Últimas

Sexta-Feira, 04 de Abril de 2008, 17h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Fazenda de Maggi está na lista das embargadas

    Quando o governador Blairo Maggi tenta se livrar das polêmicas sobre o meio ambiente, novos dados e listas o lançam novamente no olho do furacão. Uma propriedade do Grupo Amaggi, que congrega um conglomerado de empresas do hoje governador, consta na lista de áreas embargadas pelo Ibama por "abrigarem atividades ilegais contra o meio ambiente". A lista foi divulgada em 1º de abril e, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), tem como objetivo apontar onde estão as irregularidades ambientais e quem as comete.

    A área da Amaggi em questão fica em Feliz Natal (a 640 km de Cuiabá). Segundo o Ibama, a empresa foi multada em R$ 40 mil por ter posto em funcionamento indústria de processamento de resíduos de madeira sem a devida licença de operação, fornecida pela secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema). O embargo foi lavrado pela fiscalização do Ibama em 19 de fevereiro deste ano.

   Segundo a gerência executiva do órgão em Sinop, onde tramita o processo, a medida foi necessária, entre outros motivos, porque a falta de licenciamento não permite verificar a origem da matéria-prima processada na indústria. Por e-mail, ao site Folha On line, a Amaggi afirmou que "não existe motivo" para a inclusão da empresa na lista, pois a indústria não estava "operando e retirando ou transportando" nada no local.

    Resposta

    Conforme a Folha, a assessoria jurídica da Amaggi diz que pretende adotar medidas administrativas ou judiciais para excluir a empresa da lista do Ibama. Para o diretor jurídico, José Antonio Tadeu Guilhen, não há motivo para citação. "A Amaggi não poderia figurar na lista, (...) até porque não se trata de atividade ilegal e, como defendido no processo administrativo, a indústria não estava operando e retirando ou transportando do local qualquer quantidade de material", afirmou.

    Segundo Guilhen, a indústria embargada é de pequeno porte e se destina ao "aproveitamento de resíduos originados da indústria madeireira". O processo de licenciamento ambiental, prosseguiu o diretor, já tramitava na Sema desde 2007. Em 11 de março, a Sema fez vistoria e não achou irregularidades. (Simone Alves com Folha On Line)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • augusto ribeiro chaves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Isso não é nenhuma novidade.Pois ele não só faz parte como também é um grande financiador da destruição da nossa flora e fauna. Um verdadeiro caldo maggi, é o que nos restará depois de tantas destruições.

  • Zé Timbó | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    U anormá siria que nenhuma das fazenda dele num tivesse, aí sim tiriamos qui discunfiá, afinar, ele não é u famosu moto-serra de oro? Qui exempro em Sêo Guvernadô?

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, BOM DIA

    Já prestei serviçõs à A.Maggi e posso testemunhar a lisura e a procura por conservar os selos de obediencia aos preceitos hambientáis em todos os segmentos da empresa.
    Acredito realmente, neste episódio, que os Maggi estão sendo vitimas de uma ação tipo operação tartaruga pelos orgão Federais e principlamente pela Ministra Marina Silva.
    Acredito tambem, que o motivo é de solução politica e que todos os de Mato Grosso deviriam estar unidos em busca ao repudio desta pressão, nunca antes vista, do Governo Federal.
    Nesta hora conta a bagagem politica e a cobrança de acordos, se não houver estes conhecimentos e nem os créditos dos acordos, então teremos realmente que partir para um posicionamento de todos os setores do estado e em todos os aneis partidarios.
    A efêmera vitória do secretário da fazenda, ontem no Rio, não fará frente a derrota arasadora do agronegócio.
    União e serenidade deve ser a tonica.

    Jacyara

  • alice ribeiro santana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OH Jaciara, está pregando união de todos pelo desmatamento??? sai fora, aqui em mato grosso não existe só criminosos ambientais, devastadores de florestas, não senhor!!!se você quiser se unir aos gangsters e contraventores do meio ambiente o problema é seu, e não envolva toda a sociedade matogrossense nessa sujeira. Queremos punição, prisão aos criminosos ambientais, aos que desmatam acima do permitido e sem a licença ambiental. Não podemos ser tolerantes com aqueles que só pensam no bem estar pessoal ou do agronegócio. Parabéns ao ibama e a policia federal!!!

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...