Últimas

Segunda-Feira, 27 de Abril de 2009, 19h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

PARANATINGA

Ex-prefeito se apropriou de dinheiro público, diz Vilson

   Com uma folha de pagamento que chega a quase R$ 54% da receita, limite máximo estipulado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para gastos com funcionários, o prefeito eleito de Paranatinga, Vilson Pires (PRP), instaurou uma auditoria para apurar o suposto "rombo" deixado pelo ex-prefeito Francisco Carlos do Nascimento (PMDB), o Carlinhos, que teve registro de candidatura à reeleição cassado. "A receita está caindo cerca de R$ 550 por mês. Contingenciamos os gastos para podermos arcar com os salários e também vamos recuperar na Justiça todo o dinheiro que foi apropriado indevidamente pelo Carlinhos", afirma Pires. Ele alega que o ex-prefeito deu um golpe de R$ 160 mil no Fundo de Previdência de Paranatinga (Paranatinga Prev). "O Carlinho descontou 13% sobre a folha de pagamento de cada servidor e não recolheu o recurso ao fundo", apontou.

   Para regularizar a situação, Pires disse que teve que desembolsar dos cofres da prefeitura R$ 70 mil para quitar débitos de INSS e outros R$ 70 mil para PIS/PASEP. "Isto são apenas alguns dos rombos que constatamos. Ao todo, apenas com encargos sociais tivemos que pagar R$ 400 mil imediatamente ao assumirmos, sob pena de sanções graves ao município", disse. Segundo o prefeito, Carlinhos também deixou de repassar R$ 470 mil destinados pela Fundação Nacional do Índio (Funai) a índios e ONGs. "O ex-prefeito simplesmente se apropriou do dinheiro indevidamente. Também deixou de recolher a tarifa de água. Ao todo, a dívida dos contribuintes chega a R$ 1,2 milhão porque o ex-prefeito simplesmente não fazia a cobrança e usava a tarifa como moeda em troca de favores pessoais", dispara. A auditoria será concluída em 15 de maio. Cópias do relatório serão enviadas ao Ministério Público Estadual. "Quem comete estas irregularidades deve ir para a cadeia", defende, numa referência ao desafeto político.

   Vilson Pires foi eleito com 5.253 votos, mas acabou cassado em dois processos, um por compra de votos e outro por irregularidades na prestação de contas. Ele retornou ao cargo em 5 de março de 2008, por determinação da juíza membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE),  Adversi Rates Mendes de Abreu.  A magistrada alegou que houve equívoco na decisão do órgão que determinou que o presidente da Câmara, vereador Valdecir Donizete Nunes (PTB), assumisse o Executivo até a realização de nova eleição. O ex-prefeito Carlos Nascimento, derrotado à reeleição, obteve 4.435 votos. Como os votos válidos atribuídos a Vilson não superaram 50% e ele tinha perdido o mandato por crime eleitoral, os eleitores de Paranatinga aguardavam nova eleição. Caso seja mantida a decisão da magistrada, não haverá necessidade de novo pleito - veja mais aqui. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • LINDOMAR SANTOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha quem fala,,,kkkkkkkkkkk já bateu record de processos por improbidade com apenas 4 meses de tirania.... si liga,,, vc já erá.... ta preocupado porque sua amaziada esta com a lanterninha nas pesquisas... novas eleiçoes já... fora seus ficha suja...

  • Neire | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que absurdooooo!!!!
    Esse Sadan surta mesmo....
    O negócio dele é polemizar e inventar fatos para esconder as falcatruas dele...
    Paranatinga precisa de nova eleição...
    Se Deus existe vc nao fica muito tempo nessa cadeira....

  • Denize Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que vergonha!!! Eita dissispero!!!
    tudo isso porque até que em fim, apareceu um nome limpo, honesto e bom administrador, que nunca foi politico, e vai ser nosso prefeito, se Deus quizer::: agora é Paulinho Patureba 14, Empresario de susseso, Assistente social,Tecnico agricola,.... Aceita Paulinho, Paranatinga precisa de você....

  • Ana Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que o Sr. Vilson Pires esqueceu que já foi prefeito de Paranatinga ???
    Esqueceu também que a referida conta de água que ele tanto enfatiza , foi no mandato dele ???
    Pena que as pessoas tem memória curta .
    Acorda Paranatina .

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...