Últimas

Sábado, 17 de Março de 2007, 07h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

RONDONÓPOLIS

Ex-secretária se diz frustrada com jogo político

 

     A ex-secretária de Estado de Educação, Ana Carla Muniz (PPS), se mostra decepcionada com o que chama de jogo político, descarta disputa à Prefeitura de Rondonópolis no próximo ano e vai se dedicar aos negócios da família e aos estudos. Para ela, enquanto não houver financiamento público de campanha, os partidos não conseguirão preencher a cota de 30% das vagas reservadas às candidaturas femininas.

    Ana Carla comenta que teve uma experiência decepcionante em 2002, quando concorreu à deputada estadual e teve 19.151 votos. Ficou na primeira suplência e, posteriormente, acabou assumindo a vaga na Assembléia por alguns meses. Ela observa que ficou grata pelos votos recebidos, mas traz consigo até hoje mágoas das 'rasteiras' que recebeu durante a campanha eleitoral. "Descobri que há muita rasteira na vida pública. Estou agradecida pelos votos que tive, mas esse meio político é um mundo muito machista. Achei que houvesse mais sinceridade".

   Esposa do ex-prefeito de Rondonópolis e deputado estadual Percival Muniz, Ana Carla afirma que sempre teve atuação na área social e educacional e, até então, considerava que na militância política o jogo fosse mais sincero, igual e democrático. "Sempre fui de boa fé e achava que cada um fazendo sua parte, ou seja, trabalhando, apresentando propostas e pedindo voto numa campanha eleitoral, as coisas fluiriam bem. Ocorre que existe rasteira, inclusive diretamente de grupos políticos para com algumas candidaturas", reclamou a ex-secretária, que conduziu a pasta da Educação no governo Blairo Maggi de agosto de 2003 a dezembro do ano passado.

    Na avaliação de Ana Carla, a política é um mundo muito masculino. Adianta que não pretende mais concorrer a cargo eletivo. Hoje, ela se dedica aos negócios empresariais da família, principalmente às propriedades rurais, e planeja fazer mestrado em gestão educacional.

   Sobre o PPS, conduzido pelo marido Percival, Ana Carla afirma que 'há quadros bons', mesmo após a desfiliação em massa do grupo do governador Blairo Maggi, que migrou para o PR. Para ela, a tendência é o partido ou apoiar o PMDB ou lançar candidatura própria em Rondonópolis. "Não tenho pretensão de disputar a prefeitura, mas o PPS vai ter participação com candidaturas a prefeito e vereador".

   Destaca que, o partido conseguiu, com Percival e com o hoje prefeito Adilton Sachetti, conduzir o município por um longo período. Observa, porém, que o perfil da atual gestão não se encaixou na forma que o PPS governa e, por isso, acabou havendo ruptura. "Vou construir minha participação no PPS, mas o partido vai encontrar outro nome para ser candidato a prefeito", diz Ana Carla, citando, entre as possibilidades, o vereador Aristóteles Cadidé, o policial rodoviário federal José de Medeiros e, um tanto sem empolgação, o nome do marido Percival Muniz. Ela preferiu não comentar a administração Sachetti 'por uma questão ética'.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.