Últimas

Segunda-Feira, 13 de Agosto de 2007, 11h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

LEGISLATIVO

Ex-presidente é cassado e denuncia os colegas

Inconformado, Orlandinho distribui gravações se auto-condenando e entrega vereadores por Barra do Bugres sobre esquemas de propina e notas frias    

   Por 6 a 3, a Câmara Municipal de Barra do Bugres (a 160 km ao Médio-Norte de Cuiabá) cassou o mandato do ex-presidente Orlando Cardoso Chaves, o Orlandinho (sem partido). Ele enfrentou uma Comissão Processante que, durante 90 dias, levantou uma série de denúncias feitas pelo morador Francisco Neurivan contra o vereador. O relatório foi à votação na última sexta (10) e acabou aprovado pela maioria dos parlamentares numa sessão tumultuada.

    Inconformado com a cassação do seu mandato, Orlandinho resolveu "botar a boca no trombone". Distribuiu gravações na qual ele se auto-condena, mas também compromete outros vereadores. Nas conversas gravadas, Orlandinho, então presidente da Câmara Municipal, cita nomes, admite esquemas de propina e de utilização de notas frias,  usa palavrões e, juntos com outros vereadores, dão até risadas, como espécie de deboche.

    Entre as acusações que pesam contra Orlandinho e levantadas pela Comissão Processante estão a compra de cerca de oito mil cartões para aparelho celular, aquisição de 17 mil litros de gasolina somente para um veículo da Câmara, a compra de quatro baterias em um mês também para o mesmo veículo, além de empenho de notas fiscais sobre as mesmas peças.

    O Ministério Público agora deve fechar o cerco tanto em relação ao vereador cassado quanto sobre os demais denunciados nas gravações. Orlandinho presidiu o legislativo municipal até dezembro do ano passado. Hoje a Câmara está sob Moacir Júlio Dias (PP).

     Este não é o primeiro escândalo envolvendo o parlamentar cassado. Na década de 80, Orlandinho chegou a montar uma operação para sequestrar o então deputado estadual Renê Barbour, um dos maiores pecuaristas do país e desbravador do Médio-Norte. De última hora desistiu do sequestro e ainda comunicou o fato ao próprio Barbour.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Francisco Neudivan | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A administração em nossa cidade está um caos, devido a corrupção, superfaturamento e até nepotismo.O MP do nosso município não está conseguindo cumprir o seu papel. Peço que a "autoridade competente" encaminhei mais um promotor para a nossa comarca e com isso consigam apurar todas as irregularidades que há em nossa cidade. É preciso acabar c/ esses "sange-sugas" que há em nosso município. Espero ATITUDE dos órgãos competentes.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se a policia investigar, o MP denunciar e a justiça acatar vai dar mais 900 anos de prisão. Depois ainda dizem que não existe crime organizado.

  • Patrícia dos Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É necessário que o Promotor de Justiça Dr. Antonio Moreira, que tem relevantes serviços prestados para Mato Grosso e para a Comarca de Barra do Bugres, faça o mesmo que fez em relação a outros processos envolvendo autoridades, bem como o que fez na Comarca de Juína quando ali oficiou, afastando os vereadores corruptos. Acredito no Ministério Público, mas queremos que as medidas sejam mais rápidas.

  • Zélia de Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esperamos agora, que o Vereador Orlando Cardoso Chaves, o Orlandinho, cumpra o que prometeu e entregue ao Promotor de Justiça Dr. Antonio Moreira da Silva, no dia 11 de outubro deste ano (quinta-feira), dia marcado para seu interrogatório na Promotoria de Justiça de Barra do Bugres, as PROVAS que disse ter, por crimes contra a o patrimônio pública, que teriam sido praticados pelos demais vereadores de Barra do Bugres

Mais jovem prefeito sucede familiares

Rog�rio Meira_400 jangada   O mais jovem entre os prefeitos eleitos e/ou reeleitos de MT, Rogério Meira (foto), tem um histórico de vida pública, mesmo tendo apenas 24 anos. Atualmente, ele exerce mandato de vereador por Jangada e foi eleito prefeito da cidade ao obter 1.699 votos, 9 a mais que o...

Base forte de EP para Mesa Diretora

juca do guaran� curtinha 400   A base do prefeito Emanuel Pinheiro para o segundo mandato, embora com quatro virtuais candidatos à presidência da Mesa Diretora, está construindo o discurso de que não pode rachar sob o risco de entregar o comando do Legislativo para a oposição....

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...