Últimas

Segunda-Feira, 10 de Agosto de 2009, 16h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

PAC

Ex-prefeito faz lobby junto a Murilo e cita Braga e Loro

   Em 22 de janeiro do ano passado, o ex-prefeito da Capital e empreiteiro Anildo Lima Barros recebe telefonema de Marcelo Avalone, irmão do ex-deputado Carlos Avalone, com quem é sócio da Construtora Três Irmãos. Tanto Anildo quanto Marcelo e Carlos Avalone foram presos nesta segunda (10) por envolvimento em esquemas de fraudes em licitação nas obras do PAC em Cuiabá e Várzea Grande.

  A conversa, grampeada pela Polícia Federal mediante autorização judicial, começou às 11h46 daquele 22 de janeiro de 2008. Anildo comenta que iria procurar o prefeito várzea-grandense Murilo Domingos e que falaria também com o então secretário José Braga e com Dito Loro, que comandava o Dae, responsável pela execução das obras do PAC.

Eis o teor da conversa entre Marcelo Avalone e Anildo Barros sobre obras do PAC em VG

Marcelo Avalone: Alô!
Anildo Lima Barros: Alô Marcelo?
Marcelo: Bom?
Anildo: Olha ontem falei eu com o (não compreendido), a parte de planilha está tudo Ok, hoje era para o Túlio encaminhar isso aí para o Secretário de Planejamento, já para fazer o contrato de reratificação, entendeu?
Marcelo: É pois é, essa parte que agora vai pegar. Acho que já tá até resolvido.
Anildo: Hoje o Murilo esta reunido com todos os secretários. À tarde eu vou ter que ir lá falar com o Murilo. Eu vou falar com o Braga (José Braga, ex-secretário) lá, eu vou falar com o Dito (Dito Loro, ex-presidente do Dae) vê se ele já mandou o negócio pro Braga. Eu vô pedir pro Braga acelar pra fazer urgente e urgentíssima, pra ver se a gente assina.
Marcelo: Nós temos que pegar o Olindo aí e contratar ele pra fazer.
Anildo: É mas deixa eu mexer um pouco primeiro, isso não é o Olindo quem faz, isso aí quem faz é o (incompreensível).
Marcelo: Isso independente da nossa parte política de tá em cima, senão não anda.
Anildo: É nos temos que fazer um acerto com o Olindo, mas nós vamos fazer mais pra frente, fica tranquilo.
Marcelo: Tá.
Anildo: eu vou lá à tarde, vou tentar ver se consigo correr com esse negócio.
Marcelo: Tá o outro assunto...(interrompido).
Anildo: A gente entra com a medição pô.
Marcelo - O outro assunto nosso lá, só pra te pôr a par né, ontem nos já tivemos na Encomid, eu e o Jorge.
Anildo: Como que foi lá com o Rodolfo?
Marcelo: Isso conversamos, tivemos a conversa e ouvimos ele no assunto, e estou de novo aqui na Encomind já dando continuidade, pra fazer umas ações agora aqui né, já marquei a tarde com o outro que esta trabalhando junto com o Jorge pra gente conversar(?).
Anildo: Tá!
Marcelo: É interessante segundo o pessoal de fora aí.
Anildo: Tá!
Marcelo: E aí eu queria que você fizesse o seguinte: convocasse uma reunião no sindicato lá, lá com o Luciano.
Anildo: Sincop?
Marcelo: Sincop tá, pra botar o Sincop pra ajudar a gente a resolver essas cinco empresas que são lá sindicalizadas.
Anildo - Vou marcar amanhã então, marcar amanhã então?
Marcelo: Temo lote pru aqui, vocês são daqui.
Anildo: Eu vou marcar amanhã, 8 horas da manhã com o Alexandre pode ser?
Marcelo: Amanhã eu não posso participar, amanhã eu tô com o pessoal(incompreensível)
Anildo: Então, mas então você tem que ver o horário que você pode pô.
Marcelo: É amanhã eu não posso.
Anildo: Então depois de amanhã 8 horas.
Marcelo: Depois de amanhã pode ser.
Anildo: Depois de amanhã oito e meia, não vamos marcar 8 horas porque tá muito cedo.
Marcelo: Muito cedo, oito e meia!
Anildo: Oito e meia tá, depois de amanhã já marco com o Alexandre e o pessoal lá.
Marcelo: Tá, na reunião não é colocar. Olha tem essas empresas aqui, que precisam ser chamadas aqui e falar que que Sindicato já tratou o assunto, agora individualmente não cabe ao sindicalizado.
Anildo: Tá bom?
Marcelo: Então tá, oito e meia.
Anildo: Oito e meia depois de amanhã, tá combinado.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • roberto fernandes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ó OLINDO , LOGO VC TÃO HONESTO ENVOLVIDO NISSO ?
    PRISCA FORA OLINDO.
    SÓ SE FOI POR INFLUENCIA DO TO.......O.
    AHAHAHAHAHAHAHAHAH

  • paulo parente | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O BRAGA , O DITO LORO E O OLINDO
    SAO GENTE FINA.
    SAO TODOS PESSOAS DE REPUTACAO ILIBADA
    QUE O MISSIAS TROUXE PARA A ADMINISTRACAO.
    ESSA NAO , NAO ACREDITO, ISTO E INVENCAO

  • Van Hausen | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Querem apostar quanto que aqui nesta matéria, o Sr Walmir Molina vai dar pitaco?...

  • Luisão Buchudo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Apostar pra que, Hausem, para perder?

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....

MAIS LIDAS