Últimas

Sábado, 03 de Janeiro de 2009, 08h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

RONDONÓPOLIS

Ex-líder do MST vira secretário e causa polêmica

Fernando Ordakowski   
Clique na imagem para ampliá-la
 Pátio, prefeito de Rondonópolis, se identifica com movimentos populares, mostra lado e deixa os pecuaristas apreensivos

  Numa atitude inédita, o novo prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (PMDB) nomeou para a pasta da Agricultura Valdir Correia, fundador em Mato Grosso do Movimento Nacional dos Sem-Terra (MST) e que depois veio a criar o dissidente Movimento dos Trabalhadores Assentados (MTA). Agora, Correia deixa enxada, foice e facão, ferramentas utilizadas nas invasões de terra, para chamar à mesa de negociações trabalhadores e empresários e ainda dar ordens como autoridade.

   A presença de Correia no primeiro escalão de Pátio demonstra que, de fato, o prefeito está sintonizado com as massas e que, como se diz no meio político, "tem cheiro de povo". Por outro lado, trouxe preocupações ao empresário, principalmente aos pecuaristas. Muitos entendem que Valdir Corrêia já está identificado com um lado e tende a favorecer sem-terra. Como o novo secretário reagiria, por exemplo, diante de uma invasão de terra no município?

   Em tom conciliador, Valdir Correa garante que não terá dificuldades para negociar com fazendeiros e assentados. Enfatiza também que se sente preparado para o cargo. Ele é formado em Direito. "Só existe conflito quando há truculência de um dos dois lados. Fiz vários cursos, inclusive alguns do governo federal. Estou apto para negociar com os dois lados", afirma Valdir.

   Durante a campanha, Pátio se comprometeu com a agricultura familiar e considera que os R$ 2,6 milhões do orçamento à Agricultura são insuficientes para colocar em prática os seus projetos - saiba mais aqui.  Valdir Correa confirma que sua pasta terá o perfil de Pátio, ou seja, numa linha voltada aos pequenos, mas pondera que outros segmentos serão atendidos.

   Correia fundou o MST em 1985. Já o MTA surgiu em 2001. A frente dos movimentos, ele sempre foi uma figura polêmica e ajudou a assentar cerca de 8 mil pessoas. Atualmente reside no assentamento Chico Mendes, onde cria gado leiteiro. "Nosso objetivo é atender a todos, contudo vamos priorizar a agricultura familiar". (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (21)

  • Denezio Pio da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Valdir Correia (Colega do CESUR/Roo), isso demonstra que vc tem capacidade para gerir a Secretaria de Agricultura, nesse promissor município. Espero que vc trabalhe com responsabilidade e comprometimento com a população rondonopolitana.

  • ALUÍSIO COSTA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E O LULA NÃO SE TORNOU PRESEIDENTE DA REPÚBLICA?

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Foi uma indicação ideal para o cargo, pois só quem sofre com a agricultura, o pequeno produtor, que realmente conhece dos problemas enfrentados pela agricultura. São pessoas deste naipe que podem encontrar a solução para o pequeno, que é quem realmente necessita e merece apoio do governo, pois o grande se basta, o grande tem condições de ir até um banco e dar algo em garantia de empréstimos.

    MOÇÃO DE APLAUSOS À ZÉ DO PÁTIO.

  • Gilmar Roman | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já começou mal...

  • Assunção | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Prefeito ZÉ do Pátio acertou em cheio em nomear o ex- sem terra kparao cargo desecretário, pois isto vem provar que ele é um prefeito do povo.

  • josé everaldo de souza macedo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ora... Ora! Como pode alguém ser contrário à nomeação do Bacharel Valdir Correa, ex isto e aquilo, para o cargo de Secretário Municipal de Agricultura? Aliás, diga-se de passagem, ele é tão Doutor quanto os ilustres representantes da Promotoria (... é isto mesmo...! igual em formação acadêmica àqueles que tanto investigam o Sr. Zé do Pátio). Portanto, isento de qualquer posicionamento político partidário local, mas com o mínimo de conhecimento ideológico e inteligência prática, creio que mais do que acertada a indicação de Valdir Correa para tal mister, a atitude do prefeito eleito, demonstra não só a defesa de sua verdadeira origem como a superação de pré-conceitos e hiprocrisias de uma sociedade interiorana. E, por fim,lembro aos desavisados, que o Governador do Estado Sr. Blairo, maior produtor individual de soja do mundo, tem raíz humilde, bastando conhecer um pouco da fantástica saga da família MAGGI. Por fim, será que alguém lembra que o Presidente da República foi Torneiro Mecânico e Lider Sindical? Parabéns Prefeito Zé do Pátio... Do Povo... De Rondonópolis. Ao Sr. Valdir Correa um pequeno lembrete: Por conta do que vossa pessoa representa terá que mostrar muita competência e trabalhar em dobro. SUCESSO.

