Últimas

Quarta-Feira, 09 de Abril de 2008, 11h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

POLÊMICA

Fabris retorna e chama Faiad de careca frustrado

Deputado Gilmar Fabris reassume cadeira na AL Um ano depois de licenciado, deputado volta com a "lingua afiada", manda recado e parte para ataques pessoais

  Após um ano afastado da Assembléia com 3 pedidos de licença para tratamento médico, com direito ao recebimento integral do salário mensal de R$ 12,5 mil neste período, o deputado Gilmar Fabris (DEM) reassumiu a cadeira nesta quarta (9), levou para as galerias cabos eleitorais da região Sul do Estado e, por mais de 30 minutos fez um pronunciamento, em que disparou sua metralhadora verbal contra algumas pessoas.

   Acusado de compra de votos, Fabris, que só se mantém no cargo por força de uma liminar do TSE, disse que, enquanto esteve fora da AL, ficou entristecido com duas pessoas, uma delas o presidente da OAB-MT, Francisco Faiad, a quem chamou de "careca frustrado". A outra pessoa com a qual se diz magoado seria um deputado que, segundo Fabris, estava ausente na sessão desta quarta. Preferiu, porém, não declinar o nome. Avisou que, oportunamente, tornará público o nome do colega parlamentar.

   Fabris disse que Faiad, em entrevista à imprensa, havia externado contentamento por este ter sido cassado. Segundo ele, o presidente da Ordem estaria vibrando com a sua "queda". A partir daí, o deputado partiu para os ataques pessoais. "Um amigo dele (de Faiad) me disse uma coisa que me deixou pensando como Deus é justo. Todo mundo na vida tem uma frustração enorme e ele (amigo) me contou que este homem (Faiad) sofre por ser careca. Não pode se olhar no espelho. A única solução para acabar com este sofrimento é ele ir numa perucaria, comprar uma peruca para colocar naquela cabeça careca dele (sic)", zombou.

Francisco Faiad, presidente da OAB/MT   Segundo Fabris, certamente, Faiad o ataca porque não teve oportunidade de ser deputado. Lembra que o advogado e ex-vereador por Alta Floresta tentou concorrer às eleições, mas teve pouco mais de mil votos. "Não sou culpado por ele não ter sido eleito". Depois, em outro momento, Gilmar Fabris comenta que ser careca não é defeito e cita outro parlamentar na condição de Faiad como exemplo de político: o deputado José Riva (PP), que está no quarto mandato parlamentar.  "O Riva é careca desde quando eu o conheço e é lider de votos, um exemplo. Temos um grande exemplo de que careca não é defeito. A prova disso é o deputado José Riva, um grande homem", destaca.

   E finaliza com mais uma frase irônica: "tomara que ele (Faiad) resolva seu problema e nos deixe trabalhar", comenta. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A agressão preconceituosa deste deputado foi ouvida em silêncio pelos pares?
    Esse deputado deveria se calar, pois, não tem trabalho nenhum para a sociedade. Tem sim um monte de denúncias contra ele desde os tempos que foi presidente da Assembléia. Aliás, um político como ele ter sido presidente de uma poder neste estado, é coisa para envergonhar toda uma geração.
    Gente como ele fazer críticas a Faiad, é um elogio para o presidente da OAB/MT.

  • CIDADÃO DESESPERANÇADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não sou.nem o conheço, procurador do Faiad, mas esse dep. não tem moral pra falar nem daquele cachorro pulguento deitado la no meio da rua.
    por falar desse dep. me de a receita de emagrecimentome disseram que a receita é ficar levando recado para um certo comendador é verdade?
    E esse pessoal que esta ai nas galerias é o povo la de poxoreu?
    ou e´daquela urna que acharam la na sua fazenda?
    TENHA PACIENCIA DEPUTADO!!!!!!!!!!!!!!

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É SIMPLESMENTE DEPLORAVEL ESSE DEPUTADO GILMAR FABRIS,QUE TRISTEZA TER UM CANASTRÃO COMO ESSE EM NOSSA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA.

    ESSE SENHOR GILMAR FABRIS COM SEU JEITO SUINO DE SER EMPORCALHA A POLITICA DO NOSSO ESTADO.

    DR.FAIAD EU FICARIA MUITO PREOCUPADO E TRISTE SE O GILMAR FABRIS LHE ELOGIA-SE. PARABENS O SENHOR É AVE DE OUTRA PLUMAGEM,BEIJA FLOR NÃO SE MISTURA COM URUBÚ.

