Últimas

Sexta-Feira, 10 de Abril de 2009, 19h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

JUDICIÁRIO

Ex-vereadores acusados de extorsão voltam à cadeia

  Dois vereadores e dois ex-parlamentares por Nova Bandeirantes (a 1.020 km a Noroeste de Cuiabá) voltaram para a cadeia desde quarta (8). Já João Batista, que concluiu o mandato em dezembro do ano passado, está foragido. Após serem flagrados em extorsão ao ex-prefeito Valdir Barranco (PT) no ano passado, eles foram presos. Ficaram atrás das grades por 10 dias até serem libertados em pleno feriado de Natal (25 de dezembro), quando obtiveram uma liminar concedida pelo desembargador Donato Fortunato Ojeda.

   Agora, em julgamento do mérito no Tribunal de Justiça, o desembargador-relator José Jurandir de Lima, da Terceira Câmara Criminal, cassou a liminar que mantinha os 5 acusados em liberdade. Coube aos oficiais de Justiça Darli Santos e Adriano Eloi, da Comarca de Nova Monte Verde, efetuarem as prisões. Eles montaram a operação com apoio da Polícia Civil de Nova Bandeirantes. Foram recolhidos às grades os vereadores Jeremias Menezes Baiocho (PP) e Adenilson Otênio (PMDB) e os ex-vereadores Sandro Roberto da Silva (PP) e Darci Antônio Vicentin (PMDB). O quinto acusado, ex-vereador João Batista da Silva (DEM), está foragido.

   Eles tinham sido presos pela primeira vez no momento em que recebiam parte de um valor total de R$ 50 mil para aprovar as contas de 2007 do então prefeito. Acuado, Barranco pediu ajuda do Ministério Público que, por sua vez, autorizou a gravação da extorsão. Numa das cenas, o prefeito abre uma mala e começa a distribuir maços de R$ 1 mil. Um dos parlamentares confere os valores - saiba mais aqui e aqui

   Como os então vereadores ficaram apenas 10 dias presos, o MP recorreu da decisão e agora, diante da cassação da liminar, retornaram à cadeia. Eles se transformaram numa vergonha nacional e respondem por corrupção passiva e  podem pegar até 12 anos de reclusão.

   Os quatros estão em cela comum na Delegacia de Nova Bandeirantes. O ambiente não dispõe da mínima estrutura. A cela exala cheiro insuportável e poderá ser interditada. Geremias e Adenilson agora devem perder o mandato por quebra de decoro parlamentar ou até mesmo por ausências às sessões, já que estão presos. A Justiça deve autorizar a transferência dos acusados para algum presídio, pois tanto a cadeia de Nova Bandeirantes quanto a de Nova Monte Verde não possui as mínimas condições para abrigar detentos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio Etico R. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E o Tal prefeito ? Onde está? Penso que, se tais vereadores foram fazer propostas indecentes ao prefeito, é porque fatos identicos já deveriam ter existidos e aceitos, caso contrario, não se teria esta liberdade. VALE TERMOS UMA INVESTIGAÇAO SOBRE ESTA SITUAÇAO.

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...

Kalil, ausência e críticas de educadores

gilmar ferreira 400 curtinha   O candidato a prefeito de Várzea Grande Kalil Baracat (MDB) não foi a um evento realizado pelo Sintep para apresentar suas propostas aos técnicos e professores da educação básica. A ausência e sem apresentar justificativa deixou professores na bronca. O sindicalista...