Últimas

Quarta-Feira, 14 de Março de 2007, 15h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Fisiologismo: até quando?

   Em artigo, o médico e vereador por Cuiabá, Lúdio Cabral (PT), revela que dezenas de pessoas têm procurado a Câmara Municipal para obterem, dos parlamentares, 'cartas de indicação' para serem contratados nas creches municipais. Confira.

   Março de 2007. Tudo de novo. Novamente os corredores da Câmara Municipal repletos de cidadãos e cidadãs em busca de “cartas de indicação” dos vereadores para conseguirem contratação em serviços da Prefeitura de Cuiabá, notadamente nas creches municipais e unidades de saúde.

   Mais uma vez negado a cidadãos e cidadãs o direito de acesso justo a um emprego público. Mais uma vez a humilhação de só poder pleitear uma vaga aberta no serviço público se o interessado/necessitado tiver a tal carta de indicação/apresentação fornecida pelos vereadores que apóiam o prefeito.

   Mais uma vez a dependência político-eleitoral gerada por uma prática das mais atrasadas. Mais uma vez o fisiologismo derrota o direito. Mais uma vez o favor sufocando o mérito. A cidadania humilhada e cooptada.

   No ano passado denunciamos essa prática, quando mais de 300 contratos temporários nas creches municipais estavam sendo “renovados”, antigos contratados sendo demitidos (provavelmente contratados à época através do mesmo mecanismo) e concorrendo com novos cidadãos em busca da carta de indicação do vereador que asseguraria o emprego.

   A contratação temporária, de acordo com a constituição federal, só pode ser instituída em caráter excepcional e através de autorização legislativa. Quando houver uma necessidade excepcional, por exemplo, ao se inaugurar uma creche, o prefeito deve encaminhar à Câmara projeto de lei pedindo autorização para a contratação temporária por prazo determinado até que se realize concurso público para os respectivos cargos.

  A regra para ingresso no serviço público deve ser o concurso público.  Infelizmente em Cuiabá, a regra tem sido há muitos anos a contratação temporária. Na secretaria de saúde, mais da metade dos trabalhadores do município são contratados dessa forma, já havendo inclusive ação civil pública na justiça contra gestores municipais por utilizarem essa prática.

  Além das denúncias cotidianas, apresentamos na câmara em março do ano passado um projeto de lei estabelecendo regras para as contratações temporárias excepcionais: com processo seletivo público, edital de abertura de vagas, análise de currículo, entrevista e prova escrita.

  Mas a regra mesmo deve ser o concurso público. Não podemos continuar convivendo com as tais “cartas de indicação” se convertendo em mecanismos de ingresso no serviço público.

   O vereador tem duas grandes tarefas: produzir leis que assegurem e ampliem direitos de cidadania, e fiscalizar com rigor os atos do executivo. Não dá para aceitar o sepultamento destas prerrogativas que as tais “cartas de indicação” representam, em especial, a relação de favor/troca/dependência/promiscuidade com o poder executivo e o aviltamento da cidadania humilhada.

   Traz muito sofrimento dizer não a uma pessoa cheia de necessidades e ansiosa por trabalho, mas precisamos libertar e não aprisionar a cidadania. Construir consciência e não alienação. Vale a pena pagar o preço político por esta opção. Até porque as coisas só vão mudar um dia se persistirmos.

Lúdio Frank Mendes Cabral, 35, é médico sanitarista, vereador pelo PT e presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Municipal de Cuiabá

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Misael nem espera janela e sai do PSB

misael partido 400 curtinha   Misael Galvão (foto), presidente da Câmara de Cuiabá, nem esperou chegar a janela partidária de março para oficializar a saída do PSB, onde esteve filiado por três anos. Para não colocar o mandato em risco, o parlamentar consultou a Justiça Eleitoral e obteve...

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

Vice do DEM-Cuiabá elogia gestão EP

joao celestino 400 curtinha   O advogado João Celestino (foto), vice-presidente da comissão provisória do DEM de Cuiabá e ligado ao senador Jayme Campos, se mostra simpático à gestão Emanuel Pinheiro, do MDB. Aliás, na segunda, Celestino fez uma visita ao prefeito e elogiou a...

Prefeito Beto faz mistério sobre apoio

beto farias 400 curtinha   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (foto), que está no segundo mandato e com a popularidade em alta, não revela quem apoiará para a disputa à sucessão, nem para aqueles aliados mais próximos. Quando perguntado, o emedebista costuma dizer que não está...

Filho de ex-prefeito, enfim, é cassado

thomaz 400 curtinha   Quase dois anos depois de cassado, enfim, o vereador tucano de Chapada dos Guimarães, Thomas Jefferson Xavier (foto), deixa efetivamente o cargo. O juiz Ramon Fagundes Botelho, da 34ª Zona Eleitoral, determinou, em decisão da última quinta (7), que a presidência da Câmara convoque de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.