Últimas

Terça-Feira, 16 de Setembro de 2008, 23h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

VÁRZEA GRANDE

Fabris volta à AL nesta 4ª só para atacar Murilo

Afilhado de Júlio fará discurso duro contra prefeito e pode pedir expulsão de Wallace

  Sob orientação dos irmãos Júlio e Jaime Campos, o deputado Gilmar Fabris decidiu antecipar seu retorno à Assembléia já para esta quarta (17), com um único propósito: fazer um duro pronunciamento sobre as eleições em Várzea Grande.

  Polêmico, Fabris, que já está na quarta licença médica em menos de dois anos de mandato, vai disparar sua metralhadora verbal contra o prefeito Murilo Domingos (PR), que passou a liderar a disputa na corrida à reeleição, superando Júlio Campos, candidato do DEM. Também vai contrapor o pronunciamento do deputado Wallace Guimarães, que ficou indignado pelo fato da coligação pró-Júlio utiizar uma gravação com sua imagem feita em 2004 em horário eleitoral na última segunda, em que denuncia o prefeito Murilo por pedofilia. Sob orientação dos Campos, Fabris estuda pedir até a expulsão sumária de Wallace do DEM.

   Fabris está escalado para atuar nos bastidores em defesa da candidatura de Júlio, o seu padrinho político, e também em Rondonópolis, na luta pela reeleição do prefeito Adilton Sachetti (PR). No caso de Várzea Grande, o deputado esteve reunido com os irmãos Campos nesta terça à noite, quando montaram novas estratégias.

   O grupo está preocupado com a virada nas pesquisas de Murilo e já começou a atacar o republicano como trunfo para "derrubá-lo" na corrida eleitoral. O clima é de tensão e, ao mesmo tempo, de expectativa sobre o prometido "chumbo grosso" que Fabris vai disparar na sessão ordinária da Assembléia desta quarta, a partir das 9h.

  Com seu retorno ao Legislativo, perde espaço o suplente Roberto França (sem partido). O afastamento é temporário. Tudo indica que, na próxima semana, assim que vier a dar os seus recados nas sessões, o ex-presidente da AL Gilmar Fabris ingresse com novo pedido de afastamento do cargo.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • laura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    essa assembléia ta virando um circo , se é um cidadão que ta doente tem que passar por pericia medica sob o risco de ter sua licença indeferida, agora esse deputadozinho só vive de licença e o que é pior não é tratamento de saude é para acordos politicos,tomara que esse julio tome uma lavada na vg, diga-me com quem andas e te direi quem és...gilmar pra mim cuiabana não representa nada..alias representa sim, fraudes, maracutais, enriquecimento ilicito e etc....., bando de sem ter o que fazer...integrante s do circo da assembléia p......., será que essa dedicação desse homenzinho é pq?abram o olho

  • Mario Cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Sobremaneira a política em Várzea Grande virou uma baixaria.
    Mas, gente, estamos falando de PEDOFILIA. Será que eu sou louco, não importa a baixaria que virou isso aí, mas PEDOFILIA é coisa séria, absurda. Li o documento do Conselho Tutelar,que o Deputado Fabris usou e tripudiou na Assembléia hoje e antes da denúncia feita pelo Dep. Wallace, havia outra denuncia de aliciamento de menores, pasmem, envolvendo os funcionarios da Casa Domingos.
    Desafio aqueles que defendem o Murilo a deixar suas filhas na confiança dele!
    Repudio toda essa bandalheira, mas em se tratando de PEDOFILIA devia ser retomado o caso, averiguar se houve corrupção policial para não instaurar inquerito, se alguem recebeu dinheiro para o assunto não ir pra frente.
    Com as palavras, o Ministerio Publico Estadual ou teremos que fazer uma CPI da Pedofilia em Mato Grosso?

  • José ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE GILMAR FABRIS É UM SEM FUTURO

    INDIGNO DE TUDO

    IMORAL

    COVARDE

    E DISQUE TEM ALGO MAIS COM O JULINHO BÉRÉRÉ

  • paulo roberto de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Murilo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    POR QUE NÃO CASSARAM ESSAS LIMINARES QUE ACORBETAM SEM VERGONHAS E BARGANHADORES (PARA NÃO DIZER : ESTELIONATARIOS, LADRÕES DE COLARINHOS BRANCOS) DE NOSSA VIDA POLITICA?
    E QUEM DARA OUVIDO AO ILUSTRE CASSADO, DARA BOM DIA A CAVALO TAMBEM, AONDE ESTA NOSSAS AUTORIDADES QUE NÃO MORALIZAM ESSES ABSURDOS QUE ESTAMOS VENDO?
    DAS DUAS UMA OU SOMOS TAXADOS COMO IDIOTAS, OU ESTAMOS VOTANDO EM SURDOS QUE NADA OUVEM?
    VAMOS MOSTRAR EM 2010, O QUE VARZEA GRANDE ESTA DEMONSTRANDO HOJE, MATO GROSSENSES DE VERDADE. FORA CAMBADA.

  • Marcos Cézar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Fernando Brás | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa nossa Assembléia nao tem moral mesmo...
    Permitir que um Deputado(Sucessor de João Arcanjo Ribeiro) fique dois anos de licença para fazer tratamento de obsidade, tenha paciencia Santa MESA DIRETORA!!
    Realmente o Murilo Domingos corre risco de morte , pois a mafia tá solta. O que eu leio em todas a paginas de jornais e sites é que o dito cujo é truculento, nervoso, resolve tudo na bala e na porrada. É o poder parelelo dentro do poder legislativo..

  • l guedes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    gilmar deixa as mudancas acontecerem porque v grnde nao quer mais saber de caciques comandando o municipiuo, inclusive vc etc

    perdao por nao usar caixa alta e nem acento porque a informatica deispensa essas ortografias

  • Antonia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...