Últimas

Quarta-Feira, 23 de Abril de 2008, 18h:58 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

SANGUESSUGAS

Ex-prefeitos são denunciados por elo com máfia

  Os ex-prefeitos de Campo Verde (a 130 km ao Sul da Capital), Onéscimo Prati (DEM), e de Reserva do Cabaçal (398 km a Oeste), Ezequiel Ângelo da Fonseca, figuram na lista de 10 ex-gestores mato-grossenses denunciados pelo Ministério Público Federal por ligação com a máfia das sanguessugas. Prati tenta retornar à prefeitura. Ezequiel é ex-presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) e hoje atua como secretário-adjunto da secretaria estadual de Educação.

  Também foram incriminados 34 servidores públicos municipai. Todos vão responder na Justiça Federal pelos crimes de formação de quadrilha, com pena de 1 a 3 anos, e fraude à licitação, que prevê de 2 a 4 anos, mais pagamento de multa.

  De acordo com as denúncias, tanto os ex-prefeitos quanto os servidores públicos aderiram de forma estável e permanente à organização criminosa desarticulada pela Operação Sanguessuga. Cabia a eles, na condição de agentes políticos e/ou públicos municipais, montar e fraudar procedimentos de licitações, direcionamento o resultado em favor de empresas ligadas ao grupo crimonoso.

    Alguns já respondem por esses crimes, como os ex-prefeitos Nelci Capitani (Colniza) e Antônio Domingos Debastiani (Feliz Natal). No total das denúncias de 2007 e 2008, doze ex-prefeitos e 41servidores municipais respondem por envolvimento com a organização criminosa.  Na máfia das sanguessugas, coordenada pelo empresário Darci Vedoin, da Planam, estiveram envolvidos também vários parlamentares.

Jesur Cassol, ex-prefito de Campo Novo do Pareci Entre outros ex-prefeitos acusados de ligação com a máfia estão Francelino da Silva, o Francinha, de Guiratinga; Jesur Cassol, que comandou Campo Novo do Pareci e tentou, sem êxito, cadeira de deputado federal; e até o ex-padre Antonio Cândido da Paixão, o Antonino, que foi prefeito de São José do Povo. O ex-prefeito de Tapurah, Reinaldo Tirloni, consta na lista, mas não foi denunciado em razão do falecimento.

   A servidora Devanice Alves de Souza não integrou a comissão de licitação, mas era responsável pelo setor de licitação da Prefeitura de Marcelândia e, segundo o MPF, contribuiu para o êxito da empreitada criminosa, haja vista que era a responsável pela montagem de todo o procedimento licitatório. A situação é similar a do servidor José Rodrigues Cruz, de Pedra Preta. Ele não integrou a comissão de licitação, mas exercia cargo de Chefe do Setor de Compras da prefeitura e orientava os procedimentos licitatórios fraudulentos.

Clique aqui e saiba mais.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TENHO PELO EZEQUIEL A. FONSECA, EX- PREFEITO DE RESERVA DO CABAÇAAL, E EX- PRESIDENTE DA AMM, UMA GRANDE ADIMIRAÇÃO, E UM GRANDE RESPEITO, SE ÉSSAS DENUNCIAS PROCEDEREN, SÓ RESTA LAMENTAR PROFUDAMENTE.!!

  • MARCOS VELAZQUEZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - SINTO VER TUDO ISSO E NINGUEM ESTA PRESO, AO CONTRARIO SE ENCONTRAM LIVRES,LEVES E SOLTOS, POR ISSO NÃO ACREDITO EM C.P.I. NENHUMA, PARA MIM SÃO IMBROLHOS CAUSUISTICOS PARA DESVIAR A ATENÇÃO DE PROBLEMAS GRAVISSIMOS QUE DEVEM ESTAR SENDO ACOBERTADOS POR AI, SE NÃO JÁ ESTARIAM PRESOS A HORAS, NÃO É VERDADE ???????

  • MARCOS VELAZQUEZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - SINTO VER TUDO ISSO E NINGUEM ESTA PRESO, AO CONTRARIO SE ENCONTRAM LIVRES,LEVES E SOLTOS, POR ISSO NÃO ACREDITO EM C.P.I. NENHUMA, PARA MIM SÃO IMBROLHOS CAUSUISTICOS PARA DESVIAR A ATENÇÃO DE PROBLEMAS GRAVISSIMOS QUE DEVEM ESTAR SENDO ACOBERTADOS POR AI, SE NÃO JÁ ESTARIAM PRESOS A HORAS, NÃO É VERDADE ???????

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...