Últimas

Quinta-Feira, 30 de Abril de 2009, 08h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

Fagundes já se articula e admite concorrer ao Senado

  Três dias após o governador Blairo Maggi desistir da pré-candidatura, o deputado federal Wellington Fagundes (PR) declarou nesta quinta (30), em entrevista ao RDNews, que pretende disputar uma das duas vagas ao Senado. "Eu tinha colocado meu para a reeleição e, somente numa eventual desistência de Blairo, disputaria o cargo. Mas ainda vou conversar com o partido. Não posso ser candidato de mim mesmo", afirma o parlamentar, que está no quinto mandato consecutivo. Segundo Fagundes, uma candidatura a cargo majoritário tem de ser "abraçada" pelo partido, no caso o PR. Ele se mostra empolgado pela chance de concorrer à senatória pela maior legenda do Estado em número de ocupantes de cargos eletivos. O PR conta hoje com 33 prefeitos, 17 vice, 228 vereadores, 6 deputados estaduais e 2 federais, além da cadeira de governador.

   Na próxima segunda (4), o parlamentar vai se reunir, às 9h, com a Executiva republicana. Quer analisar politicamente o quadro. A tendência é do encontro se transformar em espécie de "Dia D" para Fagundes quanto ao projeto de encarar ou não a candidatura majoritária. Segundo Fagundes, o sonho de ser senador vem desde 1998, quando ainda era presidente do antigo Partido Liberal que, da fusão com o Prona, surgiu o PR. "Era para ter sido candidato naquela época com a reeleição de Dante de Oliveira numa aliança com o PSDB", destaca Fagundes, que teve uma passagem "relâmpago" pela legenda tucana. Lembra que a sonhada coligação PL-PSDB acabou naufragando.

  Para não sair do cenário político, o deputado decidiu novamente pela candidatura à Câmara e hoje, em seu quinto mandato consecutivo, vislumbra uma nova oportunidade de alcançar uma cadeira no Congresso Nacional, depois de perder duas eleições para prefeito de Rondonópolis, em 2000 e 2004. Apesar da empolgação e das articulações de bastidores, inclusive marcadas por telefonemas para consultar os principais líderes políticos, Wellington Fagundes prefere agir com cautela. "(A candidatura) depende de toda uma conjuntura e das alianças. O PR vai ter candidato ao Senado? Vamos ter candidato ao governo?", pergunta Fagundes para, em seguida, responder: "Depende de conversas com os aliados".

    De acordo com o deputado, se a coligação do PR com legendas, como PMDB, PT, PSB e DEM, que compõem hoje a base aliada do governo Maggi for mantida, as expectativas para 2010 "são muito boas". "Destes, o único que ainda não definiu foi o DEM, que no âmbito nacional está mais próximo do PSDB, apesar de não estar valendo mais a lei de verticalização", conclui. (Sandra Costa)

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Luis André Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou a favor da candidatura dêsse Welington ao Senado.Êle vai perder feio e assim sumir do mapa. Assim ficaremos livre dessa figura que representa muito bem o passado onde surgiu a administração burocrátrica em que os interêsses pessoais estão acima do interêsse publíco.Êsse Welington vai ser mais um congressista que vai votar essa excrescência chamada PEC DOS VEREADORES DERROTADOS

  • Pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem sabe, agora ele devolve um pouco do dinheiro que ganhou na politica; perdendo, que é o que ele merece...

  • Olavio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma pena que o Senhor Deputado se envolveu, ou seja, foi citado em processos que denegriram sua imagem perante algumas pessoas que não entendem, ou melhor, ainda sonham com paraíso em um mundo onde os mais humilde, honestos e transparentes criticam os outros ao invés de fazer a sua parte. Como? Deixe a democracia imperar, faça sua parte de santinho, bonzinho e meus parabéns por ser honesto e se achar no direito de dar pauladas nos outros, mas cuidado com a sociedade que lamenta muito, pois, às vezes nesse meio há pessoas que são oportunistas e criticam os políticos, porém quando apoiam algum candidato pede algo em troca. Você já foi candidato? Algumas perguntas são:`Você vai pagar quanto na boca de urna? Nada! Por que se o ... vai pagar R$... É, eu não voto em candidato pobre! Descupem caros leitores, mas infelizmente, enquanto você está buscando seriedade, transparência e lealdade na política... muitos estão esperando quem será o candidato que pagará mais pelo seu voto! É uma pena, mas nem mesmo na escola muitos se esforçam para atingir conhecimento, e sim muitos querem passar de ano na boa, `as vezes é assim, está tão difícil que nem mesmo os pais podem ser enérgicos com seus filhos que o ECA pega... agora eu sou do tipo camarada e acho que mais uma vez vamos escolher um candidato a vários cargos e, com certeza muitos vão ser eleitos criticando os outros, mas depois vão decepcionar e aí, vou me sentir um lixo? Claro que não queridos, apenas exerci meu papel de cidadão, o certo é que já votei em candidato que muitos metem o pal, mas o cara trabalha, dá resultado, e quando e´candidato, haja dinheiro meu amigo, o bicho pega(o povo pede demais). Logo, prefiro um empregado que reclama muito, dá trabalho, mas no final do mês justifica seu salário. Assim são alguns políticos! Dão trabalho, mas se não fossem eles, coitado do povo, ou você acha que o sistema é perfeito? Acho que nunca foi? Imagino que não é e, gostaria que você fosse feliz com seus ideais, a fim de que um dia seu sonho se transforme num paraiso para nós brasileiros, ou melhor, para o mundo, pois somos cidadãos do mundo! Desculpe, pelo texto extenso, mas gosto muito deste meio de comunicação e acredito que como brasileiros lemos pouco, pensamos quase nada e escrevemos quando somos provocados, por isso, sou fá de carteirinha destas matérias! Obrigado....

  • joao divino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vai levar uma chinelada pra colocar o rabo no meio das pernas!

  • Andreia Farias Nascimento Soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Qro que esse SANGUESSUGA venha pedir voto aqui na minha cidade. Ahhhh... como estou esperando...................

  • fidel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • elljd | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho bom o senhor deputado não ficar muito contente ,pois essa história é estória.

  • julia almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse welinton não merece ser senador pois é um politico rancoroso e muito mal. chega de tanto laranja deputado, saia da politica d chance a outras pessoas.

  • acacio falcao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    deputado o senhor fez muito por mato grosso como deputado tenho certeza que senador for sera para historia pois sei o quanto o senhor e atuante e o quanto mato grosso creceria no campo da politica nacional.

  • João Bosco de Aquino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O deputado welligton até tem algum serviço prestado aqui em barra apesar de ter um grupo politico que o barragarcense não gosta.Só politicos ultrapassados e com muitos vicios e sem credibilidade.Mais é a unica chance de MT deixar de ter este tipo de politico na camara federal.eu sou a favor da candidatura a senado do welligton pois assim ficaremos livre dele.

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.