Últimas

Sexta-Feira, 13 de Abril de 2007, 16h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

MINISTÉRIO PÚBLICO

Festa luxuosa marca posse de Paulo Prado

Evento para mil convidados, com direito a baile, cerveja e uísque, custou R$ 50,8 mil

    A posse para o segundo mandato consecutivo do procurador-geral de Justiça do Estado, Paulo Prado, nesta quinta à noite, foi marcada por muito luxo. O hotel Fazenda Mato Grosso ficou pequeno para tantos convidados. Representantes de todos os Poderes se fizeram presentes, com o governador Blairo Maggi, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Lesa, o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Lutero Ponce, deputados e senadores, além de promotores e procuradores de Justiça.

   Após jantar, os convidados tiveram direito até a um verdadeiro baile, regado com muito cerveja e uísque. "Parece até festa de formatura", disse uma convidada. A organização informa que a solenidade para mil convidados custou R$ 50,8 mil, conforme ato publicado no Diário Oficial do Estado em 10 de abril.

    Prado distribuiu uma revista especial contendo balanço das ações dos dois primeiros anos de seu mandato. Já em discurso, o procurador-geral afirmou que existem em Mato Grosso bons gestores e bem intencionados, mas observa que muitos enfrentam problemas por atos de improbidade administrativa. Cobrou maior responsabilidade de todos para com a coisa pública.

    O chefe do Ministério Público Estadual, que tem a missão de ser o quardião das leis, lançou duas campanhas institucionais. Uma em defesa da inclusão social dos portadores de necessidades especiais e, outra, contra as queimadas ilegais.

   O Estado figura no ranking nacional como um dos que mais desmatam. Um vídeo mostrou cenas fortes, com fogo alastrando e matando animais. Moto-serra e trator, que, em relação ao meio ambiente são tão nocivos quanto o fogo, não foram, porém, mostrados em ação.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

4 fora da reeleição em Rondonópolis

thiago muniz 400 curtinha   Dos 21 vereadores de Rondonópolis, somente quatro não vão à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (foto), agora no DEM, Hélio Pichioni (PSD), Jailson do Pesque-Pague e Rodrigo da Zaeli (ambos do PSDB). Eles garantem se tratar de um caminho sem volta. Destes, dois tentam...

Redes sociais, lives e efeito colateral

Em tempo de coronavírus, as redes sociais têm sido fundamentais para disseminar informações. As plataformas são utilizadas, por exemplo, para realização de coletivas, mas, nesta segunda (6), houve um efeito colateral. O governador Mauro Mendes e o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo foram "vítimas" de ferramenta de animação do Facebook. Os dois falavam sobre ações para combater a doença...

DEM agora sem amarras dos Campos

frankes siqueira curtinha 400   Sem o controle absoluto dos Campos, como nas últimas duas décadas, desde quando era PFL, o DEM, que não elege vereador em Cuiabá desde 2004, vive melhores expectativas, agora sob comando da ala ligada ao governador Mauro. É presidido pelo secretário de Estado de Governo,...

O pulo de Elias do PSDB para o DEM

elias santos 400 curtinha   Elias Santos (foto), irmão do deputado Wilson, agiu como estrategista na construção de sua pré-candidatura a vereador por Cuiabá. Concluiu que teria mais dificuldades de obter êxito nas urnas no PSDB porque os dois vereadores tucanos que vão à...

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.