Últimas

Terça-Feira, 13 de Outubro de 2009, 11h:52 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

LEGISLATIVO

Fabrício e Juca do Guaraná duelam por vaga na Câmara

   O ex-vereador Marcus Fabrício, sobrinho da deputada estadual Chica Nunes (DEM), e o empresário José Maria Barbosa, o Juca do Guaraná, se digladiam por uma vaga temporária na Câmara Cuiabá. Ambos são primeiro e segundo suplentes do PP, respectivamente, na Casa. O titular, Levi Pires de Andrade, o Leve Levi, anunciou na última semana que pediria licença para dar espaço aos suplentes. O problema é que Fabrício e Juca do Guaraná não chegam a um acordo.

   Levi chegou a anunciar que pediria licença nesta terça (13) para Fabrício assumir por um dia. Em seguida, o sobrinho de Chica iria protocolar o pedido de afastamento em benefício de Juca do Guaraná, que ficaria no cargo por 120 dias. Com a “manobra”, Fabrício não perderia a vaga de primeiro suplente do PP.

   O projeto de rodízio, porém, foi enterrado devido à falta de entendimento, entre Levi, Juca e Fabrício. O impasse começou após a primeira reunião, quando Fabrício disse que não tinha interesse na vaga e poderia abdicar dela em favor de Juca. Porém, um dia depois, ele disse a jornalistas que sequer sabia sobre a manobra e negou ter participado do encontro. "Ele foi sim. A reunião foi no meu gabinete e eles chegaram juntos pela porta da frente. Não fizemos nada escondido", desmentiu Levi.  Diante do impasse, Levi chegou a propor licença por um prazo maior, de seis meses. Dessa forma, Fabrício e Juca ocupariam por três meses, cada, a cadeira de vereador. Mas não houve acordo. Cogitou-se realizar uma reunião nesta segunda (12), mas como a agenda de Levi estava cheia o encontro não ocorreu.

   Irritado, Levi não protocolou seu pedido de licença nesta terça. Em vez disso, ele declarou em entrevista a jornalistas que diante do impasse pode mudar de idéia e sair por apenas 15 dias. “Se eles não chegarem a um acordo, vou tirar licença de 15 dias. Eu realmente não estou bem, preciso descansar”. Nesta quarta (14), ele volta a se reunir com os dois suplentes. A expectativa é que entregue nesta quinta (15) o pedido de afastamento. Resta saber por quantos dias. (Patrícia Sanches e Andréa Haddad)

(12h55) -
Juca nega desentendimento e avalia alternativa para não prejudicar Fabrício  

   Juca do Guaraná, por meio da assessoria, negou que esteja brigando com Marcus Fabrício pela vaga na Câmara de Cuiabá. “Isso está sendo conversado, estamos dialogando, mas não há briga”, rechaçou o segundo suplente do PP, por meio da assessoria. Segundo ele, Leve Levi confirmou aos dois suplentes que vai protocolar pedido de licença de 120 dias. “Não existe a possibilidade dele requerer afastamento de apenas 15 dias”. Juca também afirmou que analisa com a assessoria jurídica a melhor maneira de assumir o cargo de vereador sem prejudicar Marcus Fabrício.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • alinor alves do nascimento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NÃO CONHEÇO JUCA PESSOALMENTE , MAIS MEU PAI É CLIENTE DELE HÁ ANOS ,E ME FALA QUE JUCA TEM MAIS BRIL NA CARA QUE TODOS OS VEREADORES JUNTOS....

  • nelsinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o marcos fabricio tem que dar vaga pro outro, afinal esta recebendo sem trabalhar com secretario de obras em Barao de Melgaço salario de R$ 1,500,00 e mais combustivel e diarias, total R$ 2,500,00. ninguem consegue encontralo aqui e nem a casa que ele fica.

  • JONAS DA COSTA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É EU ACHO QUE NESTE DUELO FABRICIO PERDE O GRUPO JUCA DO GUARANA

  • CARLOS DA COSTA RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O MARCUS FABRICIO esta queimado no meio politico prova disto que ele é primeiro suplente de vereador e o pp indicou joao manuel ao invez dele para habitação ele esta sendo preterido ou ele sugou de mais o pref WS que nao quer nem ouvir falar MF nao é ministerio publico federal nao, é MARCUS FABRICIO MESMO

  • luis hermes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VAMOS ENTENDER O CASO
    1 MARCUS FABRICIO É O 1° SUPLENTE CERTO
    2 JUCADO GUARANA É O 2° SUPLENTE CERTO
    O MARCUS ESTA ATUALMENTE COMO SECRETÁRIO DE OBRA DE BARÂO DE MELGAÇO A ONDE O QI DELE FALOU MAIS ALTO POR FORÇA DE SER SOBRINHO DE MARCELO RIBEIRO (PREFEITO) A MATEMÁTICA É SIMPLES É SÓ O LEVI SE LISENCIAR POR UM PERIODO DE 121 DIAS QUE O MARCUS FABRICIO,TERA QUE RENUNCIAR O POSTO DE SECRETÁRIO DE BARÃO ,OQUE TENHO CERTEZA QUE NÃO ARRISCARIA,SABENDO QUE O TITULAR DA VAGA NO CASO LEVI LEVI PODERIA RETORNAR A QUALQUER MOMENTO!!!

  • Zé Migué | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • JOSÉ MARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE NOSSO SISTEMA POLÍTICO DEVE MUDAR. NÃO É POSSÍVEL ADMITIR MANOBRAS COMO ESTA, QUE EVIDENCIA O INTERESSE MESQUINHO DOS CANDIDATOS, ONDE O QUE FICA POR ÚLTIMO É JUSTAMENTE O QUE DEVERIA SER A PRIORIDADE: O POVO! TENHO VERGONHA DOS NOSSOS REPRESENTANTES QUE MAIS PARECEM URUBUS BRIGANDO POR CARNIÇA! AINDA QUEREM AUMENTAR AS VAGAS?!!

  • amandabsantos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vc já notarão que o levi só vai se licenciar se o juca que vir a assumir, por que será, oras o levi já acertou o apoio de grupo do juca para deputado estadual e por sua vez a secretaria que o pp tem direito conforme agendado no inicio do ano que seria ser em julho o deucimar não vai querer pois se o marcus ir para a secretaria o juca vai assumir e ira apoiar o levi e não o deucimar

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Marcos Fabricio, seja inteligente e humano, Juca do Guaraná, não lhe deixará na mão, tu teras sempre um ótimo aliado na suas ambições politicas.
    Tu é cria de Pedri Henry e ele é um dos melhores negociadores que conheço e admiro.
    Humildade, neste caso, é uma virtude e será sempre lembrada.

  • ELLEN NATUREZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Povo prestem bem atenção. O Marcos Fabricio não pode bater de frente com Juca do Guaraná. É melhor ele renunciar e pronto.. Lembrem-se do passado.. ACORDA. Deixa o Juquinha do Guaranazinho assumir e pronto. O Máximo que pode acontecer é Marcos Fabricio ser assessor do Juca, Porque coitado do Juca, ele não entende nada de nada. SOMENTE DO GUARANA..

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS