Últimas

Sexta-Feira, 02 de Março de 2007, 06h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Ex-deputado se diz desempregado e deprimido

    "Estou desempregado, traumatizado e deprimido", diz o ex-deputado José Carlos de Freitas (PFL), ao ser perguntado sobre seu futuro político. Ele conta que vive drama psicológico jamais imaginado, influenciado principalmente por dois fatores: a perda do poder (foi derrotado à reeleição) e consequentemente do foro privilegiado e uma ação penal a qual responde como um dos responsáveis pelo desabamento da arquibancada durante a Feicovag, em 2005. A tragédia deixou 468 feridos. Não houve morte, mas ficaram sequelas. O aposentado Abraão da Costa, por exemplo,  teve a perna direita amputada.

   Então deputado, Freitas foi o organizador do evento. Por até então possuir foro privilegiado, o processo estava 'dormindo' nas gavetas do Tribunal de Justiça. Como não conseguiu um novo mandato, perdeu esse privilégio. O desembargador-relator Mariano Alonso Travassos já encaminhou os autos para o primeiro grau. Agora, a ação contra o ex-deputado e que envolve ainda como indiciados o seu filho Jackson Kohlhase Martins, o engenheiro civil Ricardo Maldonado Céspedes e Nilmo Aparecido Garcia, passa a tramitar na Comarca de Várzea Grande, que tem a competência jurisdicional, já que a tragédia aconteceu no município. Jackson é proprietário da Industrial Eventos, organizadora da feira. Ricardo foi quem emitiu parecer técnico favorável à realização da Feicovag, mesmo sem fiscalizar a estrutura metálica que cedeu. Nilmo foi quem montou os 11 lances das arquibancadas, que desabaram logo no início do rodeio.

    Há um mês sem mandato parlamentar, José Carlos de Freitas, mesmo na condição de empresário, prefere dizer que está desempregado. Em silêncio, vive expectativa de vir a assumir algum cargo público e reclama do que chama de 'detonação' da imprensa. O desgaste político de Freitas é tanto que ele teve 17.462 votos. Ficou na quinta suplência. "Estou desempregado e parado. Vou aguardar o que vai acontecer".

      Processo

     Perguntado sobre a tragédia da Feicovag, o ex-parlamentar disse, em tom de desabafo: "Estou traumatizado. Moro aqui (em Várzea Grande). Enfreitei o problema da Feicovag e tenho certeza de que não matei ninguém, mas enfrento muita pressão psicológica. Ninguém vai fugir da responsabilidade". Freitas conta que está sendo tratado com bandido. "Tenho a consciência tranquila. Não sou montador de arquibancada. O cara monta a coisa lá e aí é eu quem tem de responder por isso!". Se condenado com base no artigo 256 do Código Penal Brasileiro, que trata de responsabilidade sobre 'desabamento ou desmoronamento, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outros', o ex-deputado pode pegar até seis anos de reclusão.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

MAIS LIDAS