  • Teves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho que os dois sao farinha do mesmo saco ..., enquanto um precisa de CABELO o outro precisa de REGIME !!! kkkkk

  • CELSO S. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O DEPUTADO ERRA AO ATACAR A CARECA DE FAIAD, MAS ACERTA AO DIZER QUE ELE É FRUSTRADO.

  • José Vieira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O problema não é o que não existe fora da cabeça de Francisco Faiad. O problema é o que existe dentro dela.

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lamentavelmente o Sr.Gilmar Fabris é um representante do nosso povo,cassado pelo TRE,mas ainda no cargo.A atual legislatura da assembléia é de deixar qualquer cidadão de cabelo em pé.Cada povo tem a assembléia que merece.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O discurso deste deputado não causa surpresa a mais ninguém, o que realmente é preocupante é o silêncio do povo deste Estado, que assiste a tudo isso, sem reação nenhuma diante da impunidade que as politicalhas vem gozando ao longo dos anos.

    Se no Brasil, não somos todos iguais perante a lei, só nos resta apelar ao cidadão consciente para que salve o seu Estado, o seu país, seus filhos e suas famílias, das mãos dos políticoides fascistas, hipócritas, sub-reptícios, leviano, mentiroso, meliantes, velhacos, patifes, canalhas, infames, estelionatários, prevaricadores, corruptos, assistencialistas, espúrios, clientelistas, oligárquicos, calhordas e bandidos.

    Enquanto continuarmos elegendo a politicalhada vil, reles, infame, abjeto, velhaco, desprezíveis, acanalhado, baixo, bocório, cafajeste, chulo, desbriado, desgraçado, desonroso, desprezível, escroto, espúrio, ignóbil, ignominiosa, imundo, incorreto, indecoroso indigno, infame, inominável, inqualificável, intolerável, mal-afamado, mariola, mesquinho, miserável, mísero, moleque, mulcufa, obnóxio, odioso, ordinário, pangarave, pífio, pulha, rebaixado, ribaldo, sacana, sem-vergonha, soez, sórdido, sujo, terrulento, torpe, tratante, tratista, e vilão, este imenso país estará fadado ao insucesso e ao caos.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Francisco Faiad, com sua reluzente careca, é um fidalgo. Homem de extraordinária simplicidade, nos cativa com sua elegância nata, ao mesmo tempo imperial, ao mesmo tempo de uma humildade e modéstia inabaláveis, o que o torna verdadeiramente um ser humano portador de uma dualidade própria dos bem nascidos: ao mesmo momento em que parece ser uma majestade, é também um ser humano do povo. Simples, humilde, direto, educado, de invejável nível cultural. Como advogado e Presidente da OAB/MT tem se destacado nas ações e compromissos assumidos com os advogados de Mato Grosso, dotando a instituição de completos e complexos mecanismos de atuação, de maneiras a exercitar a atividade institucional que lhe é inerente; tem se posicionado na maioria esmagadora das ações e procedimentos que necessitam da intervenção direta da OAB, seja no âmbito do Executivo, Legislativo ou Judiciário, procurando, desta forma, garantir ao cidadão comum os seus direitos globais e constitucionais, tornando-se assim, um fiscal competente a abnegado dos direitos da cidadania cuiabana e matogrossense. Fidalgo, honrado, decente, de bem com a vida, não teria razão nenhuma Francisco Faiad envergonhar-se de sua reluzente careca. Mas nós, matogrossenses de todos os rincões temos mil razões para nos envergohar desse incompetente Deputado Gilmar Fabris que, cassado, deveria também, juntamente com muitos de seus pares, cumprir pena numa penitenciiária, pelos ínúmeros ilícitos praticados contra o nosso povo, a começar pela criminosa compra de votos para se eleger àquele cargo. Cassado e mantido no cargo por efeito de uma liminar - outro procedimento esdruxúlo e que enodoa o direito nacional - esse insignificante político, baixo em sua atitudes, despreparado culturalmente, não vê uma forma mais politizada de ofender as pessoas, que não as chamando de careca, como se isto fosse um defeito ridículo e criminoso. Criminosa é a Justiça Pública, inclusive a de última instância, em permitir que tal cidadão, assim como muitos outros, permaneçam numa Casa que deveria ser do povo, mas que na verdade é dos poderosos que adoram se associar com gente dessa laia. Pobre Parlamento matogrossense. Pobre de nós povo matogrossense que temos de aturar esses Gilmar Fabris, José Riva, Walter Rabello, Alexandre César e muitos outros.

  • Odenil Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SR FAIAD, QUER FAZER POLITICA, SAI DESSE PALANQUE QUE VIROU A OAB-MT E SE CANDIDATA. TEM PEITO???

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...