  • maria simões | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem está gerando polemica são os eleitores do Sachetti, o povo que votou em Pátio aprova todas as suas escolhas. Lula fundou a CUT,e até hoje a elite minoria desse país não o aceita.Pìlulas pra quem não aceita Lula e Pátio!

  • Miranda Muniz - PCdoB | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Zé do Pátio. Sua coragem em nomear um lider popular para a pasta da agricultura é uma clara demonstração de seu compromisso com a gente que mais precisa da administração municipal. A reclamação de parte do empresáriado rural (provavelmente ligado ao grupo derrotado do Blairo e Sachetti) não procede. Esses senhorares são mais que saberadores que conflitos agrários não são resolvidos pela Prefeitura, mas sim pelo governo federal, através do INCRA, ou pelo Estado, através do INTERMAT. Por outro lado, o companheiro Valdir Correa tem sensibilidade e, se preciso, negociará com os dois lados, afinal ele foi nomeado pera ser Secretário de Agricultura, cargo republicado, e não para assessoria do MTA ou MST. A bem da verdade, esse tipo de especulação é decorrência da posição míope assumida pelo grupo do Blairo e do Sachetti, que não aceitaram a derrota e tentam de todas as formas meios para desacreditar o governo Zé do Pátio, legitimamente eleito. É a velha cantilena entoada pelas as elites, como já fizeram em relação ao governo Lula, do tipo do falso argumento de que o empresariado iria mudar do Brasil!, e outras baboseiras que agora estão reproduzindo lá pelas bandas de Rondonópolis. O que o Blairo tem que fazer é aceitar a derrota acachapante, fazendo autocrítica dos erros cometidos pelo prefeito de proveta e parar de perseguir o Zé do Pátio e de discriminar Rondonópolis, sob pena de ser novamente derrotado em 2010..

  • Luiz Carlos Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lamentavelmente, o prefeito Pátio vai pagar caro pelo ato impensado de nomear suposto líder.
    Valdir Correa nunca foi líder positivo de nada. Sempre soube comandar invasões, conflitos e outros enfrentamentos ilícitos.
    Prefeito Pátio, o senhor ficou maluco? Identificar-se com a massa significa ordem, respeito, diálogo, desenvolvimento. E tudo isso nada tem a ver com invasão, nada tem a ver com sem-terra e muito menos com Valdir Correa.
    O senhor prefeito começou mal... instalando o caos na prefeitura. Tudo que começa mal...

  • MARIA JOSE DE SOUZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sem querer fazer qualquer tipo de discriminação, acho que o prefeito jose do patio esta substimando a cidade, não so na agricultura como em outras pastas,rondonopolis merece uma agenda de desenvolvimento sim , mais não como bolção de miseria como esta querendo levar o prefeito ze do patio, com amparo a invasores {pois no primeiro dia de seu governo ja aconteceu duas}e tão pouco com incentivo ao paternalismo pois com isso so vai almentar e atriar mais desempregados e miseraveis para se acomodarem na cidade, provocando um aumento na população, com demandas insustentaveis na araea da saude, educão e principalmente no emprego e renda, isto mostra a grau de inresposabilidade do dirigente com aqueles que como eu vivo em rondonopolis a mais de 40 anos e que vejo esta cidade que a menos de 10 anos saiu de seu estado de estagnação para um desemvolvimento sustentavel, com um processo de industrialização, aumento na criação de empregos, senão vejamos: a maioria dos bairros desta cidade foi fruto de invasoes atraidos por administrações tida como ``populares´´, e que so atrasou seu desenvolvimento, pois foram bairros sem infra estrutura, como agua, esgoto, asfalto luz etc e até hoje são problemas para serem resolvidos.
    cuidado ze do patio, pois RONDONOPOLIS E SEUS FUNDADORES MERECEM RESPEITO não transfome a rondonopolis dos nossos sonhos em palanque para seu populismo.

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...