Últimas

Quarta-Feira, 20 de Junho de 2007, 20h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INFRAESTRUTURA

Fagundes alerta Maggi que Pagot será reprovado

Governador viaja a Brasília para amenizar crise e emplacar o aliado no Dnit; Lula teria se arrependido da indicação

      O deputado federal Wellington Fagundes (PR) telefonou nesta quarta (20) para o governador Blairo Maggi para avisá-lo que dificilmente o nome de Luiz Antônio Pagot será aprovado na sabatina no Senado com vistas a ocupar o cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit). Na conversa com Maggi, Fagundes observou que cresceu muito a resistência entre os parlamentares ao nome do ex-secretário de Estado de Mato Grosso. Há suspeita até que o próprio presidente Lula, que em princípio havia referendado o nome do aliado de Maggi, agora tenha se arrependido. Preocupado com a situação, o governador viajou para Brasília. Esta noite iria participar de um jantar no apartamento de Fagundes para discutir a polêmica

    Desde janeiro, assim que Lula assumiu o segundo mandato, Luiz Pagot passou a ser cotado para à direção do Dnit, órgão detentor de um orçamento anual de R$ 12 bilhões. Aproveitando-se da afinidade com o presidente, depois de apoiá-lo à reeleição no segundo turno, Maggi sugeriu o nome de Pagot para o Dnit. Lula concordou, principalmente após descobrir que Pagot fez parte da equipe estratégica de campanha junto com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil).

     Numa conversa rápida com Pagot, o presidente Lula o orientou a buscar apoio político, inclusive da oposição, para não ser reprovado na sabatina no Senado. Foi a partir daí que Pagot procurou o governador de Minas, Aécio Neves, e também o senador goiano Marconi Perillo, ambos do PSDB.

    O problema é que começaram a "pipocar" denúncias e dossiês contra o ex-trator do governo Maggi, incentivadas inclusive por empreiteiras. Entre as acusações está a de que Pagot teria cometido crime de responsabilidade e falsidade ideológica. Primeiro, por ter exercido dupla função ao mesmo tempo, o que seria ilegal. De 1995 a 2002 foi assessor parlamentar do senador Jonas Pinheiro e, concomitantemente, diretor-presidente da empresa Hermasa Navegação da Amazônia, com sede em Manaus. Depois, por ter omitido essa condição no currículo enviado à Comissão de Infra-Estrutura do Senado, a quem cabe avaliar a indicação para o cargo federal.

      Articulação

      Após o alerta de Fagundes, o governador Maggi decidiu viajar esta quarta para Brasília. Depois de um jantar, pretende procurar o presidente Lula nesta quinta para uma conversa franca sobre a indicação de Pagot ao Dnit. Maggi entende que está havendo boicote, principalmente por parte das grandes empreiteiras, por causa da fama de Pagot de ser agente público "linha dura".

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • RODRIGO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUANDO A ESMOLA É MUITA O SANTO DESCONFIA.

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Está ruim para Mato Grosso. Espero que nossos políticos empenhem-se mais nessa indicação, não que o homem seja de agrado de todos, mas, o sujeito é um bom nome para Mato Grosso.

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

Temor e negociação com 3 partidos

wilson kero-kero 400 curtinha   Depois de ajudar na articulação para se filiar ao Podemos o colega vereador Dilemário Alencar, que estava "fritado" e sem espaço no Pros e procurou abrigo em outra legenda, Wilson Kero-Kero (foto) está agora com receio de migrar para o partido da senadora cassada Selma Arruda e do...

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.