no esquema - leia mais aqui.  Os envolvidos são acusados de tráfico de influência, estelionato, extorsão, formação de quadrilha, entre outros crimes. Segundo o MPE, já foram presos o empresário Júlio Uemura, denunciado por comandar o esquema; dois policiais civis que fariam a segurança do grupo, dentre eles o investigador Francisco Dias de Lourenço, o Chicão, investigado recentemente pelo crime de extorsão; os contadores Ronaldo Luiz Mateus e Lupércio Augusto de Campos, e René Santos Oliveira, apontado pelos promotores como o principal articulador da quadrilha. Os dois policiais foram levados à Corregedoria da Polícia, enquanto o empresário foi conduzido para a Delegacia de Polícia do Interior (Polinter). Eles aguardam por deliberações judiciais. (Andréa Haddad)

  (15h15) - Em nota, Gaeco nega pedido de prisão a Rabello

   A assessoria de Imprensa do MPE, do qual faz parte o Gaeco, assegura que ainda não há pedido de prisão proposto junto ao juiz José Arimatéia, da 15ª Vara Criminal de Cuiabá, sobre o ex-deputado Walter Rabello. Apesar do MP não confirmar o pedido de prisão, a nota afirma que "poderá pedir prisão de qualquer um dos denunciados, desde que se enquadrem no artigo 312 do Código Penal". A lei prevê que a preventiva poderá ser decretada como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova da existência do crime e indício suficiente de autoria.

    Nesta quarta (4) foram expedidos oito mandados de prisão. Alguns foram cumpridos e outros estão sob análise. O processo ainda está em fase de autuação. Corre sob sigilo. Depois, os reús serão citados e terão direito a ampla defesa. (Patrícia Sanches)

     Eis, abaixo, a íntegra da nota encaminhada pelo GAECO    
      "Gaeco afirma que não há pedido de prisão para ex-deputado Walter Rabello
  A respeito de notícias veiculadas na mídia afirmando que o ex-deputado Walter Rabello (PP) poderá ser preso a qualquer momento, o Grupo de Apoio Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) afirma que não há qualquer pedido de prisão para Rabello.
   O Gaeco poderá pedir prisão de qualquer um dos denunciados, desde que fique comprovada a viabilidade do art. 312 do Código de Processo Penal.
   A operação teve início nesta quarta-feira, 4 de março, com prisão de seis pessoas, entre elas o empresário Júlio Uemura, proprietário da Comercial Uemura, por formação de quadrilha, tráfico de influência, extorsão e estelionato em vários estados por meio de empresas fantasmas ou uso de laranjas para comprar produtos de hortifrutigranjeiros"

 ----------------------------------------------

Eis, abaixo, a lista dos denunciados pela Operação Gafanhoto
Valdomiro Fernandes da Silva
Durvalino Amaral da Silva
Francisco Fernandes Sobrinho (Nandinho)
Roseli Aparecida de Souza (Rose)
Onésimo Martins de Campos (Poconé)
Ailton Fernandes de Oliveira (Berimbau)
Francisco Lourenço (Chicão)
Edivaldo Tavares Vilela (Corda)
Kazuoyoshi Uemura (“Júlio Uemura”)
Erivaldo Vicente Pereira Junior
José Ferreira dos Santos
Ronaldo Alves de Oliveira
Rafael Junior da Silva Camargo
Lucas Farias de Souza
Walter Machado Rabello Junior
René dos Santos Oliveira
Laerte Botelho Feijó
Ronaldo Luiz Mateus
Lupércio Augusto de Campos (Teco)
José Firmino da Silva
José Aparecido Boleta
Waldecir Lohn

--------------------------------------------------------------------------

Clique no play e veja o que diz a diretora de Jornalismo da TV sobre a ausência de Rabello

Postar um novo comentário

Comentários (28)

  • Flávio Peregrin | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha, honestamente entendo que pegaram o Walter Rabello para boi-de-piranha.

    Fico imaginando se depois for comprovada a inocência dele...o q será que o tal promotor vai fazer? provavelmente nada, porque seu momento de fama, sob o holofote da imprensa já terá expirado. Não acredito uqe o Walter tenha faciltado liberação de cargas daquele japonês ou de qualquer um que seja.

    O fato é que quem é polêmico e falo o que pensa, como ele, sempre acaba sendo perseguido. E nesse caso, ele está sendo julgado por ser amigo do tal japonês.

    Resumindo: o Uemura pode até vir a ter culpa na Justiça sim, mas o Walter que é amigo confesso do japonês, dificilmente cometeria o erra infantil de se envolver em falcatrua.

  • Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lembrando a ótima audiência da TV Rondon

  • Helen Christy | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Flávio Peregrin,o promotor está apenas dando uma satisfação para a sociedade,cujo papel é dado à imprensa.Mas o ex-deputado já falou tanta coisa s/provas,fez inúmeras acusações e julagamentos na TV,que poderia ser até ironia do destino o que fizesem o mesmo com ele,não é?
    Tadinho!!!

  • Helen Christy | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem diria,hein?Um homem que sempre ao falar na televisão se postou como excessivamente corajoso e pronto para responder a qualquer tipo de questionamento em relação a sua honestidade?Hoje se negou a voltar à mesma para retrucar às acusações?Bem,como diria minha avó,quem não deve,não teme!

  • MARIA JOSE JUNQUEIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Kadu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que o povo acredita nisso?
    Se tem bispo católico excomungando gente que se preocupa com a saúde de uma menina de 9 anos estuprada e engravidada pelo padastro no país...

    Será que podemos acreditar em um político profissional igual a seu Wilson Santos, que mente descaradamente....

    Acreditar em Walter Rabello é merecer ser castigado por anos a fio...

    Ele além de arrogante é um bom ator...

    Seu amigo Gaúcho deve tá aí nessa...

    Agora ficar sem fazer programa foi dimais....

    Macksuês Leite, Ralf Leite, Lino Rossi, e agora este mal agradecido...

    O povo tem o governo que merece....

    As vezes dinheiro não trás felicidade, ainda mais de campanha (voto vendido)....

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É OUTRO LINO ROSSI DA VIDA

  • Gilmar Maldonado Roman | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem não deve não teme! Ora o ex deputado devia apresentar o seu programa normalmente. Acontece que quando alguém deve alguma coisa e o bicho pega, ele fica todo depressivo e sem vontade de mais nada fazer, nem mesmo pra se defender.

  • Alvaro Sebastian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É Walter! quem com ferro fere...

    Vc é esse homem que Deus criou - imperfeito, dissimulado, mala etc falo que é mala, pois a 1ª turma do curso de informática da Unirondon lhe escolheu de paraninfo e vc nunca deu o prometido para as despesas, mas a placa continua com seu nome - aliás acho que vc brevimente terá outra plaquinha, só que agora aquela da polícia com o nº do fichário policial.

  • mico | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DOAR O SALARIO ( pra depois receber 5 ou 6 vezes mais ) ....PODE ................FAZER MARACUTAIA , FAZER O TRAFICO DE INFLUENCIA .........PODE .............TRABALHAR QUE É BOM ............NAOOOO POOODE ...........só estou fazendo UMA piada , afinal oque é UMA PIADA , perto da bagaceira que este cara ja fez nao só pra capital mas pro estado todo , este cara nao me engana é um belo MALANDRO .........pena que a justiça é muito branda com estes tipos .......

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.