Últimas

Terça-Feira, 16 de Junho de 2009, 08h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

JUDICIÁRIO

Família Mendes se perpetua nos Poderes há vários anos

  Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Djalma Mendes, defendor público-geral do Estado, ministro do STF Gilmar Mendes e o juiz Yale Mendes

  A família Mendes, originária de Diamantino, protagoniza um curioso caso de sucesso no Judiciário brasileiro e que já extrapola em muito as barreiras de Mato Grosso. O patriarca, desembargador Joaquim Pereira Ferreira Mendes, conseguiu emplacar ao menos dez sucessores de prestígio na carreira jurídica. O principal deles é o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), polêmico ministro Gilmar Mendes. A família “comanda” não apenas a mais alta corte do país, como tem representantes em várias esferas de Poder, seja por meio da magistratura ou na política. Por quase 10 anos, o patriarca e desembargador Joaquim Pereira Ferreira Mendes ocupou a presidência do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (1908-1913, 1916-1917 e 1918-1920). Foi o único a presidi-lo por mais de duas vezes. O neto Milton Ferreira Mendes seguiu os passos do avô e exerceu o cargo de juiz e após foi promovido a desembargador em Mato grosso por 8 anos.

   Quatro netos de Mário despontaram nas diversas esferas do Judiciário mato-grossense e do Distrito Federal, entre eles os desembargadores Milton ferreira Mendes, Mário Ferreira Mendes, Joazil Mendes Gardés e o juiz Élcio Sabo Mendes.  Dois deles alçaram vôo mais alto e já trabalham em Brasília. São eles o ministro Gilmar e Ítalo Ferreira Mendes. Juiz-membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Yale Sabo Mendes é reconhecido nacionalmente pela atuação no Juizado Especial do Planalto, em processos relacionados ao Direito do Consumidor. Ele é irmão do desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF), Ítalo Fioravanti Sabo Mendes. Ambos são primos  do juiz Francisco Alexandre Mendes, que fará parte do Pleno do TRE no biênio 2009–2011, ocupando a função de juiz-membro titular desse Tribunal, tendo o próprio Yale como seu substituto. Embora travem uma demanda judicial, ambos são parentes pois o avo de Francisco Alexandre  é irmao do avô de Yale.  

   Por outro lado, Ítalo e Yale são primos de primeiro grau do presidente do STF, Gilmar Mendes, neto de Mário Ferreira Mendes, sendo que o ministro Gilmar é filho de Francisco Ferreira Mendes, prefeito de Diamantino pela Arena durante o período militar. Ítalo e Gilmar cursaram Direito na Universidade de Brasília (UnB). Já Yale é formado pela UFMT. Após exercer o prestigiado cargo de advogado-geral da União e fundar a Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Diamantino (Uned), Gilmar Mendes foi nomeado ministro do STF em 2002, pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

   O sucesso da família na magistratura, além da herança política, certamente contribuiu para que o irmão caçula do presidente do STF, Francisco Ferreira Mendes Júnior, o Chico Mendes (PR), chegasse ao posto de prefeito de Diamantino, inclusive por dois mandatos. Seu candidato à sucessão nas eleições de 2008, Juviano Lincoln (PPS), foi derrotado nas urnas, mas “levou” a prefeitura no chamado tapetão. É que, com a cassação de Erival Capistrano (PDT) por crime eleitoral, a cadeira ficou com Lincoln, que pertence ao grupo dos Mendes. O último membro da família Mendes a despontar na vida pública é Djalma Sabo Mendes, nomeado este ano defensor público-geral do Estado, mesmo com menor votação dos defensores. Foi uma escolha pessoal do governador Blairo Maggi, amigo pessoal do ministro Mendes. Os Mendes ainda conta com juíz no Estados do Acre, sendo ele Élcio Sabo Mendes Júnior, que atua em Rio Branco (AC). Ele é filho do juiz aposentado Élcio Sabo Mendes, tio do ministro Gilmar. Além disso, a família conta com o procurador do Estado aposentado Djalma Mendes, pai do defensor-geral Djalma Sabo Mendes. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (30)

  • sander cintra | Quarta-Feira, 25 de Maio de 2016, 09h26
    1
    0

    Clientelismo ou nepotismo desde que o coronelismo estava plenamente vigente

  • SENADOR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    5
    0

    SUGIRO UMA MATÉRIA SOBRE A ÁRVORE GENEOLÓGICA DOS MEMBROS DO jUDICIÁRIO DE MT, V. VAI VER O QUE É INTELECTUALIDADE DE DETERRMINADAS FAMÍLIAS. OUTRA MATÉRIA IMPORTANTE SERIA SOBRE OFICIAIS DA POLÍCIA V. VAI VE COMO TEM FAMILIAS INTELIGENTE EM MT. O RESTO É RESTO COME O RESTO SE SOBRAR.

  • animal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    1
    7

    se muitos da familhia estao no judiciario, é por merito, e copetençia.

  • Paula | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    1
    3

    Nao nos esquecaçamos do ilustre Procurador do Estado, aposentado, Dr. Djalma Sabo Mendes, pai do Defensor Geral do Estado Dr. Djalma Sabo Mendes Junior.

    Parabens a todos da familia Mendes.

  • claudio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    3

    Quanto as Autoridades reladas na matéria, tenho somente a agradecer o seu trabalho. Djalma está fazendo um ótimo trabalho na Defensoria Pública com transparência e com qualidade. Já o Ministro Gilmar é outro altamente competente que muito bem representa a sociedade matogrossense e a brasileira.

  • Francisca Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    2
    3

    É claro que sou ribeirinha, mas, não sou Chica. Sou amiga da família Mendes e adoro oDr. Djalma, pai do Defensor Geral Geral ...é claro que tendo um pai como meu amigo e uma mãe simpatissíma e como é a minha amiga, só podia dar nisso: sucesso, sucesso e sucesso.
    Parabenizo o Dr Djalma, colega e amigo e ao seu filho também.

  • Willian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    3

    É fácil Romilson, é só estudar como esses senhores fizeram. Ou será que é fácil passar em um concurso para juiz, defensor e ser aprovado em um doutorado na alemanha ???

  • Losta Mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    1
    3

    Bem lembrado pela Paula, meu tio é fera no Direito também. Trata-se de Djalma Sabo Mendes, com os seguintes parentes:
    1 - Tio de Eliane Mendes que é dermatologista;
    2 - irmão do médico Dr. Anísio Sabo Mendes;
    3 - sogro de Fernanda Mendes que é Procuradora do Estado;
    4 - Tio de Denise Borralho que é Procuradora do Estado;
    Tudo isso, além de gostar de comer espetinho grego em Chapada dos Guimarães.
    Fui!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • LOSTA MENDES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Esse tal de Marcão de Denise é um mentiroso, pois sou da família e não conheço nenhum Márcio Mendes Mala. (MMM) Rsssssssssss!

    Portanto, esse recado postado em: 06/06/2009, às 09:20:38, da Cidade:Denise, Estado:MT é PODREEEEEEEE.
    FUI!!!!!!!!!!!!!!

  • waldisnei | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    1
    2

    Apesar de ter percebido uma porção de maldade da matéria, existem males que vem para o bem !

    parabens aos ilustres matogrossenses que tanto nos orgulhão...oxalá teriamos mais e mais familias iguais, para orgulho do povo matogrossense.

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...