Últimas

Quinta-Feira, 26 de Junho de 2008, 09h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

PESQUISA MARK

Ex-prefeito impõe larga vantagem em Aripuanã

   O ex-prefeito por dois mandatos de Aripuanã (a 976 km da Capital), médico Agostinho Carvalho Teles (PR), lidera a corrida à sucessão municipal com uma vantagem "elástica" de 31,6% pontos à frente do segundo colocado, o atual prefeito Ednilson Luiz Faitta (PP). Conforme a pesquisa Mark feita em 7 e 8 deste mês, Agostinho detém 46% da preferência, enquanto Faitta aparece com 14,4%. Tecnicamente empatado com o prefeito do PP, surge o ex-vereador Ademilson Pereira da Silva, o Cascalho (PTB), citado por 14%. A Mark percorreu 11 bairros e ouviu 250 eleitores.

   A margem de erro é de 5% para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada junto à 11ª Zona Eleitoral sob número 675/2008. Já Geraldo da Lara (PP), que pleiteou uma cadeira no Legislativo municipal na eleição passada, mas não conseguiu se eleger, é lembrado por 4,8% dos aripuanenses. Com 2,8%  aparece o socialista Seluir Peixer. Dos entrevistados, 16% estão indecisos, enquanto 2% adiantaram que pretendem votar em branco ou anular o voto.

   A Mark também simulou um confronto de três-a-três entre Agostinho, Cascalho e Ednilson. Nessa estimulada, o ex-prefeito se mantém na liderança com 46,8% das intenções de voto, seguido do ex-vereador Cascalho e de Edinilson. Os dois figuram com 16%. Já numa suposta disputa sem o nome de Agostinho e com o acréscimo de Seluir, o petebista Cascalho fica na primeira colocação com 28,8%, enquanto Ednilson é citado por 17,2%, seguido de Seluir (6%).

   Numa segunda estimulada em que entram no páreo somente Cascalho, Lara e Seluir, o ex-vereador continua à frente e o quadro fica praticamente inalterado. Nesse cenário, ele aparece com 27,2%. Os outros dois "prefeituráveis" ficam empatados tecnicamente. São citados por 8,8% e 7,6%, respectivamente.

   Em meio às indefinições, o instituto Mark simulou ainda confrontos dois-a-dois. Em todos o ex-prefeito Agostinho está com larga vantagem. O prefeito Edenilson, que é empresário no município, está determinado inclusive a recuar do projeto à reeleição. Ele ganharia hoje de Ednilson: 53,2% a 19,2%. A  pesquisa mostra que o prefeito Ednilson também seria derrotado se disputasse a reeleição contra o ex-vereador Cascalho. O placar seria 19,2% a 29,2%. Ednilson só conseguiria ser reeleito, segundo a Mark, se concorresse com Seluir. Nesse caso, chegaria a 20,4%, enquando o socialista teria 9,6%.

   Conforme a amostragem, Agostinho também bateria Cascalho: 48,4% a 18,4%.  Suas chances aumentam caso tivesse como único rival Seluir Peixer. Nesse caso, seria reconduzido ao comando da prefeitura, com 54,8% dos votos. Seluir é lembrado por 6,8%. O ex-prefeito também sairia vitorioso num eventual embate com Geraldo da Lara: 54,4% a 7,2%.

   Trabalho de campo

   A Mark realizou a pesquisa nos dias 7 e 8 em 11 bairros de Aripuanã. Dos 250 entrevistados, 61,6% residem na zona urbana; 38,4% na zona rural, sendo 55,2% do sexo masculino e, 44,8%, do feminino. Com relação a idade dos que opinaram, 25,2% possuem de 25 a 34 anos; 23,6% variam entre 35 a 44; 18,4% de 45 a 59; enquanto 22% têm 18 a 24; e 7,6% registram acima de 60 anos, ao passo que 3,2% dos que opinaram disseram possuir entre 16 a 17 anos de idade.

  Sobre o nível escolar, 41,6% são analfabetos ou não concluíram o ensino até 4ª série; 28,4% concluíram primário ou não terminaram o ensino fundamental; 19,2% disseram ter apenas o ensino fundamental ou médio incompleto, enquanto 8,8% fizeram o ensino médio ou superior incompleto. Possuem nível superior 2% dos entrevistados.

  Quanto à renda dos entrevistados, 23,6% ganham até um salário mínimo; 55,6% recebem de 1 a 5 salários; 18,4% ganham de 5 a 10; 1,2% de 10 a 20 e 1,2% mais de 20 salários. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.