Últimas

Domingo, 06 de Dezembro de 2009, 12h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

COMUNICAÇÃO

Fiscalizar órgãos públicos pela net pode ajudar no voto

Um verdadeiro Big Brother das gestões municipais. Assim pode ser considerado o site do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT). Muita gente não sabe. Mas o cidadão que quiser realmente saber como anda a gestão de sua cidade tem no site www.tce.mt.gov.br uma verdadeira janela de tudo o que se gasta e se arrecada nos municípios a cada mês.

Dessa forma, dá para avaliar como é a administração de cada prefeito e pesar os prós e os contras quando estes de candidatarem a algum cargo. Um exemplo de acesso é dos dados da prefeitura de Barra do Garças (494 km de Cuiabá), que tem à frente o prefeito Wanderlei Farias Santos (PR), que exerce seu terceiro mandato naquela cidade.

O montante de suas receitas - arrecadadas até outubro deste ano - soma R$ 65, 6 milhões. Já suas despesas ficaram em R$ 58,9 milhões de valores empenhados, e de R$ 47,6 milhões de valores pagos. Do valor de despesas, o maior número do ano (R$ 24,2 milhões) ficou para pagamento de folha salarial e encargos sociais. O segundo maior valor (R$ 20,3 milhões) ficou por conta de outras despesas correntes, a maior delas para a um convênio de Saúde de pouco mais de R$ 300 mil. Os investimentos em obras ficaram em terceiro lugar somando R$ 12,8 milhões.

Dentre os valores para investimentos o maior, de pouco mais de R$ 5 milhões, foi voltado à pavimentação asfáltica e o segundo, R$ 1,4 milhão foi utilizado para reforma parcial do parque municipal. Em terceiro aparecem recursos para a construção de creche, de R$ 1,2 milhão. Aquisição de veículos para a Educação também está na lista de investimentos somando R$ 232 mil. Valores menores de cerca de pouco mais de R$ 1,4 milhão, somados, serviram para amortização da dívida pública e pagamento de juros e encargos da mesma. Também percebe-se que outubro foi o mês de maior receita, R$ 9,3 milhões e a terceira menor despesa, R$ 3,9 milhões.

Com o painel pode-se avaliar onde foram feitas as maiores despesas. O ranking de verbas ficou: Secretaria de Saúde (R$ 19,4 milhões), Secretaria de Educação (R$ 11,5 milhões) e para a Secretaria de Viação e Obras (R$ 10 milhões). A menor verba foi para a Secretaria da Mulher, com R$ 71 mil. (Adriana Nascimento)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.