Últimas

Sábado, 28 de Março de 2009, 11h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

ELEIÇÃO NA ORDEM

Ex-presidente "detona" Faiad e questiona lista sêxtupla

Renato Nery, ex-presidente da OAB/MT  O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Mato Grosso, conselheiro nato, Renato Gomes Nery,  "detonou" o atual presidente da OAB no Estado Francisco Faiad. Segundo ele, a OAB se tornou quase um "partido político". "Ele subiu em palanque de políticos na última eleição. Chegou a se declarar candidato a deputado. Isso não é postura de presidente", rechaça . Nery afirma ainda que foram formadas verdadeiras "panelinhas" dentro da ordem. Segundo ele, o grupo de Faiad usa até de estratégias "baixas" para  se manter no poder."Eles formaram um verdadeiro cartel e fizeram uma devassa com o voto. Intimidam as pessoas. É um jogo de cartas marcadas", dispara, numa referência à eleição do novo desembargador federal do trabalho. Na próxima terça (30) será eleita a lista tríplice, que será encaminhada ao presidente da República. O eleito ocupará a vaga do desembargador Luís Eduardo Alcântara, que faleceu há 3 meses - saiba mais aqui.

    A lista é composta pelos advogados: Ednaldo de Carvalho Aguiar (Rondonópolis), Maria Beatriz Theodoro Gomes, Lourivaldo Fernandes Stringheta, Marcos Dantas Teixeira, Clara de Holleben Leite Muniz (Barra do Garças) e Selma Cristina Flores Catalan. O ex-presidente da OAB ingressou com um mandado de segurança para cassar a eleição. Ele sustenta que houve fraudes na eleição da lista sêxtupla, que ocorreu no final de fevereiro. Segundo ele, dois suplentes foram convocados e votaram irregularmente. "Como o vice-presidente que presidiu a votação não votou, o placar nunca poderia ser 20 a 9 e sim, no máximo de 27 a 20, ou ainda um outro placar, levando-se em conta o número de 27 votantes, mas nunca tendo como base um quorum de 29", assegura no mandado de segurança. O conselho da OAB é composto por 26 membros. Podem votar ainda os chamados conselheiros natos (ex-presidentes). Nery questiona ainda, o fato do voto ser aberto. "Isso intimida as pessoas. Todos se sentem pressionados. A direção da OAB quer saber quem é quem.  Identificar quem faz parte do grupo deles", afirma. O novo desembargador do TRT receberá subsídio mensal superior a R$ 20 mil.

  Na avaliação de Nery, a imagem da OAB está extremamente desgastada. Em 19 de novembro será eleito o novo presidente da Ordem. Atualmente, existem cerca de 14 mil advogados no Estado. Faiad já enfrenta a oposição do advogado Paulo Taques. O presidente da OAB articula para eleger alguém de seu grupo. Entre eles estão João Vicente Scaravelli, presidente da Caixa de Assistência da Ordem, José Patrocínio, do Conselho Estadual, Cláudio Stábile, vice-presidente da Escola Superior da Advocacia e Francisco Sgaib, do Conselho Federal. Além de Taques, na ala de oposição estão  Eduardo Mahon, João Celestino e o procurador do Estado José Vitor Gargaglione - confira mais aqui. "Vejo as práticas que vem sendo tomadas por Faiad com muito pesar. O novo presidente da OAB terá que mudar muita coisa. Não será um trabalho fácil. A imagem da Ordem diante da população está muito desgastada".

(11h10) - Faiad diz que críticas são infundadas e eleitoreiras

Francisco Faiad, presidente da OAB  O presidente da OAB de Mato Grosso, Francisco Faiad, disse neste sábado (28) que as críticas do ex-presidente, Renato Nery são infundadas e de caráter eleitoreiro. Segundo ele, nos bastidores Nery já teria manifestado interesse em disputar a presidência da Ordem. "Eu nunca escondi a minha militância partidária, mas nunca usei a OAB para me promover. Não lancei nenhuma pré-candidatura a deputado", rebate Faiad. O presidente da Ordem lembra que foi vereador por Alta Floresta em 1989, disputou sem êxito a vaga de  deputado estadual em 1990 e de  vice-prefeito de Alta Floresta em 1992. "Tenho uma longa história política, mas respeito todos. Dentro da OAB existem filiados do PP, PMDB, PSDB, dentre outros. Cada um tem sua opção política". Sobre questionamentos em torno da lista sêxtupla, que será votada no dia 30, Faiad assegura que não houve nenhuma irregularidade. "Fizemos tudo de maneira transparente  e democrática. Do mesmo jeito que queremos que os vereadores, deputados e senadores  votem de maneira aberta, temos que cobrar de nós mesmos", ressalta. O presidente argumenta que o novo modelo eleitoral da OAB tão adequado, que o próprio Tribunal Regional do Trabalho (TRT) realizará a eleição da lista tríplice por meio de voto aberto. "É tão sério que o TRT ia fazer votação secreta e não será mais. Ele (Nery) entrou com mandado, mas perdeu".

  Faiad desmente a existência de "panelinhas" , mas confirma que apoiará uma candidatura. "Ainda não sei quem, mas é natural que eu apoie alguém. Vão haver outros candidatos. Alguns já estão se posicionando e não boicotei ninguém" . (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Fernando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Todo poderoso Faiad, seu reino está ruindo, os bobôs da corte que lhe segue estão desisperados, pois, a certeza da derrota caminha a passos largo.

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    As instituições, representações de classe, também estão manchadas pela política nefasta que vivemos em nosso país. Em Cuiabá parece ainda pior.

    É lamentável que pessoas que deviam ser imparciais utilizem dessas representações para tentar chegar a cargo público.

    É por essas que nossas instituições estão falidas, desacreditadas. Já não é mais novidade que sejam utilizadas como cabides de emprego ou como degrau para alguns chegarem a cargos públicos.

    A procuração que os advogados deram a FAIAD foi para representar a classe. Nunca sob hipótese nenhuma, concordam que você utilize da OAB para realçar vínculos partidários.

  • Asdrubal Manoel D`Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É lamentável o desespero da oposição. A OAB-MT, só vai sair da mão da situação se houve desunião entre o grupo. O que eu dúvido. A vitória do grupo atual, vai ser mais uma vez acachapante. A atual direção é muito forte em todas as cidades pólos do Estado e principalmente na Capital. Não desanime não companheiros, ninguém chuta cachorro morto. Até mais. Asdrubal

  • Mauricio Pedreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho a acompanhado os falatorios pertinentes a OAB e vejo que alguns senhores que ate então sempre calados e até participaram da eleição do Faiad, assusta, que no aproximar das eleiçoes começam a achar defeitos, agora uma pergunta,somente agora.

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

TCE vê superfaturamento em Juara

carlos sirena 400 curtinha   Em plena campanha eleitoral o prefeito de Juara, Carlos Sirena (foto), candidato à reeleição pelo DEM, está tendo que buscar explicações sobre irregularidades apontadas pelo TCE-MT em alguns casos de dispensa de licitação, especialmente nas compras de produtos para...

Doação à campanha a pedido de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto) não tirou um centavo do bolso para colocar na campanha de Kalil Baracat, mas é o responsável pela entrada de praticamente a metade dos R$ 1,4 milhão doados ao candidato do MDB à Prefeitura de Várzea Grande. Graças à...

Ex-senadora ajuda a afundar Reinaldo

selma arruda 400   Mesmo entregue ao ostracismo político, após ser cassada neste ano da cadeira de senadora por crimes eleitorais, como caixa 2, Selma Arruda (foto) ainda acha que consegue "arrebanhar" eleitores. E foi pensando nisso que ela apareceu no curto tempo do horário eleitoral de Reinaldo Morais para pedir voto ao...

Taques agora na lista de ficha-suja

pedro taques 400 curtinha   O ex-senador e ex-governador Pedro Taques (foto) entra na lista dos fichas-sujas. Ele se inscreveu para concorrer ao Senado pelo SD, mas teve registro indeferido pelo TRE devido a uma condenação aplicada pelo próprio Tribunal pelo uso eleitoreiro da Caravana da Transformação...

MAIS LIDAS